Início » Vendas » Confira 5 dicas de como escrever textos e conquiste o Oscar de conversão em vendas

Confira 5 dicas de como escrever textos e conquiste o Oscar de conversão em vendas

Publicado: 7 de junho de 2018 | Por: | Atualizado: 27 de agosto de 2019.

Chegou a sua hora de escrever textos capazes de fazer o cliente entender todos os benefícios de fechar negócio com você! Quer saber como? Então confira essas 5 dicas e venda mais que Iphone em dia de lançamento.

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

Qualquer negócio só tem chances de continuar e crescer se as vendas frequentes fizerem parte da rotina dele, certo?

Se existe vendas existe crescimento! Parece óbvio, né?

Porém, hoje em dia o público está cada vez mais crítico e exigente na hora de fechar um negócio, se ele não for muito bem convencido da qualidade da sua oferta você não vai conseguir concluir uma venda.

Escrever textos

Para isso, muitas empresas começaram a investir em produção de conteúdo de qualidade capaz de instruir e educar o mercado sobre seus produtos e serviços.

Desde então, diversos empreendedores se pegam pensando em como escrever textos realmente bons, ricos de informações, capazes de fazer o leitor comprar efetivamente?

Difícil, né? Isso porque escrever textos com fins de venda é uma tarefa que exige muita tática e boas práticas.

E-book - Tipos de conteúdo para cada etapa do funil

Por esse motivo, preparamos para você um conteúdo com 5 dicas especiais para ajudá-lo na construção de textos estratégicos e com alto poder de efetivar vendas!

Chegou a sua vez de escrever textos mais eficazes que comerciais em horário de novela:

Entenda os princípios de um bom texto

Escrever textos táticas

Bem, os princípios de um bom texto consistem em detalhes simples mas que merecem muita atenção!

Isso porque escrever textos realmente interessantes e com qualidade suficiente para atrair o leitor do começo ao fim, capaz de garantir que ele fechará um negócio, é uma tarefa que exige atenção, conhecimento e criatividade textual.

Por isso, podemos dizer que os princípios de escrever textos excelentes estão no seu conhecimento sobre o produto e, principalmente, no seu conhecimento sobre o público-alvo!

Pois, tendo o perfil do cliente definido você consegue estruturar as bases do seu texto e dar os direcionamentos mais adequados a ele para torná-lo capaz de alcançar o objetivo final: a venda!

Então vamos por partes:

Chegou a hora de nos aprofundar no público-alvo!

Público-alvo e persona

Bem, conforme vimos no tópico anterior o primeiro passo para escrever textos bons e eficientes é o conhecimento do seu público-alvo e o desenvolvimento da sua persona.

Antes de mais nada, precisamos por começar entendendo melhor esses conceitos.

O público-alvo é todo aquele recorte de pessoas que seu produto pode atingir, baseado em critérios como localização, salário, cargo etc.

Já a persona é a criação de um personagem fictícia para representar o consumidor ideal do seu produto ou serviço. Alguém que tenha todas as características do público-alvo.

Isso tudo porque quando se escreve você está produzindo conteúdos para alguém, certo?

Sendo assim, a estrutura do seu texto só poderá ser definida se você souber para quem está escrevendo e mais: qual o perfil desses leitores.

E isso vai muito além de pesquisas de mercado para descobrir gênero e idade. Ao escrever textos com fins de venda é preciso entender desejos, características pessoais e os argumentos que são relevantes ou não para aquele tipo de público-alvo.

Em resumo: quanto mais você souber sobre ele mais fácil será escrever textos excelentes e direcionados com capacidade de garantir a venda.

Só esse tipo de estudo te dará base na hora de definir sua linguagem. Falaremos sobre isso agora.

Linguagem

Bem, tendo o seu público-alvo definido e uma persona estabelecida chegou a hora de começar a moldar o seu texto de acordo com os dados colhidos até aqui.

Assim, um dos primeiros detalhes a ser definido nesse momento é a linguagem com a qual você vai se comunicar e estruturar as suas ideias.

Vamos imaginar: as pesquisas do seu público-alvo te mostraram que os seus potenciais consumidores são pessoas entre 20 e 30 anos, com características modernas e gostos por temas que são tendências.

Com isso, vale apostar em uma linguagem mais informal com termos simples buscando relacionar o seu produto ou serviço com questões da atualidade.

Além disso, você pode acrescentar recursos adicionais que agradem o seu público e tornem o texto mais descontraído. Você pode usar hashtags mais famosas e lista de emojis, por exemplo.

Com a linguagem bem definida, chegou o momento de descobrir algumas estratégias mais complexas.

Estratégias de Copywriting e Storytelling

Para escrever textos eficientes é importante “recheá-lo” com táticas a fim de levar o cliente a concluir o objetivo final: a venda!

Se o objetivo é esse, recomendamos o uso de Copywriting aliado ao Storytelling.

Mas o que é isso?

Copywriting é uma técnica de produção de textos embasada na escolha estratégica de palavras que direcionam a uma ação.
Para isso, a técnica busca despertar no leitor a ativação de gatilhos mentais capazes de induzir ao consumo.

Como conseguir isso?

Bom, você pode tanto explorar uma necessidade já identificada do seu público-alvo e apresentar a solução para ela – o seu produto ou serviço. Ou criar uma necessidade!

Para isso, um ótimo recurso é o uso do storytelling – estratégia de contar histórias de maneira relevante e persuasiva.

Esse é um método que promove o seu negócio sem focar diretamente na venda mas no convencimento inicial a partir de um relato.

Pois, uma forma muito eficaz de exercer influência sobre as pessoas é contar uma história convincente. Isso chama a atenção e faz com que a sua audiência se conecte a você.

Essa narração tem o potencial de dizer de forma indireta ao leitor o que ele deve fazer, pensar ou levá-lo a identificar uma necessidade nova.

Bem, depois de vermos essas breves orientações de como ir moldando cada vez melhor a sua forma de escrever textos é hora de conferirmos as 5 dicas especiais que preparamos para você!

Dica 1: Conquiste o interesse do leitor desde o início do seu texto

De um modo geral, todo texto tem começo, meio e fim. Certo?

Por isso, se o seu texto não for suficientemente bom e relevante desde o título, as linhas seguintes serão simplesmente ignoradas.

Então primeiro aposte na escolha de um título criativo e, de preferência, capaz de gerar curiosidade.

Por exemplo, fazer uso de uma pergunta no título é uma forma bem estratégica e positiva para escrever textos chamativos.

Se você quer escrever um texto com o fim de levar o leitor a comprar um óculos 3D, o seu título pode ser algo como: “Já pensou como seria ver o mundo inteiro em uma tela semelhante a de cinema?”

Isso com certeza vai despertar curiosidade suficiente para o consumidor começar a leitura do seu texto com boas expectativas.

Legal, né?

Depois de um título cativante é hora de irmos para introdução, certo?

A primeira dica com certeza é: esse é o momento de mostrar toda a relevância do seu texto!

Se nas primeiras linhas o leitor achar que trata-se de “conversa fiada” ou que aquele conteúdo só está interessado em enfiar um produto “goela abaixo”, ele vai cair fora!

Por isso, introduza o seu assunto de forma leve mas objetiva. Faça ele entender que TODO aquele conteúdo será significativo e atenderá às expectativas dele.

Outra dica: use palavras de transição que levem o leitor de um parágrafo a outro como se ele estivesse fazendo um caminho pelo seu texto. Use conjunções com “mas”, “porém”, “afinal”, “então” etc.

Além disso, não comece focando na venda logo no início. Não traga nas suas primeiras linhas algo como: “Compre agora mesmo essa panela e transforme a sua maneira de cozinhar”

Em vez disso, você pode começar introduzindo uma conversa leve sobre como é agradável cozinhar, como é legal pegar aquela receita gostosa na internet e fazê-la dar certo e PARA ISSO (palavra de transição) é necessário uma panela moderna e com “x” diferenciais.

Entendeu a dinâmica de como escrever textos agradáveis desde o início?

Então vamos para a dica número 2!

Dica 2: Apresente os benefícios e diferenciais do produto

Escrever textos benefícios

Bom, agora que o potencial cliente já se interessou em abrir o seu texto, já começou a leitura e achou interessante, é hora de dizer a que veio!

Para isso, apresente objetivamente o seu produto de uma forma sutil, porém completa!

Com esse objetivo, não se esqueça de passar todas as informações relevantes do produto de forma minuciosa,suas características e benefícios.

Também é muito importante se antecipar a possíveis objeções do leitor. Assim, seu texto responderá a qualquer dúvida do leitor sobre o produto.

Por exemplo: você está apresentando uma lâmpada que muda de cor automaticamente sendo comandada apenas pelo celular!

Seu leitor pode pensar: “Hum, muito boa, mas pode ser mega frágil e fácil de quebrar, talvez não valha o investimento”. Nesse caso, ao apresentar o produto, você deve destacar a resistência do material do qual a lâmpada é feita.

Difícil? Trouxemos uma ideia para facilitar na hora de escrever textos:

“Para você que é apaixonado por cores e gosta de dormir com aquela luzinha agradável batendo no rosto, que tal acordar com um lindo azul da cor do céu iluminando o seu quarto? E mais: já pensou em ter uma lâmpada com vidro muito mais forte e resistente que as lâmpadas comuns? Sim, chegou a sua hora de ter uma lâmpada muito duradoura!”

Perceba que em um simples parágrafo nós mostramos um benefício, apresentamos um diferencial e ainda estivemos a frente de uma possível objeção.

Essas simples, mas efetivas táticas de escrever textos são capazes de ir prendendo o leitor de pouquinho em pouquinho até fazê-lo chegar a venda ou pelo menos a geração de um cadastro.

Dica 3: Prove que o produto oferecido realmente traz resultados

Bem, tendo o cliente chegado até a parte da apresentação e exposição do seu produto, é hora de PROVAR que ele não só funciona da forma que está sendo dita, mas também garante os resultados aos quais se destina.

Isso traz relevância ao seu discurso e gera confiança no produto. Pois é! Esses são os resultados conquistados quando se sabe escrever textos inteligentes.

Vamos entender como conquistar esse poder de texto voltando ao exemplo da lâmpada. Dizer que ela muda de cor e não quebra você pode produzir o parágrafo seguinte desta maneira:

“Para nos certificarmos da qualidade do produto essa lâmpada foi testada inúmeras vezes antes de ir para o mercado. Ela foi jogada de uma altura significante e não quebrou. Além disso, temos relatos de alguns clientes que disseram tê-la deixado cair sem querer, e felizmente, puderam comprovar a resistência do produto! Confira aqui os próprios relatos dos clientes sobre a qualidade da lâmpada e sobre como é incrível a diversidade das cores”

Nesse momento você deve fazer linkagem para o seu blog, Facebook ou qualquer página na qual tenha esse tipo de relato.

Para isso, é claro, você precisa ter esse tipo de recurso guardado na manga!

Ou seja, invista em um bom relacionamento com os clientes que já negociaram com você e os incentive a comentar nas suas páginas relatando a experiência efetiva e agradável com o seu produto. Para isso é interessante saber mais sobre marketing de relacionamento.

Assim, você terá esse grande recurso na hora de escrever textos para novos clientes, pois não há nada capaz de gerar mais credibilidade ao produto que relatos positivos de clientes antigos, não é verdade?!

Vamos para a próxima dica de como escrever textos excelentes?

Dica 4: Faça o leitor entender o porquê aquilo que você está oferecendo é essencial para ele

Bem, agora você já conseguiu fazer o potencial cliente chegar até mais da metade do seu conteúdo!

Está vendo como é importante saber escrever textos bem articulados?

Então agora é hora de mostrar com muita propriedade e persuasão o porquê aquele produto ou serviço pode mudar a vida dele.

Vejamos: você precisa vender matrículas em um curso de inglês.

Para começar a tática de tornar o serviço essencial foque nas necessidades do público-alvo – passo indicado no início deste artigo.

Então vamos imaginar: você sabe que a sua persona é alguém jovem, entre 20 e 30 ano e possui afinidade com músicas e conteúdos em geral com idioma original em inglês.

Você pode escrever textos com o seguinte argumento:

“(…) Fazer esse curso de inglês é um verdadeiro diferencial de impacto na vida de quem está a procura de recolocação no mercado de trabalho, ou para quem quer dar saltos na carreira mas ainda está faltando a fluência em outro idioma para conquistar esse objetivo.

Além disso, a fluência no inglês te possibilita ter muito mais acesso às informações! Já pensou em ouvir aquele lançamento da Beyoncé e não ter que jogar no Google Tradutor para entender ou assistir aquela série incrível sem legenda? Chegou a sua hora de alcançar o mundo sem sair de casa”

Perceba que usamos argumentos totalmente de acordo com o perfil da nossa persona. Aproveitamos necessidades evidentes e criamos outras adicionais, com o fim de evidenciar o curso de inglês como algo totalmente necessário na vida dela!

Legal, né? Pois é, escrever textos persuasivos não é algo tão difícil quanto possa parecer.

E lá vamos nós ao próximo e último passo!

Dica 5: Faça uma chamada estratégia para a ação!

Ufa, chegamos longe hein! Agora estamos na cereja do bolo!

Isso porque escrever textos bons e eficientes exige de você uma excelente conclusão.

Para isso, faça um breve resumo daquilo exposto ao longo do seu texto focando nos benefícios do seu produto e nas partes mais relevantes do conteúdo.

Aconselha-se o uso de verbos de ação. O intuito é levar o seu leitor a “COMPRAR esse produto” ou deixar o endereço de email para ter mais informações.

Para isso, seja convincente mas não invasivo nem apelativo. Pois acredite, se ao longo do texto você conseguiu atrair o leitor e fazê-lo confiar no seu produto já tem meio caminho andado!

Então, faça uma chamada estratégica como:

“Já pensou em dar adeus à CLT? Então deixe seu email conosco e receba nosso conteúdo COMPLETO sobre os negócios mais lucrativos de 2018″ ou “Sabe aquela montanha incrível que você sempre quis escalar mas ainda não pôde porque as contas estão apertadas? Ter o nosso óculos 3D te leva a lugares que nem estão no mapa! Adquira agora mesmo esse produto e tenha o mundo na palma da sua mão!”

Perceba a recorrência dos verbos de ação! Escrever textos tendo uma conclusão assim com certeza leva o leitor ao gran finale: a venda!

Gostou das dicas de como escrever textos excepcionais? Então mãos à obra!

Já sabe como escrever um texto incrível? Então, mãos no teclado!

Bom, agora com certeza você é alguém preparado para escrever textos mais eficientes que promoção da Black Friday!

Isso porque vimos ao longo deste artigo dicas e conselhos muito estratégicos na hora de como escrever textos de qualidade.

Pois, agora você já sabe a importância de conhecer o seu público-alvo em primeiro lugar, além dos benefícios de transformá-lo em uma persona.

Além disso, agora você já sabe escrever textos com títulos cativantes, apostar em uma introdução atraente e desenvolver o restante do seu texto com muita estratégia e direcionamento.

Para isso, te ensinamos a focar nas necessidades do leitor e apresentar as soluções que só o seu produto pode trazer a ele!

Além do mais, agora você já sabe criar uma conclusão mais eficiente que o sistema do Google.

Então não espere mais para escrever textos capazes de dar aquele gás nas suas vendas!

Para mais conteúdos capazes de contribuir com o crescimento da sua empresa, acesse o blog do Ideal Marketing.

2019-08-27T15:21:55-03:00

Deixar Um Comentário

Diagnóstico Gratuito do seu Marketing