Principais fatores de rankeamento no Google

//Principais fatores de rankeamento no Google

Por: | Publicado: 1 de fevereiro de 2018 | Atualizado: 30 de novembro de 2018.

Rankeamento no Google, o que é isso? Você já se perguntou quais são os critérios do Google para posicionar os sites dentro das páginas de pesquisa ou por quê esse posicionamento é tão importante para o seu negócio? Então este conteúdo é para você!

Um bom posicionamento orgânico pode gerar muito resultado e mudar a vida de pessoas e empresas, afinal ele impacta diretamente no faturamento, visitas do site, visibilidade da marca, entre outros fatores.

O rankeamento do Google é feito com o intuito de organizar e ensinar como rankear conteúdo para apresenta-los como melhores resultados aos usuários no momento da busca.

Os algoritmos do Google, que são os padrões estipulados para realizar o posicionamento de páginas, não foram totalmente revelados, mas já divulgaram muitos deles.

O Google faz um ranking conforme seus parâmetros de qualidade.

É como se ele tivesse uma checklist e analisasse ponto a ponto para determinar as páginas de melhor qualidade e posicioná-las em destaque.

Foi assim que surgiu a necessidade da criação de uma estratégia de SEO (Search Engine Optimization), a qual é um conjunto de otimizações responsáveis por influenciar de forma positiva o posicionamento orgânico.

Descubra como crescer sua empresa com Marketing Digital

Pare de perder espaço no mercado! Tudo que você precisa saber sobre as tendências de Marketing Digital reunidas neste eBook Gratuito.

O seu rankeamento no Google, além de outros fatores, também depende do SEO.

“Mas quais os critérios usados para ordenar esse ranking e como melhorar o ranking do meu site no Google?”

É isso que trabalharemos neste artigo!

Existem em média 200 fatores de rankeamento, alguns comprovados, outros especulações. Mas trataremos fatores que merecem atenção total para obter o sucesso do seu negócio no ambiente online.

Acompanhe o conteúdo para saber as ações positivas e negativas que impactam nas suas páginas da web no rankeamento do Google.

A partir desses dados você saberá quais estratégias de SEO você deve focar para adquirir resultados incríveis.

Em 1º lugar, entenda o termo: Rankeamento X Ranqueamento

Antes de entender quais são os principais fatores de rankeamento no Google, vale saber a diferença do termo “ranqueamento” para “rankeamento”.

Basicamente, a diferença é uma só: um termo é americano e o outro se baseia na língua portuguesa.

No caso, “rankeamento” é o termo em inglês e “ranqueamento” é a tradução para o português.

Porém, não está errado usar o termo americano, pelo contrário, isso é bastante comum.

Inclusive, no Brasil usamos muitos termos americanos no dia a dia e muitas vezes nem nos damos conta, por exemplo: cheeseburger, cookies, diet, fast food, ketchup, baseball, bike, fitness, game, checkup, diesel, backup, homepage, internet, intranet, software, best seller, marketing, MBA, megastore, merchandising, news, stress, barman, cowboy, freelance, topmodel, cotton, jeans, shorts e assim por diante!

“Rankeamento” é uma palavra que também se enquadra nessa realidade.

Mas enfim, agora você já sabe o que é rankeamento X ranqueamento, então vamos conhecer quais são esses fatores do Google? O intuito aqui será fazê-lo sanar a pergunta “como melhorar o ranking do meu site no Google?”, então vamos lá!

Os fatores de rankeamento no google

Principais fatores de rankeamento no Google

O que são os diversos fatores de rankeamento no Google?

Eles são métricas utilizadas pelo Google para ver quais páginas têm mais relevância, ou seja, possuem maior qualidade, para posicioná-las em posições de destaque.

Ao ter suas páginas bem posicionadas, sua visibilidade aumenta, o tráfego nelas cresce e possibilidade de conversão de visitas em fechamento de negócio é potencializada, impactando diretamente na lucratividade do seu negócio.

Aumentar o tráfego online costumar ser um desafio para alguns empresários, por isso nossos especialistas desenvolveram um material diferente para solucionar este problema:

Aumente seu Tráfego

Para isso, o Google possui algoritmo, ou seja, métrica utilizada para entender quais páginas possuem relevância ou não.

O algoritmo do Google é responsável por fazer uma varredura em busca de determinados parâmetro e, visando melhorar cada vez mais a experiência dos usuários, ele é sempre atualizado.

Os fatores de ranqueamento do Google listados abaixo, são os mais importantes levados em consideração para fazer a checagem que citamos acima para posicionamento no buscador.

Lembra que dissemos que íamos ajudar a sanar a pergunta “como melhorar o ranking o meu site no Google?”? Pois é! Vamos te mostra a seguir todos os pontos de atenção que precisa para começar a melhorar o posicionamento das suas páginas.

Fatores internos da página

Como diz o nome, os fatores on page são aqueles que dizem respeito principalmente sobre como rankear conteúdo, ajudando a potencializar as páginas da web.

Fatores de Domínio

Dizem respeito ao domínio das páginas, tal como sua relevância, tempo de existência e assim por diante.

Fatores do Site

Diz respeito a estrutura do site e suas análises.

Fatores de Backlinks

Esses fatores de posicionamento no google são relacionados aos links recebidos de outros sites. Falaremos sobre esse tema mais para frente.

Fatores de Interação do usuário

Esses sãos os itens referentes a interação que os visitantes têm com as suas páginas, inclusive de onde eles vem e para onde vão no seu site.

Fatores Sociais

As páginas que têm bom desempenho nas redes sociais tendem a ter um conteúdo tão bom que são compartilhadas pelos usuários, conquistando também backlinks, que também impactam de maneira muito positiva no posicionamento de rankeamento no Google.

Porém, a existência desse algoritmo não é confirmada pelo Google, mas através dos estudos dos profissionais de SEO que diariamente lidam com análises de posicionamento, é possível comprovar que esse ponto tem influência positiva no posicionamento das páginas.

Fatores da Marca

Para conquistar um bom rankeamento no Google, detectar que uma marca realmente existe é essencial para determinar seu posicionamento nas buscas e evitar sites falsos.

Itens responsáveis por evidenciar a existência das marcas são, por exemplo:

  • Citação da marca nos textos-âncora dos backlinks;
  • Buscas pela marca no Google;
  • Página no Facebook com fãs;
  • Inclusão da empresa no Google Meu Negócio;
  • Citação da marca em sites de notícias;
  • Citação da marca sem link em sites diversos e assim por diante.

Fatores de Spam On Page

O Google rebaixa automaticamente a posição da página que produz Spam ou até deixa de indexá-la, pois isso interfere de maneira prejudicial na experiência do consumidor.

Fatores de Spam Off Page

O Google rebaixa também a posição de páginas com backlinks duvidosos ou ruins, considerados como Spam também. Mas desse ponto também falaremos nos tópicos a seguir.

Além disso tudo, o algoritmo também leva em consideração o hábito de usabilidade do usuário, ou seja, ele leva em consideração os favoritos e pesquisas recentes, tudo para facilitar e melhorar a experiência do usuário

Agora que você já tem um panorama geral dos fatores responsáveis por influenciar no posicionamento no Google, vamos conversar mais a respeito dos itens primordiais que influenciam de maneira positiva ou negativa o posicionamento das páginas.

Os principais fatores que melhoram suas páginas no rankeamento no Google

Fatores que melhoram o rankeamento no Google

Para que você saiba como investir de maneira saudável em sua estratégia de SEO para melhorar o posicionamento de suas páginas no rankeamento no Google e poder responder a famosa pergunta “como melhorar o ranking do meu site no Google?”, selecionamos os principais fatores de rankeamento do Google considerados boas práticas.

Mas antes, se você já sabe o que é SEO e quer aprender tudo sobre essa estratégia, acesse esse conteúdo e vire um especialista no assunto!

Conteúdo único e rico

Como já dissemos, o intuito do rankeamento no Google é melhorar a experiência dos usuários, sendo assim, é justo que um dos pontos de maior impacto nas estratégias de SEO seja o conteúdo das páginas.

Pense sempre no usuário, ou seja, na pessoa que estará consumindo seu conteúdo, se você agradar seu usuário com certeza irá agradar o Google.

Elas gostariam de ler, ver ou assistir ele? Elas buscariam por ele? Elas ficariam satisfeitas a ponto de permanecer no seu site?

Se a resposta for sim: Parabéns! Você está no caminho certo.

Se a resposta for não: É hora de mudar a estratégia do seu conteúdo.

Dica: Invista em uma estratégia de Marketing de Conteúdo, isso trará bons resultados para suas páginas e oferecerá mais instrumentos para que tenha como rankear conteúdo no maior buscador da atualidade.

Autoridade da página

A autoridade da página é medida de acordo com seus backlinks.

O PageRank foi o primeiro algoritmo criado baseado nos links recebidos por uma página, servindo para fazer sua medição.

É nesse fator que entra em ação o trabalho de link building, o qual estuda e aplica as técnicas de link para melhorar posicionamento de páginas.

TrustRank

O TrustRank é o algoritmo de posicionamento no Google baseado na confiabilidade do seu site.

Ele faz isso verificando quantos links você recebe dos sites considerados de confiança.

Certificado SSL e HTTPS

Esses certificados são relacionados à segurança e confiabilidade das páginas.

Eles ajudam elas a ganhar prioridade no rankeamento no Google, pois é um fator que trabalha na segurança dos sites.

Esse fator diminui também a possibilidade de seu site ser hackeado, pois esse fator é extremamente prejudicial para o seu negócio e seu posicionamento no Google.

Velocidade de carregamento

Velocidade de carregamento - Fator de rankeamento no Google

Esse fator é baseado no tempo de carregamento de sites, ou seja, quanto eles demoram para ser abertos e carregados.

Isso impacta na experiência do usuário e, naturalmente, impactará também no posicionamento das suas páginas no rankeamento no Google.

Esse é o fator atrelado à navegabilidade das suas páginas.

Para saber se seu site atende aos padrões do Google, você pode utilizar o PageSpeed Insights, essa ferramenta é disponibilizada gratuitamente pelo próprio Google para testar a velocidade de seu site.

Palavra-chave no título

A palavra-chave no título do site é outro fator de rankeamento no Google. Lembrando que o título é aquele inserido na tag

Responsividade de um site - Fator de rankeamento no Google

Seu site é compatível com dispositivos móveis? Não! Então ele está fora dos parâmetros do Google!

A usabilidade do seu site impacta na experiência do seu usuário, sendo assim, impacta também no rankeamento no Google, assim como a responsividade das suas páginas.

A responsividade das páginas começou a ser um fator de relevância para o Google a partir de 2015, quando ele anunciou que as páginas buscadas através de dispositivos móveis precisavam ser responsivas para melhorar a experiência do usuário no ambiente mobile, o qual está em constante crescimento.

Um site responsivo é aquele que quando acessado por dispositivos mobile, se adaptam à tela, adequando o layout ao seu meio de acesso.

Quanto mais você facilitar a vida do usuário, melhor será a experiência dele e seu posicionamento.

Se você quer entender melhor sobre o que é site responsivo e como aplicá-lo em seu site, criamos um conteúdo específico sobre o tema e vale a pena dar uma olhada!

O Google também oferece uma ferramenta gratuita para verificar a compatibilidade de seu site com dispositivos móveis, chamada Google Mobile Friendly, nela você poderá testar seu site e receber dicas do que precisa melhorar para entrar nos parâmetros exigidos pelo Google.

Arquitetura do site

Ainda está pensando na pergunta “como melhorar o ranking do meu site no Google?”? Então precisa entender sobre a arquitetura do seu site.

A arquitetura do site está ligada à sua responsividade e usabilidade também, pois organizar seu conteúdo é um ponto essencial para o Google.

Afinal ajuda a visibilidade das suas páginas, auxiliando no seu posicionamento online, já que a arquitetura do seu site também interfere na experiência do usuário, tornando-se fator de grande importância para o posicionamento no Google.

Os principais fatores que pioram suas páginas no rankeamento no Google

Assim como você pode ter atitudes que melhoram seu posicionamento, algumas delas também podem impacta-lo negativamente.

Vamos ver agora quais são as práticas negativas na sua estratégia de SEO, ou seja, quais são os principais fatores de rankeamento no Google que o buscador considera práticas negativas.

Conteúdo duplicado ou copiado

Conteúdo duplicado ou copiado - Fator de rankeamento no Google

Um conteúdo duplicado ou copiado pode ser prejudicial para o seu posicionamento no rankeamento no Google, afinal o objetivo do buscador é entregar os melhores resultados de pesquisa, e conteúdos únicos são essencial para a qualidade dos resultados.

Por conta disso, o Google irá dar prioridade para o texto com data de postagem mais antiga, pois entenderá que ele é o texto original e os demais são cópias.

Erros de HTML

Ao desenvolver códigos para a Web, existe um padrão correto a ser seguido. Quando esse padrão não é utilizado, o código pode ser considerado um erro ou um alerta.

Um erro de código pode ser uma tag que foi aberta, mas não foi fechada, um nome errado ou uma tag descontinuada (a tag , por exemplo, foi descontinuada, pois, possui um efeito negativo na usabilidade do site) ou até mesmo quando os códigos de uma mesma página não se conversam.

O HTML, além de não poder conter erros, deve seguir uma semântica correta, ou seja, os códigos devem conversar entre si, e ser o mais leve possível.

Dessa forma ele será melhor aceito pelos robôs do Google e sua página será indexada com mais facilidade.

Para validar se seu site está com os códigos OK você pode utilizar o Validador do W3C, essa ferramenta também é gratuita e com ela você poderá ver se existem tags quebradas, ou alguma inconformidade no código HTML de seu site.

Inatividade

A falta de atualização, longos períodos de manutenção ou erros de servidor (Erro 500) fazem suas páginas caírem de posição ou até mesmo que não seja mais indexada.

Erros de ortografia e gramática

Uma revisão ortográfica e gramatical no seu conteúdo pode fazer toda a diferença no seu posicionamento. Agora o Google tira pontos de quem cria conteúdos com erros gramaticais e ortográficos.

Ele entende que esses erros podem ser Spam.

Links quebrados dentro da página

Links quebrados são aqueles que levam o usuário para páginas inexistentes, ou seja, é visto como conteúdo defasado ou inexistente.

Isso prejudica bastante suas páginas, afinal se torna mais difícil ter como rankear conteúdo dessa forma.

Taxa de rejeição

A taxa de rejeição é um item bastante importante para quem se questiona “como melhorar o ranking do meu site no Google?”.

A taxa de rejeição é estabelecida a partir do momento em que um usuário acessa determinado link, não tem nenhuma interação com a página e deixa ela em seguida. Isso conta negativamente para o seu posicionamento, pois ele entende que seu conteúdo não está fazendo a função correta dele.

Isso pode mudar em relação ao seu segmento. Para um blog, por exemplo, o Google entende que a taxa de rejeição é um ponto de extrema relevância, pois o blog é formado 100% por conteúdo.

As pessoas realmente precisam ficar na página muito tempo para conseguir ler/visualizar um determinado conteúdo.

Diferente de e-commerces, por exemplo, que possuem muitos links clicáveis, então a taxa de rejeição nesse caso não conta muito, pois o Google entende que para a página entregar a função, o usuário não necessita permanecer muio tempo na mesma página.

Compra de links

A compra de links é prejudicial para o posicionamento de páginas no rankeamento no Google, afinal a empresa tem uma política contra essa prática.

A compra de links gera percepções e resultados ruins, pois os links comprados podem não ter nada a ver com o conteúdo da página, prejudicando a experiência do consumidor.

Além disso, o Google também entende como uma violação a troca de links “forçados”. Por exemplo, não adianta eu falar de carro e colocar na minha página um link para cosméticos, pois esse link não enriquece em nada o conteúdo. Sendo assim, o Google irá penalizar essas trocas avulsas que tentam manipular os resultados no quesito de linkagem.

Porém, quando o assunto é carro e você indica ou recebe um link sobre troca de óleo, por exemplo, você estará enriquecendo e aprimorando o conteúdo, o que melhora a experiência do usuário. Isso sim o Google vê como boa prática.

Backlinks de sites com má reputação

Se o Google acha positiva a troca de links para enriquecimento do conteúdo, ele não entende de maneira positiva quando esses backlinks vêm de sites com má reputação.

Por exemplo:

Se você precisa comprar matéria prima para produzir um produto e seu fornecedor não for confiável, quando você fizer seu produto e começar a vender, a qualidade dele não será tão boa, gerando uma visão negativa nos compradores, os quais irão parar de fazer negócio com você.

Mas se você compra uma matéria prima de qualidade, seus produtos também garantirão qualidade aos consumidores, tornando sua marca lembrada de maneira positiva e passará a ser requisitada.

O Google entende a troca de backlinks da mesma forma. Não adianta pegar o link de um site com má reputação, pois sua reputação também será impactada e você perderá posicionamento no Google.

Não perca tempo, ou melhor… Posicionamento!

Agora que você já conhece os 200 fatores de rankeamento no Google e sabe como responder a pergunta “como melhorar o ranking do meu site no Google”, então você está pronto para aplicar as técnicas em suas páginas online!

Ainda assim, é muito importante dizer que não temos controle sobre os algoritmos do Google.

Esse conteúdo te ajuda a nortear sua estratégia de SEO a partir das tendências do mercado, mas não é uma verdade absoluta.

É fundamental realizar testes no seu conteúdo se o seu objetivo é aprender como rankear conteúdo na web, visando entender ponto a ponto, o que ajuda a melhorar seu posicionamento no rankeamento do Google e o que prejudica ele.

Invista em técnicas de posicionamento e eleve suas páginas ao sucesso online!

2018-11-30T16:59:43+00:00

Deixar Um Comentário