Técnicas para atrair mais tráfego para seu site com marketing e-commerce

//Técnicas para atrair mais tráfego para seu site com marketing e-commerce

Por: | Publicado: 25 de outubro de 2018 | Atualizado: 11 de dezembro de 2018.

O marketing e commerce é parte essencial nas vendas de quem possui uma loja virtual. Sendo assim, aumentar o tráfego é o primeiro passo para quem deseja aumentar as visitas e as vendas de sua empresa.

Quando você decidiu criar uma loja virtual, provavelmente se preocupou em como faria para aumentar e as visitas do seu e commerce, afinal, quanto mais gente visita sua página, mais vendas.

E o marketing e commerce pode criar um novo mundo para aumentar as visitas de sua página.

E é exatamente disso que o tráfego trata, movimentação de pessoas; ou visitas.

Afinal, pessoas atraem pessoas. Ou seja, quanto mais pessoas visitarem seu site, mais pessoas serão levadas até ele.

Seja com um melhor posicionamento nas ferramentas de busca, ou com marketing de pessoas, não há como negar que popularidade aumenta as vendas.

Você está perdendo 97% do seu potencial de vendas

Quantas vezes o seu potencial cliente não estava preparado para compra? Reverta essa situação aprendendo a educar o seu mercado, criamos esse material gratuito que te ajuda a aumentar as vendas com Inbound Marketing.

Mas para isso é necessário entender o que é o tráfego do seu site e como melhorar seus números com o marketing e commerce.

Então para entender tudo sobre, veja o conteúdo que foi separado nos seguintes tópicos:

O que é tráfego?

Entenda o conceito de tráfego no marketing e-commerce

O tráfego do seu e commerce é o número que representa todos que passam pelo site. É a partir da captação e entendimento dos dados desse tráfego que você pode definir itens essenciais para seu marketing e commerce e para saber como melhorar seu tráfego.

Se você não souber quantas pessoas passaram pelo site. Como definir qual porcentagem comprou algo?

Então o tráfego será a base para a maioria das métricas que você pode (e deveria) usar ao criar loja virtual.

Por que o tráfego é importante?

Entenda a relevância do tráfego para o marketing e-commerce

Sabe quando você vai ao shopping e vê uma loja cheia?

Qual a primeira coisa que lhe vem à cabeça?

“Talvez tenha algo bom aí”.

Pode ser que esse seja um dos pensamentos que lhe vem à mente. Isso porque se outras (tantas) pessoas querem algo de lá, é possível que você também queira.

De certa maneira, o tráfego de sua loja virtual tem a mesma representação. É o “movimento” de pessoas que vai impulsionar sua divulgação, aumentar as visitas e consequentemente suas vendas.

É fato que o mercado de marketing e commerce tem sido um setor mais do que relevante no mercado, como aponta a pesquisa que estima que no ano de 2018 as vendas pela internet vão aumentar cerca de 12%, algo em torno de R$53 bilhões.

Mas nesse marketing e commerce tão farto e concorrido, você precisa se destacar de alguma maneira. Para isso veja alguns dos fatores que podem ajudar a aumentar as visitas de sua loja virtual.

Como atrair tráfego para seu e-commerce

Uma vez que você já sabe o que é tráfego precisa saber como analisar esses dados, e principalmente como aplicar mudanças que melhorem os números.

Por isso, veja agora como usar marketing e commerce para atrair mais tráfego para a página de sua empresa.

Conheça seu público alvo

Conheça o público do seu marketing e-commerce

A base de qualquer ação que seu marketing e commerce pode realizar para aumentar as visitas, é saber com quem está falando.

Não adianta criar loja virtual sem saber a quem ela está direcionada, quem a consome e quem pode vir a querer consumir.

Então a definição de público-alvo e persona de seu e commerce são os primeiros itens antes de tomar alguma medida seu relação a aumentar as visitas.

Caso não saiba, ou queira saber mais sobre público-alvo e persona, confira nossos materiais sobre os assuntos.

Divulgação Online

Saiba como fazer divulgação marketing e-commerce

Loja online, clientes online, logo; divulgação online.

Desde quando você decidiu criar loja virtual, estar presente nesse mercado digital, que abrange todos os tipos de produtos e serviços, então para se destacar, é preciso dedicar um tempo para garantir detalhes que criam a diferença em seu site para aumentar as visitas.

A divulgação online prevê exatamente o impacto no público geral que pode conhecer sua loja virtual. Mas só isso não garante o cliente realmente indo até você.

Por isso não adianta só criar a loja e esperar que a mágica aconteça sozinha, é preciso aparecer no mundo digital.

Por isso ao longo desse avanço do marketing e commerce, foram criadas diversas maneiras para aumentar as visitas e assim desenvolver o seu e commerce. E é sobre essas técnicas que vamos falar. Começando com:

Redes Sociais

Se você tem uma loja online, é bem possível que tenha pensado em marketing e commerce e criar loja virtual no Facebook. Mas talvez não faça ideia do quanto isso pode ser importante para aumentar as visitas do seu e commerce.

Isso porque de acordo com uma pesquisa baseada em dados do ano 2017, os brasileiros são segundo lugar no mundo onde os usuários gastam mais tempo das redes sociais.

E isso não refere-se somente ao Facebook, mas também Youtube, Twitter, Instagram e outras redes sociais. Sendo que diariamente das 9 horas de acesso a internet, 3 são dedicadas as redes.

São 3 horas, para aproximadamente 130 milhões de brasileiros que estão conectados em redes. É inegável a relevância disso quando se pensa em marketing e commerce para aumentar as visitas de sua loja.

Por isso um posicionamento relevante nas redes, um atendimento personalizado, uma interação direta com seus leads, pode ser uma das chaves do sucesso do seu e commerce.

Caso queira entender melhor as aplicações das redes sociais veja nosso conteúdo sobre como vender no Facebook, o Twitter para empresas e como vender pelo Instagram.

Blog

Outro ponto que pode destacar sua loja das outras, e aumentar as visitas, é um blog para marketing e commerce.

Pense em uma loja grande como a Riachuelo, a marca completou 70 anos de mercado em 2017, e por incrível que pareça só em 2017 começaram a vender online.

Mesmo já contando com o peso do nome da marca, e já tendo um site para divulgar novidades, o e commerce que só foi inaugurado ano passado, foi bem pensado.

E quando lançado, não veio só com a ideia de criar loja virtual, mas primeiro informar que agora é possível comprar online, então a primeira informação destacada era o benefício da troca grátis, e a opção frete grátis para retirada em loja.

Riachuelo: exemplo de marketing e-commerce

Ainda assim, quando criada a loja e commerce, veio também o blog.

Não só com a função do conteúdo, mas como forma de divulgação. Você não só educa seu cliente sobre um produto, como ainda oferece o produto.

Cada vez mais esse tipo de ação tem sido aplicada em lojas virtuais, pois não existe um contato direto com cliente, e por ser online, ele possui mais tempo para pensar do que uma compra presencial, onde ele pode comprar por impulso.

Por isso, é importante fazer o lead entender porque aquele produto pode ser importante e relevante.

Remarketing

Para seus possíveis clientes o remarketing vai servir como a vozinha na consciência que diz “ei, lembra de mim?”.

Ele posiciona os produtos e serviços que seu cliente visitou em veículos, como as citadas redes sociais, email marketing, e outros sites em geral.

Sempre lembrando seu cliente do que ele já viu, e passando novas sugestões semelhantes para ele.

Mas não confunda o remarketing, com o conhecido email marketing que vamos ver agora…

Email Marketing

O email marketing pode ser confundido com o remarketing. Pois também exerce a ideia de lembrete de sua loja virtual.

Mas a diferença está no conteúdo, aqui a função vem do email não só lembrar para lembrar o cliente que você existe. Mas para recordar porque ele se interessa por você.

Um detalhe importante do email marketing é entender como impedir que ele não seja visto, e acabe esquecido. Aprenda aqui como fugir do anti spam.

O email marketing vai sempre atualizá-lo de novidades, ofertas e ações do seu marketing e commerce. Aproximando sua marca do cliente, a intenção é que ele não só consuma seus produtos, mas que goste da sua imagem.

Esse recurso vai gerar fluxo de conteúdo a quem já é seu cliente, e/ou a quem só passou por seu site.

Outro detalhe, pode ser, dê valor a quem já é seu cliente. Estabeleça um prazo como 6 meses, e caso ele fique muito tempo sem comprar algo, envie um “faz tempo que não compra com a gente” e um desconto do valor que preferir.

Isso individualiza o cliente, não parece generalizado. Ele sente que a loja sabe quem ele é, e que se importa se ele ainda a acompanha.

Caso queira saber mais sobre email marketing, consulte nosso guia sobre o assunto.

Digital Influencer

Atualmente a popularidade das celebridades virtuais é ponto forte para aumentar as vendas ao criar loja virtual.

Diversas empresas enviam seus produtos para alguns desses influenciadores com intuito de divulgação.

As ações podem ser feitas através de amostras de produtos, ou parcerias pagas, as chamadas #Publi, feitas pelos influenciadores de acordo com seu público.

No Instagram, a Youtuber Nah Cardoso possui mais de 7 milhões de seguidores, e uma de suas parcerias pagas foi com a marca de esmaltes Colorama.

Exemplo de marketing e-commerce

Mas não se restrinja ao Instagram, o Youtube também é uma rede social, e é ainda a rede onde as pessoas mais passam tempo, logo, é um grande veículo para seu posicionamento.

A Youtuber Mari Maria que é maquiadora, diversas vezes realiza seus vídeos, com produtos que recebeu e dando sua opinião sobre a mercadoria.

Aplicando um ou mais produtos da marca e divulgando enquanto cria conteúdo para seu canal.

Como o exemplo da marca de maquiagens, Avon, que realizou uma campanha com a Mari Maria onde ela testa a nova base da marca.

Outro exemplo de marketing e-commerce

Repare na tag de #Publi.

Os quase 5 milhões de seguidores de Mari Maria, são um super número para aumentar as visitas do e commerce da marca.

Invista em Links Patrocinados

Os links patrocinados são aqueles no qual você investe algum valor para que eles sejam posicionados dentre os marketing e commerce.

Os dois mais fortes atualmente são os links do Facebook e do Google, então entender um pouco sobre eles, pode criar para seu e commerce uma nova opção de divulgação.

Facebook Ads

A maior vantagem desse recurso, é o direcionamento. O Facebook vai identificar, a partir dos dados que você escolher, quais usuários da plataforma se encaixam no perfil que você indicou.

O investimento em Facebook Ads é vantajoso principalmente pela garantia do retorno sobre o investimento (ROI).

Logo, seu anúncio só será apresentado a pessoas que o Facebook já identificou como possíveis leads.

Isso impulsiona a divulgação da sua loja, ajuda a aumentar as visitas, e por fim suas vendas.

Além é claro, das chances do seu cliente seguir seu e commerce na rede social, e ainda ir consumindo seu conteúdo digital mesmo depois de um compra concluída.

Se quiser saber mais sobre Facebook Ads veja nosso post.

Google Adwords

“Só” o site mais acessado pelos brasileiros, com quase 5 milhões de acesso no mês!!!

O Google é a ferramenta de busca mais usada no mundo. Ele apresenta resultados de acordo com as pesquisas feitas pelo cliente. Mas claro que não foi só você que pensou em criar loja virtual e aparecer no Google.

Então caso você queira um retorno rápido dentro desses 5 milhões de acessos, o Google Adwords pode ser a ferramenta certa de marketing e commerce para aumentar as visitas da sua loja.

Ele posiciona seu e commerce nos primeiros resultados de pesquisa, destacando ele dentre tantos concorrentes.

Além disso, um benefício é a opção Pay Per Click (pague por clique), onde você destaca sua marca nos primeiros resultados, e só paga por clique de usuários e não pelo serviço de destaque.

O que garante como o Facebook, uma boa taxa de ROI.

Se interessou pelo assunto? Então veja nosso material sobre o Google Adwords, e aprenda mais sobre.

Acredite no Posicionamento Orgânico (seo)

O posicionamento orgânico, é o oposto dos links patrocinados, ele não requer investimento financeiro.

É baseado em destacar seu marketing e commerce baseado no conteúdo que você oferece. E usa desse conteúdo para assimilar a pesquisa do cliente no site de busca, à sua página.

Para isso o Google baseia-se em palavras chaves. Quanto mais semelhança houver entre seu conteúdo e a palavra chave da pesquisa, melhor sua posição no ranking de pesquisa.

Tenha conteúdo relevante

Ofereça conteúdo relevante por meio do marketing e-commerce

Como você já sabe que o posicionamento orgânico depende de conteúdo, o aplique.

Para o conteúdo, o citado blog, pode ser uma das fontes desse conteúdo. Mas criar loja virtual não pode depender só disso.

Por isso opções como as descrições de produto podem auxiliar a aumentar as visitas de sua loja.

As boas descrições podem explicar melhor o que é, e a funcionalidade do seu produto. Isso não só auxilia no posicionamento por palavra chave, como auxilia na taxa de conversão, já que a clareza do conteúdo é essencial na decisão do conteúdo.

Avaliações também são uma opção de auxílio de marketing e commerce para aumentar as visitas.

Caso você venda seu produto com o nome “aparelho de áudio portátil” e seu cliente esteja pesquisando por “MP3”, provavelmente você não vai aparecer nos resultados de pesquisa.

Mas se alguém que já tenha comprado com você, em algum momento fez uma avaliação com a palavra chave “MP3”, mesmo você não usando a palavra, suas chances de aparecer são melhores com essa avaliação.

Ofereça Promoções

Ofereça promoções por meio do marketing e-commerce

Como diz o ditado “de graça até injeção na testa”, tudo que possui o melhor custo possível vai se tornar atraente para alguém.

Descontos

Então se você oferece um produto ou serviço, e aplica alguma vantagem além da aquisição, como desconto, frete grátis, ou um brinde, você atrai não só os que já te conhecem, como novos leads.

Dessa maneira aumentar as visitas acontece naturalmente através da própria movimentação do site.

Mas seja autêntico, inventar descontos irreais, e esperar que seu cliente acredite pode ser arriscado a longo prazo, talvez ele feche a primeira compra, mas não garante uma conexão entre seu e commerce e o cliente.

Up Selling + Cross Selling

Apesar de não ser uma função muito utilizada, ela existe. E não demanda investimento constante, uma vez aplicada no site, o resto só depende do seu cliente.

O Up Selling refere-se a opção de upgrade na compra do cliente.

Por exemplo, você vende aparelhos celulares, e um cliente deseja comprar aparelho X por R$999,00. Então seu site com Up Selling já indica na página do celular X, o celular Y e os benefícios que ele possui, que é superior ao X e está por R$1099,00.

Caso o cliente se interesse, o produto X é substituído pelo produto Y no carrinho, e só um é adquirido, mas um produto superior, logo maior o lucro do seu e commerce.

Já o Cross Selling, vai cruzar os produtos. O site com essa função, vai identificar quais produtos podem agregar no que já foi escolhido pelo cliente.

Usando o mesmo exemplo do aparelho celular, seu cliente buscou pelo celular Y, e enquanto visualiza o produto, o site oferece uma capinha para aquele celular.

Se o cliente aceita a oferta, os dois produtos são adicionados ao carrinho e os dois adquiridos.

Feche com chave de ouro para ninguém escapar

Faça uso do marketing e-commerce para aumentar as vendas

Agora que você já sabe o que é tráfego de um site, e algumas maneiras de como usar algumas técnicas para melhorar esse métrica, podemos encerrar o assunto um detalhe.

E esse último assunto pode soar confuso, mas acredite, se seu site não for seguro. Ele não vai sequer manter o tráfego que já teve, menos ainda aumentar as visitas.

Para que você tenha sucesso, é necessário garantir a segurança das pessoas que já conhecem seu site.

Para só então, atrair novas pessoas.

Assim aplicando as dicas que você viu aqui, as pessoas que já te conhecem, vão falar do seu e commerce para outras pessoas.

Então agora que você já conhece uma diversidade de vantagens e meios de trabalhar o seu tráfego, já pode começar a coletar e estudar os dados do site de sua empresa.

E para conhecer outras técnicas de Marketing Digital, acompanhe o blog Ideal Marketing para novas dicas de como aumentar o sucesso do seu negócio.

2018-12-11T09:54:40+00:00

Deixar Um Comentário