Aprenda a produzir Marketing de Conteúdo para Redes Sociais

//Aprenda a produzir Marketing de Conteúdo para Redes Sociais

Por: | Publicado: 30 de janeiro de 2018 | Atualizado: 28 de novembro de 2018.

Investir em Marketing de Conteúdo para Redes Sociais é uma das principais estratégias do Marketing Digital. Essa prática é fundamental para a fidelização de clientes e potencializa a geração de novas oportunidades de negócio.

Se o foco é criar uma estratégia eficiente de Marketing de Conteúdo para mídias sociais é necessário saber exatamente qual é o gosto do seu público, conquistá-lo pelos seus interesses e mantê-los próximos através de posts relevantes nas mídias sociais.

Segundo o estadunidense Joe Pulizzi, fundador do Content Marketing Institute, “Marketing de Conteúdo é uma abordagem estratégica de marketing focada em criar e distribuir conteúdo valioso, relevante e consistente focado em atrair e reter um público-alvo claramente definido — e, em última análise, conduzi-los a ações rentáveis como consumidores.”

Mas não adianta ter a melhor estratégia de Marketing de Conteúdo feita, se ela não será aplicada nos canais certos de divulgação, como as Redes Sociais.

As Mídias Sociais são grupos ou espaços específicos no ambiente digital que permitem o compartilhamento de conteúdos, sejam eles de texto, arquivo, imagem, fotografia, vídeo e assim por diante.

Confira no artigo como unir a estratégia de Marketing de Conteúdo às Redes Sociais para criar estratégias eficientes em termos de resultados, aumento de visibilidade on-line e do crescimento nas vendas através do Marketing em Mídias Digitais.

Porque o Marketing de Conteúdo para Redes Sociais é um investimento certeiro?

Marketing de Conteúdo para Redes Sociais

Atualmente, as Rede Sociais fazem parte da vida das pessoas no mundo inteiro e no Brasil esse cenário não é diferente.

Segundo dados de 2017 da Content Trends, posts em Redes Sociais e em blogs são as táticas mais usadas por empresas em suas estratégias de Marketing de Conteúdo, sendo 85,3% os dados referente à geração de conteúdo para redes sociais e 65,3% aos blogs.

É possível entender então que cada vez mais elas se tornam influenciadoras do comportamento dos usuários, tendo espaço também para interferir na decisão de compra deles, afinal  74% dos internautas brasileiros pesquisam na rede sobre produtos antes de comprá-los off-line, segundo pesquisa da comScore.

Mas por quê a produção de conteúdo para Redes Sociais é um investimento certeiro para as empresas que visam investir em estratégias responsáveis por trazer resultados positivos tais como o  aumento de visibilidade on-line e o crescimento das vendas?

Para te explicar, trazemos algumas estatísticas sobre o Marketing de Conteúdo em si e sobre as Redes Sociais:

Marketing de Conteúdo

Cerca de 70% das empresas no Brasil já utilizam Marketing de Conteúdo. (Content Trends | Rock Content);

Atualmente, as empresas nacionais vêm investindo cada vez mais em Marketing de Conteúdo, como é o caso da Cacau Show.

Dê uma olhada em como é trabalhado o conteúdo do site institucional de uma das maiores redes de chocolates do mundo:

Viu só? A empresa trabalhou muito bem o conteúdo textual e o conteúdo gráfico.

Ela investe inclusive na produção de vídeos, gerando ainda mais engajamento por parte dos usuários.

A empresa brinca com as palavras, com as imagens e com a disposição do conteúdo na página.

Tudo impecável, não? Não é à toa que é um case de sucesso do Marketing de Conteúdo atualmente.

O marketing de conteúdo é 62% mais barato em relação ao tradicional e gera o triplo de leads, de acordo com o DemandMetric;

Tem empresas que, atualmente, não gastam praticamente nada para criar conteúdo, diferente do Marketing Tradicional.

A Nubank, por exemplo, é uma das empresas que não gastam quase nada para produzir seus materiais e cresceu de maneira exponencial em poucos anos.

Foi feito um estudo global de marketing “Breakthrough Brands”, o qual mostrou que a nova empresa de cartões de crédito vem gastando “nada” em marketing e se tornando referência em estudo mundial da Interbrand. Confira aqui a matéria na íntegra.

68% das agências que adotam marketing digital para si mesmas utilizam marketing de conteúdo. (Panorama das Agências Digitais 2016 | Rock Content);

A Risqué, por exemplo, empresa de esmaltes, investe no Marketing Digital e tem o Marketing de Conteúdo como seu principal aliado para enriquecer a estratégia on-line.

A empresa investe bastante em ações digitais visando estreitar ainda mais o relacionamento com seus clientes e tornar o negócio cada vez mais conhecido por clientes e comerciantes, por exemplo.

Talvez uma das ideias mais inovadoras da empresa tenha sido a criação do simulador.

Essa ferramenta te permite simular como a cor dos esmaltes ficará na sua unha.

Interessante, não é?

Dê uma olhada no site da empresa, inclusive no próprio simulador, para entender ainda mais como o ambiente digital oferece diversas oportunidades para inovar, principalmente quando atrelado ao Marketing de Conteúdo e às Redes Sociais.

Organizações que investem mais de 25% do seu orçamento em conteúdo se consideram 30% mais bem-sucedidas.  (Content Trends | Rock Content);

A Tigre, empresa de produtos do mercado predial, infraestrutura, irrigação e industrial, é um dos cases de sucesso da atualidade.

A empresa investe muito na inovação on-line.

Ela criou uma plataforma responsável por auxiliar tanto profissionais da área, quanto gestores, a se desenvolverem melhor, chamada “Mundo Tigre”.

Aqui as pessoas contam com o aplicativo, treinamentos e interações com o objetivo de agregar valor aos profissionais do mercado civil, ou seja, é uma plataforma educacional.

Essa estratégia é responsável por muito sucesso, por isso a empresa não para de investir em seus conteúdos.

Mídias sociais é uma das estratégias mais comum de marketing de conteúdo adotadas por 87% dos profissionais da área.

Confira novamente como a Cacau Show atrelou a estratégia de Marketing de Conteúdo à possibilidade de compartilhamento e divulgação de conteúdos nas Redes Sociais em sua página institucional:

Aqui a empresa usou o conteúdo textual bastante alinhado ao visual.

A leitura é leve, acessível e vendedora. Além disso, a empresa disponibiliza os ícones para possíveis compartilhamentos de conteúdo.

Redes Sociais

A instituições que publicam em redes sociais têm 10 vezes mais visitas se comparadas àquelas que não publicam. (EduTrends, 2016);

A Starbucks é uma das empresas que investem na comunicação como principal ferramenta de conexão entre marca e público, por isso ela trabalha bem em sua estratégia de Marketing de Conteúdo para Redes Sociais.

A estratégia da marca foca no atendimento do público nas redes sociais, a partir da produção de conteúdo para redes sociais, tal como interações com os fãs e postagens diárias, fazendo aumentar o número de visitas.

O Starbucks, através das mídias sociais, aumenta gradualmente sua audiência e fez a marca conquistar mais de 3 milhões de fãs no Twitter e 35 milhões de curtidas na sua página oficial do Facebook.

Nem precisamos dizer sobre o sucesso da estratégia, não é?

A marca é considerada uma das mais reconhecidas no mundo ao longo dos anos e seu faturamento ultrapassa os 9 bilhões de dólares e também o sucesso da empresa pode ser encontrado nas Redes Sociais.

2,8 bilhões de pessoas utilizavam redes sociais até o final de 2016. (Hootsuite, 2017);

Para você ter dimensão do número de pessoas que utilizam as Redes Sociais atualmente, dê uma olhada na quantidade de seguidores que as páginas a seguir têm no Facebook:

No Brasil, com cerca de 60.035.153 seguidores, a página de Neymar Jr. é a mais popular.

Já no mundo, também craque do futebol, a página mais popular é a de Cristiano Ronaldo.

A página do craque conta, com aproximadamente o dobro de seguidores que a página de Neymar Jr. Atualmente, Cristiano Ronaldo tem cerca de 120.583.672 de seguidores.

Incrível, não é?!

Mas não são apenas os craques que contam com toda essa visualização.

As empresas também conseguem incrível destaque nas Redes Sociais, como é o caso da Coca-Cola, como é o caso.

A marca tem uma estratégia incrível de Marketing de Conteúdo nas mídias sociais, por isso conta com cerca de 107.047.852 seguidores.

Acho que já deu para entender que não é pouca a quantidade de pessoas presentes no ambiente on-line, não é?

Imagina então investir na geração de conteúdo para redes sociais para atingir a todas essas pessoas?! Parece incrível, não?

72% das pessoas afirmam que os posts nas redes sociais são o principal formato de conteúdo consumido. (Content Trends, 2017);

Os posts são as formas mais populares de produção de conteúdo para redes sociais.

Não é à toa que são também o formato mais consumido pelos internautas.

Confira a quantidade de “likes” a postagem da Risqué conquistou:

109 mil pessoas interagindo com seus posts e 3.140 compartilhamentos realizados são dados bem interessantes, não acha?

O que prova o alcance que as postagens podem ter, assim como o poder do marketing em mídias sociais.

92,1% das empresas brasileiras estão presentes nas redes sociais. (Social Media Trends, 2017);

Uma das empresas brasileiras que não ficou de fora dessa tendência de marketing nas redes sociais foi a Guaraná Antarctica.

A empresa é outro sucesso de Marketing de Conteúdo para Redes Sociais e conta com cerca de 15.719.542 seguidores no Facebook, por exemplo.

As empresas afirmam que as principais vantagens das redes sociais são: divulgar a marca (77,4%), engajar a audiência (63,2%), aumentar tráfego no blog/site (50,3%), ampliar as vendas e o número de clientes (48,5%). (Social Media Trends, 2017);

Esse é o caso do Nubank, por exemplo.

A empresa cresceu muito nos últimos anos e tem uma proposta 100% digital.

Sendo assim, sua presença nas Mídias Sociais é bastante forte, principalmente por ser atrelada à uma incrível estratégia de Marketing de Conteúdo.

92% dos profissionais de marketing dizem que as mídias sociais são importante para seus negócios e 90% deles indicaram que seus esforços de mídia social geraram mais reconhecimento para seus negócios. (Social Media Examiner, 2015);

Segundo Ygor Canazar, do blog Administradores, “ter presença nas redes sociais significa estar onde o seu público-alvo está. E, quanto mais visto pelas pessoas que se interessam pelo que você oferece, mais rápido o seu negócio vai crescer.”

Confira o artigo publicado pelo redator ano passado, no qual ele fala da importância das Redes Sociais nas empresas.

Mais de 56% dos adultos on-line usam mais de uma plataforma de redes sociais. (Pew Research Center, 2016).

Vamos fazer um exercício simples?

Olhe para seu celular e confira quantos aplicativos de Mídias Sociais você tem nele.

Alguns, não é?

Provavelmente nesta lista estão: Facebook, Messenger, WhatsApp, YouTube, Instagram, Snapchat e mais alguns outros.

E acredite, assim como você, inúmeras outras pessoas no mundo acessam mais de uma plataforma on-line de rede social.

Esses números mostram a existência de uma grande oportunidade de melhorar sua imagem e aumentar sua probabilidade de fechar negócio através das Redes Sociais e uma boa estratégia de Marketing de Conteúdo.

Entenda como criar conteúdo de qualidade para as Redes Sociais

O primeiro passo a ser dado na criação de um conteúdo de qualidade para as suas redes sociais é conhecer totalmente seu público-alvo. É preciso saber:

  • O que ele gosta;
  • Quais redes sociais ele frequenta;
  • Quais assuntos ele mais comenta em suas redes sociais favoritas.

O segundo passo é criar conteúdo para fidelizar o leitor e fazê-lo entender que você não precisa falar apenas de si mesmo.

Então busque compartilhar nas mídias sociais conteúdo de outras fontes, mas que sejam relevantes ao seu público.

O terceiro passo é produzir e trabalhar em cima de planejamentos e cronogramas, pois segundo dados de 2017 da Social Media Trends, as empresas que investem em um calendário editorial definido para redes sociais apresentam uma média de visitas 2,8 vezes maior em comparação às que não se planejam.

Mas afinal, o que é conteúdo?

Vale dizer que conteúdo não se limita apenas a textos, pelo contrário, conteúdo é tudo! Arquivos, imagens, fotografias, ilustrações e vídeos também são formas de conteúdos, por exemplo.

Segundo dados da Mass Planner de 2015, infográficos são apreciados e compartilhados em mídias sociais 3 vezes mais do que qualquer outro tipo de conteúdo, por exemplo, e a Buffer em 2014 trouxe a informação de que conteúdos visuais têm 40 vezes mais probabilidade de serem compartilhados nas mídias sociais que os demais.

Exemplo de infográfico:

Mas além dos infográficos, vídeos e podcasts estão sendo cada vez mais usados atualmente.

Vídeos

Uma estratégia fantástica atualmente na criação de conteúdo para redes sociais é a produção de vídeos.

Utilizá-los em sua estratégia de Marketing de Conteúdo, além de trazer resultados incríveis para o seu negócio, ainda te possibilitará inovar junto à concorrência, principalmente nas Redes Sociais.

Inúmeras empresas, atualmente, investem em vídeos inseridos na capa do Facebook, já viu?

Exemplo do Guaraná Antártica:

Exemplo do Starbucks:

Dê uma olhadinha agora nos vídeos de capa Starbucks!

Um mais incrível que o outro, não é?

Além de tornar tudo mais leve, os vídeos geram retornos sensacionais para o seu negócio.

52% dos especialistas em marketing afirmam que conteúdos apresentados em vídeo geram maior retorno de investimento, inclusive, experts afirmaram que em 2017 os vídeos representaram cerca de 69% do tráfego on-line e em 2018 esse número aumentará para 79% aproximadamente.

Ou seja, não tem como fechar os olhos e deixar de olhar para essa estratégia.

O Marketing de Conteúdo para mídias sociais tem oferecido resultados incríveis para as empresas, assim como pode ver até agora.

Podcasts

Outra estratégia que vem fazendo bastante barulho é chamada de podcast.

Podemos dizer que podcasts são como programas de rádio. Geralmente são produzidos em áudio e ter permitem ouvir o que quiser, na hora que bem entender.

Você pode tanto ouví-los on-line, quanto baixar o conteúdo para guardar e ouvir quando quiser.

Com os podcasts você pode conhecer qualquer tema: cinema, TV, literatura, ciências, profissionais, política, notícias, games, culturais, religiosos, educacionais, humorísticos, musicais, esportivos e assim vai! Depende apenas da sua criatividade e demanda.

Um podcast que tem feito muito sucesso é do projeto Escriba Café, o qual trabalha apenas com temas históricos, mistérios e curiosidades humanas.

Dá uma olhadinha no conteúdo (basta clicar em um dos podcasts e escutar)!

Perceba que a qualidade do áudio para esse recurso on-line deve ser impecável.

Quanto melhor e mais interessante for o conteúdo dos seus podcasts, mais conhecidos eles serão. E as Redes Sociais serão ótimas para tornar seu conteúdo conhecido.

Personalize conteúdos nas redes sociais

Antes de produzir e divulgar qualquer conteúdo é fundamental se questionar: este conteúdo é realmente relevante para meu público?

Essa relevância deve ser baseada tanto na solução de uma dúvida ou na satisfação de uma necessidade momentânea do usuário.

Por exemplo:

Como pode ver, a Cacau Show trabalhou sua estratégia de Marketing de Conteúdo e oferecer a possibilidade de compartilhamento do conteúdo nas Redes Sociais.

A questão é: notou o que e como ela conversou com o público?

Ela ofereceu um conteúdo leve, bonito, com informações relevantes sobre o produto, inclusive colocou uma tabela nutricional para ser checada, e tudo isso com uma linguagem engajadora.

A partir do texto, o consumidor pôde entender e decidir se é aquele o produto que ele está buscando, principalmente quando ele ainda pôde conferir a tabela, a qual agregou ainda mais informação ao cliente.

É disso que estamos falando!

Entregar conteúdo relevante com a linguagem ideal para o seu público-alvo faz toda a diferença.

Ou seja: estratégia é tudo! Pare e planeje com cuidado sua estratégia de Marketing de Conteúdo para Redes Sociais, afinal ela será responsável por grande parte do seu sucesso.

Outro ponto essencial a ser levado em consideração é que os conteúdos precisam ser personalizados para cada uma das redes sociais, tanto para não correr o risco de obter conteúdos copiados, quanto pelo fato de cada rede social oferecer uma forma distinta de se comunicar.

Nesse caso, estamos falando de quando o conteúdo é criado para uma rede social específica.

Diferente da Cacau Show, nesse caso, pois ela criou o conteúdo do site e permitiu que os usuários o compartilhe nas redes sociais.

Mas para explicar melhor selecionamos algumas das principais redes sociais usadas no Brasil e apresentamos algumas dicas de como criar conteúdos adaptados às suas especificidades, de acordo com os princípios do Marketing de Conteúdo.

Facebook

O Facebook é a Rede Social mais usada no Brasil e no mundo!

Até o fim de junho de 2017 ele contava com 2 bilhões de usuários, sendo por volta de 110 milhões de usuários brasileiros registrados e aproximadamente 50 milhões de páginas de marcas, empresas e personalidades.

Investir em Marketing de Conteúdo para Redes Sociais como o Facebook não é tarefa tão complicada, pois a rede trabalha com diversos formatos de conteúdo.

O difícil é saber articular tudo de maneira estratégica, adequando-se ao seu público-alvo e ao posicionamento da própria empresa, sem fugir do objetivo estipulado na hora de montar sua estratégia de Marketing Digital nas redes sociais.

A Coca-Cola é uma das empresas que trabalha bem esse conceito nas Redes Sociais. Confira:

De maneira engraçada e simples, a Coca trouxe o espírito Natalino para essa publicação.

Ela brincou com um ditado popular e trabalhou a divulgação da Coca-Cola Zero Açúcar em uma divulgação rica em texto, gif e hashtags.

Mas calma aí, o que é essa hashtag #PraCegoVer?!

Pois é, a Coca foi ainda mais além!

A #PraCegoVer é um projeto da baiana Patrícia Braille que visa disseminar a cultura da acessibilidade nas redes sociais e tem por princípio a audiodescrição (tradução e transformação de imagens em palavras) de imagens para apreciação das pessoas com deficiência visual.

Mas enfim, o projeto é incrível e você pode entendê-lo melhor em sua página do Facebook.

O legal aqui é entender que além do conteúdo da Coca que trabalhou linguagem ideal do público-alvo e divulgou o produto em pauta, a marca ainda utilizou a postagem para fazer um incentivo a um projeto social, disseminando ainda mais o conceito nas Redes Sociais

Bacana, não é?

Então faça como a Coca e não deixe de inovar! Hoje é possível investir em vários formatos de conteúdo no Facebook e alguns pontos são fundamentais para adquirir resultados benéficos, tais como:

  • Uso de lives (transmissões ao vivo);
  • Respostas aos comentários feitos em sua página ou perfil;
  • Postagens que influenciam no engajamento do público;
  • Não “floodar”, ou seja, não postar conteúdos repetidos em um intervalo curto de tempo;
  • Criação de grupos, concursos e eventos.

LinkedIn

O LinkedIn tem cerca de 300 milhões de usuários cadastrados em mais de 200 territórios. Dentre eles, o Brasil é o terceiro país com maior público do mundo presente na rede social.

Olha aí a chance de trabalhar o Marketing de Conteúdo nessa rede social!

O LinkedIn é uma rede social corporativa e para quem sabe dosar os conteúdos com tons formais e informais, achando um meio termo adequado para o seu negócio, encontra a receita de um conteúdo atrativo e interessante.

Essa rede social não é tão versátil quanto a citada no tópico anterior, um dos conteúdos mais buscados pelos usuários no LinkedIn é a respeito de dados e insights sobre as empresas, tais como o tráfego do seu negócio, o quadro de funcionários, as metas conquistadas e assim por diante, pois isso demonstra como estão as empresas em números exatos.

Mas olha só um exemplo de postagem do Bradesco:

Mesmo sendo uma rede corporativa que necessita de conteúdos mais sóbrios, o Bradesco é um exemplo de empresa que sabe dosar bastante o tom das palavras para tornar as postagens atrativas e interessantes, mesmo sem sair da linha adequada do negócio.

Aqui o Bradesco apresentou a nova vertente de negócio do banco de maneira informativa, criativa e interativa.

O banco usou, além do conteúdo textual, um vídeo para tornar o conteúdo mais palpável e olha quem apareceu novamente! Sim, a #PraCegoVer!

Ou seja, o LinkedIn também permite inovações, tal como o apoio a projetos, uso de hashtags, vídeos e assim por diante.

Bastante didático, não?

Não é à toa que a empresa conta com mais de 200.000 seguidores no LinkedIn!

Além disso, é válido investir em postagens de anúncios sobre vagas, mudanças na empresa que possam interessar ao público, novidades na administração e informações que demonstrem vantagens sobre a concorrência.

Lembre-se: Não é necessário usar o ultra formalismo. Sua empresa pode ser leve, engraçada e tudo o que ela deseja sem perder o “feeling” do LinkedIn.

Formas interessantes de trabalhar o Marketing de Conteúdo nessa rede social também podem ser feitas através de:

  • Espaços disponibilizados para discussões;
  • Realizar posts com integração do SlideShare;
  • Guest posting como a chave do sucesso.

Instagram

O Instagram tem 800 milhões de usuários ativos por mês e 500 milhões por dia.

Com essa rede social as empresas têm um canal para transmitir o espírito do negócio de uma maneira mais humanizada e próxima ao público.

Além disso, por ser constituída de fotos e vídeos, a rede social é perfeita para exibir os seus produtos, ser criativo e entreter a sua audiência.

Uma empresa que vem sendo ótima referência em Marketing de Conteúdo para Redes Sociais é a Marisa. Dê uma olhada na postagem:

Além de uma imagem de incrível qualidade, a empresa falou do produto de maneira simples, porém atrativa.

Imagine se a empresa fosse fria, desinteressante e se expressasse com uma linguagem completamente rebuscada.

Nada bacana, não é? Ainda mais para o caso de falar sobre preços. Por isso existe toda a estratégia planejada por trás de cada postagem.

O Instagram está em aprimoramento constante. Essa é uma das Redes Sociais que mais passou por atualizações, uma delas é a adição dos “stories”, por exemplo, no qual as imagens e vídeos ficam expostas por 24h, oferecendo uma ação mais dinâmica e uma nova forma de produção de conteúdo para redes sociais.

Uma boa estratégia de divulgação no Instagram conta com:

  • O uso de #hashtags;
  • A produção de stories;
  • As reportagens de conteúdos divulgados;
  • Integração com outras mídias sociais.

O Instagram, assim como o Facebook, comporta conteúdos bastante diversificados, tornando-se uma rede social bastante dinâmica e interativa.

Sendo assim, saber usar essa rede social a favor de um bom plano de Marketing de Conteúdo é assertivo e gera grandes resultados para o negócio, desde visibilidade até o aumento de vendas.

YouTube

O YouTube é uma das Redes Sociais mais usadas no mundo, inclusive, é a segunda delas.

Ele conta com cerca de 82 milhões de usuários ativos no Brasil, tornando-o a segunda rede social mais usada no país também.

A cada minuto a plataforma de vídeos ganha 100 horas de novos vídeos e 6 bilhões de horas de vídeo são vistas todo mês no Youtube.

A rede passa por constantes atualizações, principalmente a respeito de suas políticas internas, por isso é importante estar atento a qualquer mudança na hora de assegurar a permanência de seus vídeos em sua plataforma.

Para trabalhar o Marketing de Conteúdo para Redes Sociais como o YouTube é necessário seguir algumas dicas:

  • Descubra o formato ideal de vídeos (Tutoriais, bastidores, música, palestras, jogos ou vlogs) a partir do estudo do seu público-alvo;
  • Conte histórias, não se prenda apenas a conteúdos institucionais, torne-os mais dinâmicos e interessantes;
  • Utilize com qualidade e criatividade as anotações e legendas do vídeo.

O YouTube oferece um mundo de opções para produção de conteúdo, mas o primeiro passo é saber o que realmente agrada seu público. Depois é começar a investir em material de qualidade.

Exemplo:

O Nubank tem investido muito em produção de vídeos como estratégia de marketing digital para redes sociais, nos quais eles explicam sobre o produto, como ele funciona, oferece passo a passo das ações, como lidar com o aplicativo deles e assim por diante.

Essa prática traz o usuário mais para perto da Instituição, afinal eles usam exatamente a linguagem do público-alvo da empresa dentro e fora das Redes Sociais. Com isso eles estão ganhando cada vez mais força e solidificando a marca no mercado.

Google Plus

Embora não pareça, essa é uma das mídias sociais mais usadas pelos brasileiros, fazendo o maior sucesso entre pessoas de 45 a 60 anos.

A maior vantagem do Google+ é a sua capacidade de integração com os outros produtos Google (buscas, Youtube, Hangout, e-mail etc.).

Para ter um conteúdo para redes sociais de destaque no G+:

  • Crie círculos de interesse;
  • Nutra comunidades;
  • Faça contatos através do Hangouts.

Sabe quem é muito famoso por lá?

Ele mesmo! Snoop Dogg.

O cara tem mais de 9 milhões de seguidores!

E não é apenas ele que vemos por lá. Britney Spears também faz sucesso, Marck Zuckerberg e até mesmo o Terra, site de notícias.

A rede social permite sincronizar os serviços do Youtube ao Vivo, chamando os usuários a participar de suas transmissões e acompanhar em tempo real tudo o que é exibido em seus vídeos.

Para isso, planeje conteúdos dinâmicos, como palestras, eventos de demonstração e até mesmo um perguntas e respostas ao vivo com o seu público, sempre focando no tipo de atração que faz mais sucesso no seu mercado de atuação.

Twitter

O Twitter tem mais de 1 bilhão de usuários e 46% deles tuitam pelo menos 1 vez por dia. Com isso, todos os dias são postados cerca de 500 milhões tuítes.

Dentre as Redes Sociais de sucesso, essa tem uma particularidade muito importante: o limite de caracteres, 140 especificamente. Embora atualmente ela tenha expandido esse limite quando o conteúdo é postado junto à links, imagens, gifs e vídeos. Isso faz com ela se torne mais despojada e muito mais voltada para cotidianos, por exemplo.

Para a produção de um bom conteúdo e uma prática assertiva de Marketing Digital nas Redes sociais:

  • Esteja atento aos Trending Topics (assuntos mais comentados do momento);
  • Não se preocupe apenas com os 140 caracteres, afinal o Twitter já permite o uso de uma quantidade maior de caracteres, desde que junto ao texto seja trabalho um vídeo, imagem, gif ou afim;
  • Compartilhe e divulgue vídeos, gifs e tudo mais que você quiser.

Lembre-se sempre de variar nas suas postagens, mas mantendo sempre a linguagem e a identidade visual definidas para sua empresa.

Dica: Bom humor é sempre um ponto positivo! Principalmente na criação de conteúdo para mídias sociais tão dinâmicas como o Twitter.

Confira exemplos de marcas que souberam encarar a situação e as interações com bom humor, por mais atípicas que elas fossem:

Com certeza, essas marcas dominaram a situação, fizeram a alegria de seus usuários nas Redes Sociais e geraram uma imagem positiva neles.

Como começar a ganhar seguidores nas Redes Sociais?

A questão é, como começar a ganhar seguidores na Redes Sociais se acabei de começar a investir na estratégia de Marketing de Conteúdo para elas?

O mais indicado nesse primeiro momento é investir em anúncios pagos, ou seja, Ads, ele será responsável por te ajudar na tração de seguidores e na estratégia de marketing nas redes sociais.

Os Ads são serviços de publicidade paga nas Redes Sociais, nos quais cada canal de divulgação tem sua plataforma específica. Por exemplo:

  • Face Ads;
  • Link Ads;
  • Insta Ads.

Quando você investe em anúncios pagos nas mídias sociais, você dissemina mais seus conteúdos, pois eles mostram a sua publicação para pessoas que não te seguem e, por isso, sua visibilidade aumenta, gerando mais compartilhamentos e, naturalmente as pessoas têm mais acessos aos seus conteúdos.

Pare de perder tempo e invista nas redes sociais!

Agora você está pronto para começar a investir em Marketing de Conteúdo para Redes Sociais.

Observe sempre como o seu público reage a todas suas ações on-line. Aos poucos você vai descobrir o que funciona bem e o que não funciona em suas postagens, te possibilitando a ficar ainda mais perto dos seus clientes.

Outra dica! Interaja com outros perfis. Além de gerar mais engajamento para o seu negócio nas redes sociais, sua visibilidade aumenta, possibilitando o aumento de clientes interessados nos seus produtos/serviços e, consequentemente, aumenta o volume de vendas.

2018-11-28T11:37:50+00:00

Deixar Um Comentário