Início » Redes Sociais » Conheça o novo Pixel Facebook e saiba como melhorar o desempenho on-line da sua empresa!

Conheça o novo Pixel Facebook e saiba como melhorar o desempenho on-line da sua empresa!

Publicado: 5 de abril de 2018 | Por: | Atualizado: 12 de julho de 2019.

Conhece o Pixel Facebook? Não?! Imagine analisar a eficiência das suas campanhas baseado em tempo de permanência no site, quantidade de leads ou número de acessos. Um sonho, né?! Não mais! Nós vamos te explicar como aplicar essa maravilha no seu site.

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

Se você não for o Mark Zuckerberg, este artigo é para você! Mas caso você seja, entre em contato com o Blog para fazermos a tradução do conteúdo. 😛

É isso mesmo!

Quem busca por acompanhamento de todas as informações relacionadas a tráfego de usuários no seu site, quantidade de leads obtidos, número de conversões e demais dados analíticos ligados à campanhas feitas no Facebook, precisa ler isso!

Por isso, separamos um conteúdo feito sob medida para explicar como o Pixel Facebook funciona e como você poderá usá-lo a seu favor.

Afinal, nós sabemos que conhecimento sempre deve ser compartilhado.

Dá uma olhada nos tópicos principais:

Conheça o pixel Facebook

Conheça o Pixel Facebook

Nós sabemos que o nome da ferramenta nos faz lembrar dos pixels para imagens nos trabalhos gráficos, mas nesse caso não tem nada a ver com imagens.

Quando Mark Zuckerberg pensou em criar um ferramenta de análise de dados que realmente oferecesse embasamento para a tomada de decisões em campanhas e anúncios dentro da rede social, surgiu o Pixel Facebook.

Um Pixel Facebook é basicamente um código específico colocado no código fonte do seu site para fazer um monitoramento assertivo.

Código fonte?

Bom, todo site possui uma codificação por trás do que está visível na tela. Isso significa que para um site existir, alguém projetou uma série de comandos definindo sua estrutura.

O código fonte de um site é como o coração do corpo humano. Sem ele não pode haver páginas na web, da mesma forma que sem um coração não pode haver vida.

Voltando ao Pixel Facebook…

O código do novo Pixel Facebook precisa ser colocado dentro do código fonte do seu site e assim você poderá analisar dados de acesso e outras métricas.

Ou seja, o Pixel Facebook é uma ferramenta analítica que permite medir de forma eficaz o desempenho dos anúncios feitos na rede social.

Simples, né?!

No entanto, para entender os efeitos do Pixel Facebook no seu site é preciso saber que essa análise a partir dos resultados do Facebook Ads.

O Facebook Ads é uma ferramenta da própria rede social para ajudar analistas de marketing e empresários a criarem anúncios dentro do Facebook.

Com o pixel, é possível desenvolver campanhas para os clientes que já demonstraram algum tipo de interesse no seu site ou blog. Além de ajudar a entender quais estratégias estão apresentando melhores resultados na rede social.

Faça Marketing Digital no Facebook para Criar mais Oportunidades de Negócio

Essas ações são voltadas para um determinado objetivo de monitoramento no site, como por exemplo:

  • Tráfego;
  • Permanência no site;
  • Leads (potenciais clientes);
  • Conversão.

Depois, essas informações podem auxiliar no direcionamento das campanhas para esse ou aquele perfil de cliente.

Afinal, como dissemos antes, além de fazer um anúncio voltado para o público que já demonstrou algum interesse, é possível desenvolver campanhas mais assertivas baseadas nas análises do pixel.

Só a partir dessas informações, as ações de divulgação podem ser tratadas de forma personalizada por sua equipe de marketing a fim de trazer mais potenciais clientes e conversões para o negócio.

Ou seja, o Pixel Facebook é uma ferramenta para analisar os dados das suas campanhas no Facebook Ads e rastrear os caminhos percorridos pelos usuários dentro do site.

Mas por que o código do Pixel Facebook é tão importante dentro de uma página?

Por que usar um Pixel Facebook no meu site?

Como já foi dito antes, o Facebook Ads é uma forma de ajudar a criar anúncios e analisar os dados deles na rede social.

É uma ferramenta muito utilizada por empresas que investem em estratégias de Marketing Digital, já que auxilia os empresários e analistas a saberem se um anúncio deu certo ou não, evitando assim, gastos desnecessários.

No entanto, nem mesmo trabalhando juntas no fornecimento de dados para um site, essas ferramentas são capazes de verificar dados tão bem quanto o Pixel Facebook.

E não dizemos isso porque apoiamos este ou aquele método de análise de dados, e sim porque é notável a quantidade informações “extra” que a ferramenta dispõe para uma determinada campanha.

Vamos explicar, calma!

Antes, as campanhas de anúncios feitos no Facebook Ads permitiam que você adicionasse até dois códigos por campanha no seu site, o Pixel de Rastreamento de Conversões e o Pixel de Público Personalizado.

Porém, isso gerava muitas dúvidas dos usuários quanto a correta interpretação dos dados e a utilização disso para tomar decisões. Sem falar na lentidão que ficava o site com esses códigos inseridos.

Justamente por esse último motivo em especial, o Facebook decidiu deixar tudo em um só pixel.

Agora você nos pergunta: então o que mudou e como isso ajuda o meu site?

Com essa nova “versão” do Pixel do Facebook é possível usar um único código base para diferentes objetivos.

Desse modo, o mesmo pixel poderá ser utilizado no monitoramento de conversões em um site, no número de acessos que essa página possui e na quantidade de tempo que alguém permanece no site.

Assim, o Pixel Facebook também é uma forma de direcionar as campanhas de Remarketing dentro do seu site ou blog.

Porém, o Pixel Facebook também é uma forma de direcionar as campanhas de Remarketing dentro do seu site ou blog.

Como é? Remarketing? Da onde veio isso?

O remarketing nada mais é do que uma forma de nutrir os clientes que já demonstraram interesse pelo seu produto ou serviço, mas desistiram no meio do caminho por algum motivo.

Caso você queira se aprofundar um pouco mais sobre o assunto dê uma olhada no nosso artigo sobre o que é remarketing e tire suas dúvidas.

Voltando ao Pixel Facebook…

Fizemos uma pequena comparação entre os antigos Pixels e o novo modelo para que você entenda melhor as mudanças:

Pixel de rastreamento de conversões – Mede as conversões do site como efetivação de compras ou cadastros originados de um anúncio do Facebook.

Pixel de Público Personalizado – Usado no remarketing, tem o objetivo de saber quem visitou o site e pelo que estava procurando para assim direcionar campanhas específicas para essas pessoas.

Novo Pixel do Facebook – Possibilidade de programar o monitoramento das conversões e das visitas em um site. Sem falar na chance de criar anúncios de remarketing para esses visitantes. Tudo em uma coisa só.

Esses dados recolhidos pela ferramenta são úteis aos seus investimentos em redes sociais tornando-os mais efetivos, além de auxiliar o seu negócio no direcionamento correto de cada campanha.

Mas, se esse código é a 8ª maravilha do mundo do Marketing Digital, como você pode instalá-lo no site?

Vamos explicar!

Como instalar o Pixel Facebook no meu site?

Como instalar o Pixel Facebook no meu site

Como você já sabe, é possível utilizar o mesmo pixel para recolher dados de tráfego, leads, conversão e muitos outros. Mas onde isso entra no código fonte do seu site?

Simples, no Head, ou cabeçalho, como preferir chamá-lo, mas isso vamos explicar mais para frente.

Agora você precisa entender como criar um Pixel Facebook, por isso dê uma olhada nesse passo a passo simples:

1) Com a página da sua empresa, acesse o Gerenciador de Anúncios e clique na guia Pixel;
2) Clique em criar um Pixel;
3) Nomeie o Pixel Facebook (lembre-se de dar um nome ligado ao objetivo da campanha como leads, conversão, etc.);
4) Leia MESMO os termos de uso e aceite (você vai precisar dessas informações);
5) Clique em Criar Pixel.

Esse processo vai gerar um código, ele pode ser copiado e instalado na raiz do seu site sozinho.

Outra opção é enviar por e-mail ao responsável por cuidar do gerenciamento técnico do site para que ele aplique o recurso.

Depois de instalar o código, você já pode começar a monitorar suas campanhas.

Exemplo de um código de Pixel do Facebook

Na imagem abaixo (um exemplo de pixel), você poderá ver um código separado em números. O número 1 indica em qual parte no código fonte do site precisa ficar o pixel.

O número 2 indica o código base do Pixel Facebook e o número 3 é a parte do código que você (ou o responsável pelo site) vai trocar, dependendo dos objetivos da campanha.

Clique no botão Editar para alterar esse texto.

Código pixel facebook

O código precisa ficar no Head pois é ali, no cabeçalho do site, que ficarão todos os direcionamentos para estratégias de monitoramento para uma página.

Sim, é preciso mexer no código, mas só quando você escolhe personalizar o seu Pixel Facebook de forma manual para mais de um tipo de monitoramento.

Também é possível optar pela função rápida de criação do pixel de monitoramento sem mexer no código.

Para utilizá-la é preciso ter um código do pixel já instalado e funcionando na sua página e, dentro do Gerenciador de Anúncios do Facebook, você clica em “Conversões personalizadas”.

Selecione o pixel ativo e defina a página de conversão que você deseja direcionar o código (isso vai depender dos objetivos que você tem) e pronto!

Você acabou de personalizar um Pixel Facebook sem precisar mexer nos códigos.

Em qual página inserir um Pixel Facebook?

Se você souber o objetivo do seu Pixel Facebook, seja monitorar leads, tráfego, conversão, tempo de permanência no site e tantos outros, é possível ter uma noção de qual página deverá ficar o seu código.

Algumas empresas colocam esses códigos em todas as páginas do site para monitorar principalmente o tráfego, mas o ideal é eles ficarem em páginas estratégicas, como as de agradecimento.

Isso porque essas páginas são a prova de que um usuário se realizou um cadastro lead ou efetuou uma compra.

Separamos dois exemplos para esclarecer melhor esses cenários:

  1. Se o seu objetivo for analisar o número de pessoas que visitam a página, é ideal colocar o link da sua Home no momento de criar as alternativas personalizadas.
  2. Mas, se o objetivo dessa ferramenta é a análise das conversões da sua página (seja de compra ou de potenciais clientes), é preciso colocar o link da página de agradecimento do seu site.

Outra coisa muito importante que você precisa se atentar está relacionado aos códigos de cada variação de campanha (tráfego, lead, conversão etc).

O próprio Gerenciador de Anúncios oferece estes códigos caso você queira montar um modelo personalizado de monitoramentos, por isso não se preocupe.

No entanto, se você quiser conhecer as variações de códigos, a página de Facebook para empresas oferece artigos sobre o assunto, basta clicar em “O Pixel do Facebook” no menu do canto esquerdo.

Pixel Helper

Depois de instalado o Pixel Facebook no site, verifique se o código está funcionando com a instalação de uma extensão chamada Facebook Pixel Helper.

O facebook pixel helper, ou apenas pixel helper, como também é chamado, funciona como um localizador dos códigos instalados em cada página e é muito eficiente para quem trabalha frequentemente com os dados do Facebook Ads.

Por isso, utilize o pixel helper e localize quais tipos de Pixel Facebook estão inseridos em cada página a fim de saber quais anúncios específicos estão trazendo mais resultados.

Pronto!

Você já sabe o que é Pixel do Facebook e por que ele precisa ser instalado na sua página, mas será que existem outros benefícios oferecidos pelo pixel, além de saber como rastrear Facebook?

Existem!

Processos pixel facebook

Pixel de conversão

Usados para acompanhar a eficiência das ações de marketing voltadas para a conversão de clientes no processo de vendas. Com isso é possível notar qual etapa do processo precisa de melhorias.

Existem três motivos para usar este tipo de pixel na página:

  1. Rastrear os anúncios que estão trazendo mais resultado.
  2. Otimizar o anúncio para um público com mais possibilidade de gerar cliques e conversões.
  3. Criar mais audiência para os anúncios rastreando usuários parecidos com os que já fizeram uma ação desejada.

Pixel de customização de audiência para sites

Esse Pixel é usado para remarketing, pois é possível criar um grupo de público-alvo de pessoas que visitaram o site ou demonstraram interesse nos produtos ou serviços.

É possível monitorar estes públicos customizados pelo menu no Gerenciador de Anúncios e com isso você obtém benefícios ao utilizar a ferramenta, como:

  • Criar um perfil de pessoas que visitaram o site;
  • Criar um perfil para pessoas que visitam uma página específica do seu site ou que pesquisem as palavras-chave selecionadas por você;
  • Criar um perfil de pessoas que não visitam sua página há um tempo;
  • Criar um perfil de pessoas que visitam algumas páginas esporadicamente e não outras.

Descubra os benefícios do Pixel do Facebook

São várias as maneiras de usar os dados coletados pelo rastreio de Pixel Facebook para aprimorar suas estratégias de publicidade no Facebook.

Atraia mais Visibilidade para sua Empresa com as Redes Sociais

Além disso, os benefícios da ferramenta vão além da coleta de dados. A seguir separamos uma lista das principais vantagens do Pixel Facebook.

Analisar os resultados dos seus anúncios

Saiba quais foram os resultados diretos de cada anúncio e avalie o desempenho deles. Você pode selecionar dados para cada Pixel Facebook analisar informações como conversão, leads e vendas, por exemplo.

Alcançar as pessoas certas

Encontre novos clientes a partir das visitas que seu site ou blog começar a ter.

Para isso, direcione seus investimentos na criação de anúncios voltados para as pessoas que possuem interesse no seu produto ou serviço.

Também é possível criar um perfil de público semelhante aos seus atuais clientes para alcançar outras pessoas que tenham o mesmo perfil.

Gerar mais vendas

Configure os anúncios automáticos direcionado às pessoas que estão mais inclinadas a executar ações de seu interesse na página, como um download de e-book ou uma compra.

Mas como fazer isso?

Ao analisar quem são as pessoas que ficaram um certo tempo na sua página ou que iniciaram um pedido de compras mas desistiram por algum motivo, é possível criar anúncios voltados para esse público.

Desse modo você direciona campanhas de conversão para quem já demonstrou interesse em comprar.

Bom, você já conhece o Pixel Facebook, sabe como instalar a ferramenta e também quais os benefícios de ter um código como esse. Agora vamos entender e conhecer os tipos de códigos de Pixel Facebook existentes.

Um pixel sozinho não faz gradiente

Um pixel facebook sozinho não faz gradiente

Um Pixel do Facebook pode oferecer ao site uma realidade completamente diferente do que ele aparenta ter.

Os dados fornecidos por um Pixel Facebook precisam ser analisados com cuidado para que você possa deixar as ações de divulgação para cada tipo de campanha no seu site.

Assim como em uma imagem na qual um pixel sozinho não forma a ideia geral apresentada para quem a visualiza, um único Pixel Facebook não garante por si só uma análise aprofundada de suas campanhas, por isso não faz gradiente.

E para isso, acompanhe de perto o andamento de todos os anúncios e defina quais as páginas principais que precisam de um Pixel Facebook.

Dessa forma você garante o crescimento da empresa, melhora sua taxa de conversão e permite um nível perfeito para o desempenho dos anúncios.

2019-07-12T11:10:04-03:00

Um Comentário

  1. […] Pixel Facebook é um código inserido na fonte do seu site que serve para “rastrear” a quantidade de acessos, […]

Deixar Um Comentário

Diagnóstico Gratuito do seu Marketing