Atualizações do Facebook: quem tem a melhor estratégia de Marketing sai ganhando

//Atualizações do Facebook: quem tem a melhor estratégia de Marketing sai ganhando

Por: | Publicado: 20 de fevereiro de 2018 | Atualizado: 4 de outubro de 2018.

Atualizações do Facebook? Ouviu falar algo sobre isso? A maior rede social de todas modificou seu algoritmo para priorizar publicações criadas por usuários, em vez de empresas. Para atingir o sucesso, páginas devem investir em criatividade e estratégia de conteúdos capazes de atrair o público.

O Facebook tem hoje mais de 2 bilhões de usuários ativos. Esses dados impressionantes chamaram atenção dos negócios.

Hoje, 92% das empresas estão presentes nessa rede social. Por isso, manter uma página no Facebook é essencial para quem deseja estar mais próximo de seu público-alvo.

E o retorno do público tem correspondido esse interesse. Sete em cada dez usuários seguem pelo menos uma página de empresa, produto ou marca.

Dessas relações são geradas semanalmente 645 milhões de visualizações e 13 milhões de comentários.

Mas essa mina de ouro que já era muito disputada pelas páginas na rede social se tornou ainda mais desafiadora para quem se arrisca pelos grandes ganhos.

Isso porque no começo do ano de 2018 o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou que colocaria em prática as novas atualizações na rede.

Primeiro é preciso entender os obstáculos para as empresas para depois superá-los.

Mas antes de entrarmos de cabeça nesse conteúdo, vamos falar um pouco sobre o tráfego do seu site?

Nossos especialistas criaram um material detalhado sobre como aumentar o tráfego de qualquer site em 4 semanas, isso mesmo!

Além de tudo, este material é gratuito! Pois é, aposto que seu bolso gostou dessa informação não é mesmo?

Mas vamos voltar a falar sobre o nosso texto.

Preocupado? Calma! A gente vai te ajudar. Confira o conteúdo que preparamos para você:

Afinal, quais são as novas atualizações do Facebook?

Talvez a principal entre as novas atualizações do Facebook seja em seu algoritmo, ele agora dá prioridade as publicações criadas por amigos no Feed de notícias.

Mas vamos deixar esse assunto para daqui a pouco.

Vamos começar pelo lançamento! O Facebook atualizado terá uma nova ferramenta, o Marketplace.

O ano de 2018 também possibilitará que os usuários continuem a descobrir conteúdos diferentes no Feed de Exploração.

Conheça o Facebook Marketplace

Conheça o Facebook Marketplace

Em janeiro de 2018, o Facebook anunciou o Facebook Marketplace para o Brasil.

Esse novo recurso funciona como um concorrente direto das plataformas de venda informal como a OLX.

Com essa nova atualização do Facebook, os usuários poderão anunciar, vender e comprar produtos por meio da rede social dentro das comunidades locais.

Tudo isso muito bem direcionado de acordo com a localização.

A ferramenta já está disponível para os usuários de 47 países. E será ativada ao decorrer do ano para o público brasileiro.

Essa nova atualização do Facebook vem para atender a demanda de mais de 500 milhões de usuários que já praticavam essas atividades em grupos da rede social.

Além disso, as vantagens dessa ferramenta chamam atenção dos empresários.

Por meio dela é possível iniciar uma conversa pelo Messenger com os compradores, escolher entre categorias na hora de anunciar a fim de facilitar a pesquisa do público e, o melhor, o Facebook não cobra nada por isso.

“E as empresas?”

Existe um sistema de parceria entre negócios e o Facebook Marketplace. Para isso, a empresa precisa apenas assinar o formulário de interesse na rede social e aguardar a resposta.

Porém, por enquanto o recurso só está disponível nos Estados Unidos.

Aqui no Brasil, é possível anunciar produtos dentro da plataforma. Basta ter um perfil da rede social!

O passo seguinte é acessar a guia do Facebook Marketplace e clicar no botão “vender um item”.

Depois, é só preencher os campos com nome, preço, região de vendas (no aplicativo é possível determinar por GPS), categorias e descrição do produto.

O Marketplace está disponível em uma guia posicionada entre a seção de pessoas e a de notificações, sendo facilmente acessado pelo público.

Conheça o Facebook Marketplace 2

Esse posicionamento no aplicativo e na versão para desktop deve atrair muitas pessoas ao Marketplace.

Tudo isso, é claro, será assegurado e facilitado pelo Facebook.

Descubra o Feed de Exploração

Descubra o Feed de Exploração

O feed de exploração não é necessariamente uma novidade.

Apesar de não ser uma das novas atualizações do Facebook, essa ferramenta parece ainda ter muito potencial para se desenvolver.

Lançado no meio do ano de 2017, o Feed de Exploração permite que o usuário chegue até publicações que não passam pelo seu Feed de Notícias.

Como diz o nome, esse recurso permite explorar, descobrir conteúdos novos.

“Isso me serve para alguma coisa além de evitar aqueles textões dos amigos mais chatos?”

Pode ser uma alternativa interessante, principalmente após as atualizações do Facebook em seu algoritmo.

Veremos isso mais pra frente.

Saiba tudo sobre o Facebook Jobs

As novas atualizações do Facebook também trouxeram a plataforma de busca de empregos da rede social.

O Facebook Jobs é um concorrente direto do LinkedIn. Por meio dele as empresas podem anunciar vagas para os usuários.

Essa é a tentativa da rede social em trazer para si os usuários insatisfeitos com os sites de emprego.

Para isso, a ferramenta se aproveita das informações disponíveis do perfil em vez dos longos currículos do LinkedIn.

Com isso empresas de pequeno e médio porte se tornaram os principais anunciantes do Facebook Jobs.

Por meio dele, elas são capazes de criar anúncios simples clicando no botão Create a Job (em português seria algo como “anunciar vaga”)

Depois, só é preciso preencher as informações referentes à vaga, como apresentação da empresa, cargo, faixa salarial etc.

Então, o Facebook gera automaticamente uma publicação pronta para ser realizada.

Por outro lado, as facilidades também agradam os usuários em busca de emprego.

É preciso apenas acessar ao Feed do Facebook Jobs, encontrar a vaga de interesse e clicar no botão “candidatar-se agora”.

Logo em seguida, surge um menu em que é possível selecionar as informações a serem enviadas à empresa baseado nos dados disponíveis no perfil.

No final, a candidatura é enviada pelo Messenger possibilitando o diálogo entre contratante e candidato.

O novo algoritmo vai mudar sua forma de anunciar

Novo algortimo Facebook

“Como é? Algoritmo?”

Sim! Algoritmo. É aquela sequência de regras que um sistema deve executar para cumprir sua tarefa.

E o Facebook atualizado tem o objetivo de mostrar ao usuário as postagens de seus amigos com maior frequência.

É uma tentativa da rede social em retomar com mais força seu propósito inicial de conectar pessoas.

Vale a pena lembrar: o Facebook tem hoje cerca de 117 milhões de brasileiros ativos, mas já foi limitado para alguns poucos alunos da Faculdade de Harvard.

De lá pra cá, Mark Zuckerberg e seus programadores nunca pararam de criar atualizações do Facebook.

A ideia é que atualizar o Facebook continuamente garantiria que o usuário tivesse sempre a melhor experiência.

Talvez daí venha o sucesso.

Mas e as empresas, negócios e marcas que se estabeleceram por lá? Como fica o Facebook para empresas?

Muitos especialistas na área defendem que essas novas atualizações do Facebook podem causar prejuízos.

Isso porque essa mudança no algoritmo vai acabar diminuindo os números de alcance e engajamento.

“Espera! Primeiro algoritmo, agora alcance e engajamento. Explica logo como as novas mudanças no Facebook podem afetar minha página.”

Calma, calma! Vamos dar um passo de cada vez.

O que é alcance e o que isso faz?

Alcance. Essa palavra mágica de sete letras já deu muito trabalho e muita alegria pra quem trabalha com marketing digital e redes sociais.

O número de pessoas alcançadas por uma publicação é seu alcance.

Entendeu? Alcançado, alcance.

Nem é preciso explicar a importância desse dado.

Quanto mais usuários atingidos pela sua página, maior será o reconhecimento de seu produto.

O alcance é contabilizado toda vez que sua publicação aparece no Feed de notícias de um usuário.

Existem três tipos de números de alcance.

O alcance orgânico diz respeito aos usuários atingidos por uma distribuição não paga da publicação.

Também existe o alcance pago. Como diz o próprio nome, é o número de pessoas alcançadas através do impulsionamento patrocinado de um contéudo.

Por fim, o alcance total! Esse soma os dois últimos para apresentar o número total de pessoas alcançadas.

Mas apesar de ser simples de entender, o alcance nunca foi um número fácil de ser obtido pelas páginas no Facebook.

Assim fica bem mais fácil perceber porque as novas atualizações do Facebook preocupam tanto as empresas.

Com o algoritmo dando prioridade para as publicações feitas por amigos, as que são feitas por páginas no Facebook aparecem em menor quantidade no Feed de Notícias.

Fica mais complicado para as páginas manterem ou aumentarem seus alcances.

Veja a diferença entre esses dois exemplos de números de alcance de uma página:

Janeiro de 2017.

Janeiro de 2017

Janeiro de 2018.

Janeiro de 2018

Consegue perceber a diferença entre os números?

“Entendi! Agora me explica o tal do engajamento.”

Engajamento? É de comer?

Achou que só ter um bom alcance garantiria o sucesso de sua página no Facebook?

O engajamento é um conceito ainda mais importante para as empresas que investem nessa rede social. É nele que a relação das empresas com seu público realmente se mostra.

“Ué! Como assim?”

Engajamento é interação.

A taxa de engajamento de uma página no Facebook é a porcentagem do público atingido que responde às publicações.

Essa taxa é medida a partir de alguns tipos de ações dos usuários.

Curtidas, reações, comentários e compartilhamentos aumentam o engajamento da página no Facebook.

Clicks em links também.

Esse último é ainda mais importante para as empresas levarem seu público da rede social para seus sites. Convertendo o público em leads (potenciais clientes) e consequentemente compradores.

Porém, as novas atualizações do Facebook podem prejudicar também essa taxa.

Com menor alcance, a quantidade de pessoas engajadas tende a diminuir, mesmo que a taxa se mantenha.

“Calma lá! Agora eu me perdi.”

Pense com a gente, 6% de engajamento com um alcance de 1000 contas representa uma menor quantidade de usuários do que 6% de engajamento de um alcance de 200.

Matemática simples.

Mas esse não é o pior cenário.

O Facebook atualizado também deve reduzir a taxa de engajamento, pois ele dificulta que o conteúdo para atrair os clicks chegue a novos possíveis leads ou compradores.

E isso nem é tudo. O algoritmo do Facebook atualizado ainda vai punir as publicações de engagement bait, ou isca de engajamento.

“Isca de engajamento?”

Muitas páginas no Facebook faziam uso desse tipo de recurso para aumentar sua taxa de engajamento.

Você já deve ter visto em seu Feed de notícias esse tipo de publicação.

São postagens que incentivam o usuário a reagir, comentar ou compartilhar

Como aquelas votações feitas com os botões de reação, ou as postagens que pedem para o usuário marcar um amigo.

Vai doer no bolso

A essa altura você aí já deve ter parado para pensar nisso.

As novas atualizações do Facebook vão custar caro para quem planeja crescer em 2018. E não é só modo de dizer.

É preciso investir mais para que sua página no Facebook se mantenha nos mesmos números de alcance e engajamento.

Ruim, né? Investir mais para ter o mesmo retorno. É um pesadelo para qualquer dono de empresa (talvez o único dono de empresa que está feliz aqui seja o senhor Mark Zuckerberg).

Quem quer aumentar as vendas vai precisar abrir a carteira.

“Eita! Mas é só notícia ruim?”

Existe um lado bom nas atualizações do Facebook

Tudo tem seu lado! Quer dizer… será?

Para os mais otimistas, é possível pensar em algo positivo sobre as novas atualizações do Facebook.

Se os usuários recebem mais conteúdo de seus amigos, é bem possível que eles recebam essas publicações de forma mais receptiva.

Uma campanha compartilhada por alguém conhecido e de confiança daquele usuário trará a ele uma impressão de maior credibilidade.

Além disso, o alcance orgânico das campanhas vai parecer ainda mais natural. Seu produto pode ter menor rejeição por ser ainda menos invasivo.

Agora, para os mais pessimistas…

Muitos acreditam que as novas atualizações do Facebook por priorizar conteúdo de usuários contribuem com a veiculação de fake news.

Fake news, entende? Aquelas notícias falsas mal intencionadas.

Muitas vezes essa notícias são fabricadas com intenção de prejudicar ou beneficiar uma pessoa, instituição ou marca.

Por esse motivo, um grande portal de notícias como a Folha anunciou sua saída da rede social no começo do ano de 2018.

Nesse caso, o cenário seria exatamente oposto aos pontos positivos que tratamos acima.

A credibilidade diminuiria tornando a recepção do público menos favorável aos anúncios.

As campanhas realizadas pelas páginas no Facebook seriam prejudicadas.

Agora você já sabe como sua página ainda pode crescer

Temos um cenário preocupante, é verdade. Mas para enfrentar esse novo desafio é preciso ter estratégia e ser criativo. Mais do que nunca.

O Facebook atualizado tem seu algoritmo priorizando os usuários, já sabemos.

Agora não existem mais truques que possam ser usados para burlar o algoritmo.

Então, a solução é simples! Agradar esses usuários.

Investir cada vez mais em conteúdos interessantes que conquistem seu público de forma orgânica.

Produzir campanhas que conquistem o público garante um bom número de alcance. Isso porque um grande número de curtidas ou outras interações levam a publicação aos feeds de relacionados.

E, como são interligados, também pode consolidar a taxa de engajamento.

“É mais fácil falar do que fazer, né?!”

Claro que sim! No entanto, o fazer também não é tão difícil assim.

Sai ganhando quem conhece seu público e o que o interessa.

Ter uma boa estratégia de inbound marketing, por exemplo, trabalhando com planejamento e produzindo conteúdo de interesse do seu público é uma solução prática.

Outra alternativa é trabalhar com uma equipe inovadora de Facebook Ads. Mas isso falaremos uma outra hora.

O importante é conseguir produzir algo que caia no gosto do seu público.

Algumas empresas de soluções de marketing no mercado oferecem essas duas formas de serviço capazes de melhorar o desempenho de sua página no Facebook.

Escolher as ferramentas também é parte importante nesse processo. Conteúdos de Live, as transmissões ao vivo, geram mais interesse que os vídeos publicados.

Acompanhe as novidades sobre marketing digital aqui no blog, ou o ano de 2018 da sua página no Facebook pode ser bem complicado.

Que tal botar isso em prática?! Quem não corre, fica para trás.

2018-10-04T18:20:49+00:00

Deixar Um Comentário