Como montar uma loja virtual? Confira 9 passos para abrir um e-commerce de sucesso

//Como montar uma loja virtual? Confira 9 passos para abrir um e-commerce de sucesso

Por: | Publicado: 8 de maio de 2018 | Atualizado: 6 de maio de 2019.

Saiba como montar uma loja virtual e aproveite todos os benefícios de ter um loja aberta todos os dias da semana e o tempo inteiro. Imagine só vender para clientes em qualquer lugar do mundo sem precisar de um ponto comercial físico!

[E-Book Grátis] Guia definitivo para aumentar as vendas

Você sabia que seis entre dez empresas não sobrevivem após cinco anos de atividade?

Pois é! Uma das razões da quebra acontecer é a má administração dos recursos financeiros, como gastar mais do que recebe de receita.

E entre as atividades que mais demandam recursos está manter um ponto de venda físico, pois a loja exige muito custo operacional.

Mas calma! Não se assuste com os números. Existe luz no fim do túnel.

Se você quer fugir dessa estatística negativa e ainda sair sambando na cara dela, aprenda a como montar uma loja virtual!

Isso porque esse canal de vendas exige baixo custo operacional e ainda te dá a oportunidade de ter uma loja aberta o tempo todo!

Ficou interessado na proposta? Então confira as dicas de como montar uma loja virtual de sucesso:

O que é uma loja virtual?

Saiba o que é uma loja virtual

Como você definiria um e-commerce? Qualquer loja que vende produtos na internet?

Sabe de nada, inocente!

A impressão pode ser essa, mas na verdade só é considerado um e-commerce a loja online que vende produtos só de uma empresa.

Além disso, nesse tipo de loja não há um intermediador no processo de venda online, ou seja, a própria empresa é a responsável por todas as operações, inclusiva a financeira.

E é importante definir bem o conceito de e-commerce pois ainda há outro tipo de comércio online, os chamados Marketplaces.

Nele várias empresas podem vender seus produtos, como acontece no site do Submarino. E nesse caso, normalmente a dona da loja só cuida do processo de cobrança e às vezes do processo de entrega também.

Se você quer saber mais sobre o que é e-commerce, não deixe de conferir o conteúdo sobre o assunto.

Porque aqui seguiremos na missão de como montar uma loja virtual.

Por que aprender a como montar uma loja virtual?

Descubra porque você deve investir em uma loja virtual

Comprar pela internet já não gera mais tanto medo como quando tudo ainda era mato na rede mundial de computadores. E isso tem se traduzido em bons números no setor.

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, o segmento registrou um crescimento de 12% em relação a 2016 e um faturamento de quase R$ 60 bilhões em 2017.

E com as pessoas cada vez mais conectadas, esses números tendem crescer cada vez mais.

Isso porque todo o processo de vendas online é simples, cômodo, tem legislação não tão burocrática e não existe limite físico para alcançar novos públicos.

Dessa forma, se a sua loja virtual for aliada a estratégia correta, pode trazer ainda mais vantagens.

Benefícios de criar um e-commerce

Depois de ler sobre o cenário favorável do e-commerce, você deve estar curioso para saber quais os benefícios a sua empresa terá se decidir investir em um site de vendas.

Então vamos começar por onde aperta mais: o bolso. Isso porque montar uma loja virtual não vai exigir tanto custo operacional quanto um estabelecimento físico.

Sendo assim, seja a sua empresa de grande ou pequeno porte, ela terá uma melhor saúde financeira, pois gastando menos sobrará mais recursos para investimentos.

Além disso, ao criar e-commerce é possível ter a loja aberta 24 horas durante os sete dias da semana e atendendo clientes em qualquer lugar do mundo.

Imagine só o quanto você não gastaria mantendo a loja física com esse tipo de atendimento!

Conheça os benefícios de ter um e-commerce

Como montar uma loja virtual de sucesso?

Aprenda a como criar uma loja virtual de sucesso

1. Planejamento & Gestão da loja

Depois de ter decidido criar e-commerce, essa deve ser a sua dupla sertaneja favorita.

Isso porque não tem como fazer qualquer decisão sem antes tomar alguns cuidados.

Em primeiro lugar, você precisa conhecer o seu público-alvo e suas necessidades. Se você estiver começando na área, escolher um nicho de mercado pode ser a melhor opção.

Depois de definir o seu alvo, analise minuciosamente os seus concorrentes.

Além de te apresentar a todos os desafios da área, isso te ajuda a definir o posicionamento da marca e seus diferenciais.

Um dos segredos para manter a loja virtual aberta e rentável é aliar um bom planejamento a uma boa gestão, então não deixe essa dupla desafinar.

2. Equipe da loja

A sua loja virtual só vai atingir o sucesso se contar com a melhor equipe possível.

Por isso, procure encontrar e contratar profissionais especializados em cada área do seu e-commerce, desde o atendimento até o TI.

3. Contabilidade da loja

Infelizmente a parte burocrática também faz parte do jogo, mas olhe pelo lado positivo: ela é bem menos complicada se comparada a outros negócios.

Nesse caso dois pontos merecem a sua atenção quando for criar um e-commerce e eles dizem respeito à classificação fiscal da sua empresa.

O primeiro deles, o regime de tributação, depende do quanto a sua empresa pode arrecadar em um ano. Se o faturamento não passar dos 60 mil reais, você pode escolher por se tornar um microempreendedor individual (MEI). Inclusive, evite erros que nenhum microempreendedor MEI pode cometer.

Agora se seus rendimentos chegarem até 3,6 milhões de reais, a melhor opção seria o Simples Nacional.

O outro ponto a ser considerado é sobre os tributos cobrados por você.

Se você for vender mercadorias, o tributo correspondente é o estadual Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS).

Agora se for a loja virtual for de serviços, o imposto a ser pago é o municipal Imposto Sobre Serviços (ISS).

Mas esse é um assunto complicado, então não hesite em solicitar a ajuda de algum especialista, como um contador.

4. Escolha a plataforma certa para a loja

Aprenda a escolher a plataforma certa para o seu e-commerce

É hora da sua loja virtual começar a ganhar forma. E quando for definir qual a plataforma certa, tenha em mente as pretensões da sua empresa e as necessidades do seu público.

Já tem isso bem definido?

Então agora você pode começar a pensar em outros detalhes, como se prefere uma plataforma gratuita e de código aberto ou uma própria com maior controle para futuras atualizações.

Além disso, decida aonde toda essa estrutura ficará alojada, se na sua própria empresa ou em algum data center e até se vai querer se integrar a algum marketplace.

E, claro, crie uma loja online com um site responsivo. Assim as pessoas podem acessar a sua página de um dispositivo móvel sem perder funcionalidade.

Pode ser interessante também investir em um aplicativo para facilitar a vida dos clientes.

5. Conteúdo da loja

Todo o cuidado é pouco com a informação disponível na sua loja virtual.

Isso porque por meio dela as pessoas terão o primeiro contato e formarão a opinião sobre a sua empresa.

Dessa forma, há dois tipos de conteúdo que você deve produzir com carinho.

Conteúdo sobre o produto

Tem coisa mais chata do que se interessar por algum produto mas não encontrar informações correspondentes na descrição?

Ou ainda: se apaixonar por determinada mercadoria mas ao colocar no carrinho descobre que não tem mais dela no estoque?

A fim de evitar essas situações desagradáveis, certifique-se sempre de ter inserido todas informações na descrição e não se canse de revisá-las.

Manter essa rotina dá trabalho, mas seus clientes agradecem.

Conteúdo para divulgação

Além das informações básicas sobre o produto, é interessante investir em conteúdos de divulgação.

Isso porque ao aprender como montar uma loja virtual você também deve saber usar a internet para aumentar a visibilidade da sua empresa.

E uma das formas de potencializar seus resultados é investindo em estratégias de marketing digital.

Marketing Digital

A conversão em vendas do e-commerce brasileiro gira em torno de míseros de 1 a 3% sobre as visitas, de acordo com Associação Brasileira de Agentes Digitais, a Abradi.

Isso acontece porque muitas vezes as empresas esquecem da importância de pôr em prática uma boa estratégia de marketing digital para sua loja virtual funcionar a todo vapor.

E esse deslize pode custar caro, pois 52% dos pedidos são originados depois da pesquisa no Google.

A fim de aproveitar essa oportunidade de mercado ao criar e-commerce, uma estratégia se destaca:

Inbound Marketing

O Inbound Marketing utiliza do mesmo princípio de um imã para atrair possíveis clientes e até torná-los promotores da marca.

Para isso, as redes sociais são ótimas em todas as fases da conquista e podem se tornar uma poderosa extensão da sua loja virtual.

Ficou interessado na ideia de aumentar as vendas com essa estratégia, né?

Como a nossa bola de cristal já previa essa vontade, agora só basta conferir o conteúdo sobre como vender pela internet.

Mas antes de seguirmos a viagem, ainda temos mais uma parada importante a fazer e é para conhecer os segredos para destacar na web

SEO

Se mais da metade dos pedidos concluídos nasceram depois de uma singela busca no Google, é fundamental aparecer entre os primeiros resultados no site, certo?

E isso só vai acontecer se você investir em uma estratégia de SEO.

Mas o que é SEO?

Como já falamos no blog, ele representa todos os cuidados necessários para otimizar o seu site e assim ele conseguir um bom rankeamento do Google nos resultados de pesquisa.

E um dos fatores considerados pelos motores de busca para posicionar páginas da web entre os primeiros lugares é a produção de um bom conteúdo.

Marketing de Conteúdo

Para posicionar bem sua marca nas páginas de busca e atrair o cliente para a sua loja virtual, você precisa jogar uma isca, não é mesmo?

Nesse caso, a isca tem um nome e é Marketing de Conteúdo. Ele é o combustível que vai movimentar toda a sua estratégia de marketing.

Por isso é tão importante investir na produção de conteúdo. Parece simples e óbvio, mas existem alguns cuidados a serem ser tomados, como, por exemplo, evitar produzir material irrelevante.

Nesse momento, você precisa pensar em formas de seduzir o cliente, então por que não pegar o seu produto e tirá-lo do lugar comum para mostrar a sua versatilidade?

Por exemplo, se você estiver vendendo um sapato, produza um material ensinando o cliente a combiná-lo com outras peças.

Além disso, aposte na produção de conteúdo multimídia. Segundo a Abradi, o uso de vídeos aumenta as vendas em até 30%.

E para aproveitar essa vantagem, não deixe de conferir o conteúdo sobre vídeo marketing.

Depois desse passo, você está pronto para a próxima etapa de como montar uma loja virtual.

6. Cuidado com a segurança da loja

A segurança do seu e-commerce funciona como uma via de duas mãos.

Você precisa provar que possui um ambiente seguro para que os clientes possam comprar, mas também precisa se proteger contra fraudes.

Para isso, existem duas formas de deixar a sua loja virtual o mais longe possível das ameaças.

A primeira delas é investindo na aquisição de alguns selos de segurança, como o SSL, o cadeadinho que mostra que as informações ali inseridas pelo cliente serão criptografadas.

E se você quiser aprender a como obter esse certificado, veja a nossa publicação sobre o tema!

Já para proteger o site de invasões, o indicado é ter uma equipe para cuidar só disso. Ela ficará responsável por não deixar a blindagem do site cair.

É importante ter esse cuidado porque qualquer problema que relacionado a compras online será de sua responsabilidade.

Formas de pagamento

Por conta de todos esses cuidados, os iniciantes na área devem escolher um intermediador de pagamento, como o PagSeguro e o PayPal.

Além de oferecerem diversas formas de pagamento, eles já realizam a análise antifraude para você.

Existem ainda outras duas maneiras: os gateways de pagamento, que fazem a integração da loja virtual com as administradoras e também a integração direta com as operadoras, como a Cielo.

Essas opções são indicadas para lojas com um grande volume de vendas.

7. Backoffice da loja

Para que a sua loja virtual funcione tranquilamente, você precisa de um apoio em todas as operações.

São todas mesmo, incluindo finanças, emissões de notas fiscais, gestão do estoque…

Por isso, para ter maior controle sobre a administração e o planejamento da sua loja virtual, é recomendado integrar ao e-commerce um sistema de gestão empresarial, o ERP.

E como já falamos tudo sobre o sistema ERP, você não tem desculpa para deixar de utilizar a ferramenta.

8. Consultoria jurídica da loja

Ter consultoria jurídica é fundamental para abrir sua loja virtual sem dor de cabeça.

Dessa forma, você fica sabendo de todos os seus deveres perante os clientes, como, por exemplo, as regras de trocas e devolução.

Além disso, a empresa também tem outras obrigações a cumprir determinadas pela legislação básica, como disponibilizar contratos de compras completos e fornecer a identificação do fornecedor.

9. Logística da loja

É hora de pensar na logística da sua loja virtual

A logística é a estrutura organizada responsável por todo o processo desde a validação do pedido até a entrega do produto ao cliente.

Nessa fase você precisa decidir também como será o processo de entrega, se vai usar os serviços dos correios ou de transportadoras.

Além disso, também tenha já planejado procedimentos de pós-venda e estar preparado para possíveis trocas e devoluções.

BÔNUS: Uma loja virtual inspiradora

Bateu aquela insegurança depois de ler TODOS esses passos de como montar uma loja virtual de sucesso?

Parece que é muita coisa, que você não vai dar conta, mas te garanto que é mais fácil do que aparenta.

Isso porque antes de você, várias empresas já desbravaram a área e ainda deixaram vários exemplos inspiradores.

Quer aprender como montar uma loja de sucesso? Veja o exemplo da Magazine Luiza

Lançado em 2016, o marketplace da Magazine Luiza já representa um terço do faturamento total da empresa.

No último trimestre de 2017, o e-commerce teve um rendimento de quase quatro bilhões e meio de reais, um crescimento de 31% se comparado ao mesmo período de 2016.

Isso prova que o segredo do sucesso das empresas na era digital é investir na multicanalidade.

Fazer com que loja virtual, marketplace e lojas físicas funcionem de maneira integrada e com a mesma qualidade no serviço ao cliente é a chave para reduzir custos e aumentar a rentabilidade do seu negócio.

[E-Book Grátis] Como crescer sua empresa com Marketing Digital

Coloque os passos de como montar uma loja virtual em prática!

Hoje você aprendeu como montar uma loja virtual pode ser o que faltava para a sua empresa crescer.

Isso porque manter um e-commerce exige baixo custo operacional e ainda te possibilita atender clientes em qualquer lugar do mundo a qualquer hora do dia e da semana!

Também vimos ao aprender como montar uma loja virtual que para ter um e-commerce de sucesso é preciso tomar alguns cuidados.

Para começar é necessário analisar o mercado, pois só assim é possível dar o direcionamento certo a sua loja online.

Assim ficará mais fácil pensar na equipe necessária, a tática de vendas e todos os outros requisitos explicados aqui.

Depois desse guia completo de como montar uma loja virtual, você está pronto para enfrentar esse novo desafio!

E caso mais dúvidas apareçam, não deixe de conferir os outros conteúdos do blog da Ideal Marketing.

2019-05-06T17:10:50-03:00

Um Comentário

  1. […] Gostou do conteúdo sobre shopping virtual? Então aproveite e leia nosso texto sobre como montar uma loja virtual. […]

Deixar Um Comentário

Diagnóstico gratuito do seu marketing

Descubra agora como está o Marketing Digital do seu negócio e como aumentar seu potencial de vendas

Quero um diagnóstico