Descubra o que é e-commerce e quais os benefícios de criar loja virtual para o seu negócio

//Descubra o que é e-commerce e quais os benefícios de criar loja virtual para o seu negócio

Por: | Publicado: 1 de fevereiro de 2018 | Atualizado: 26 de outubro de 2018.

Conhecer o que é e-commerce é fundamental para as empresas atualmente. Ao criar loja virtual você facilita o processo de compra do seu consumidor e, ao disponibilizar um site de vendas on-line, permite ao público realizar compras sem sair de casa. Levando em conta que, hoje, tempo é dinheiro, ter um e-commerce ajudará seu público a “economizar dinheiro” e sua empresa a lucrar de maneira ainda mais eficaz.

O crescimento do e-commerce de alguns anos para cá é notável e parte desse resultado é fruto de novas empresas surgidas no meio digital, ou seja, negócios 100% on-line.

Grande parte das empresas que trabalham só no meio digital, são pequenos negócios e estão dando seu “start” agora.

Afinal, é muito mais prático ter uma loja virtual. Além dos gastos serem muito menores, você também pode trabalhar da sua própria casa.

Entretanto, as empresas físicas também perceberam esse crescimento e não perderam tempo, ampliaram seus horizontes, conheceram o que é e-commerce e criaram sua loja virtual.

Mas antes de entrarmos de cabeça nesse conteúdo, vamos falar um pouco sobre o tráfego do seu site?

Nossos especialistas criaram um material detalhado sobre como aumentar o tráfego de qualquer site em 4 semanas, isso mesmo!

Além de tudo, este material é gratuito! Pois é, aposto que seu bolso gostou dessa informação não é mesmo?

Mas vamos voltar a falar sobre o nosso texto.

Para os consumidores ficou muito mais prático fazer compras, tornando as compras on-line cada vez mais comuns.

Para te ajudar a entender o que é e-commerce, quando surgiu, qual a importância dele para seu negócio e como criar um e-commerce de sucesso, confira os tópicos a seguir:

Afinal, o que é e-commerce?

“O que é e-commerce?” O primeiro tópico do nosso artigo precisava abordar essa pergunta, é claro.

Quando se fala em e-commerce, falamos em vendas on-line de uma empresa.

Porém nem toda loja virtual é um e-commerce.

o que é e-commerce

Muitas pessoas não sabem disso, mas nem todo comércio digital é um e-commerce, pois esse termo só está certo quando os produtos vendidos são de uma marca só.

Então, para entender o que é e-commerce e saber identificá-lo, basta saber que ele é uma loja virtual especializada, ou seja, comercializa apenas os produtos de uma empresa.

Um bom exemplo de loja virtual é o WePlann, que oferece ao público um serviço diferenciado, possibilitando que os clientes escolham passeios,shows, tours e excursões que desejam, comprem pelo site e recebam os tickets por e-mail. Tudo online de forma prática e segura.

Quando o site, ou loja virtual, vende produtos de mais de uma marca, ele se encaixa na categoria de marketplace.

Marketplace é algo semelhante a um shopping e ao entrar neste tipo de site você encontrará diversos produtos de diferentes marcas.

Um marketplace de sucesso é o Submarino, por exemplo.

Ao entrar no site você vai se deparar com os mais diversos tipos de produtos, de diferentes marcas.

Vamos pensar em um exemplo completo. Supondo que você vai comprar um notebook e, para isso, você entra no site do Submarino para ver as ofertas.

Lá você pode encontrar notebooks de muitas marcas. Por exemplo, da Samsung, Accer e também da Dell.

A Dell foi uma das empresas que fizeram acordo para comercializar notebooks na loja virtual do Submarino.

exemplo de o que é e-commerce

Entretanto podemos considerar que a Dell também é um exemplo do que é e-commerce, pois a marca tem seu próprio site, o www.dell.com.

mais um exemplo de o que é e-commerce

Este é o e-commerce da empresa. É o site de vendas exclusivas de seus produtos. Mas, de qualquer forma, ela está presente no marketplace Submarino também.

Viu, são coisas diferentes! Portanto agora você sabe o que é e-commerce e sabe diferenciá-lo de um marketplace.

Sazonalidades do e-commerce

Explicamos o que é e-commerce e agora precisamos falar sobre épocas do ano responsáveis por trazerem ótimos resultados para o seu negócio.

Em algumas datas comerciais, ter um e-commerce é muito mais rentável. Tal como Dia das Mães, Páscoa, Dia dos Namorados e assim por diante.

O Black Friday é um bom exemplo de que o e-commerce é fundamental e decisivo em datas comerciais. Só no ano de 2017, foram mais de R$2,1 bilhões de reais de lucro para as lojas virtuais, uma alta de 10,3% se comparado ao ano anterior.

Já no Natal, o valor foi ainda maior. O faturamento foi de R$ 7,7 bilhões de reais, uma alta de 3,8% baseando-se no valor alcançado em 2016.

Ou seja, ter um e-commerce pode ser ainda mais vantajoso em alguns períodos do ano.

Quando surgiu o e-commerce?

Em junho de 1984 uma mulher chamada Jane Snowball realizou uma compra on-line através de uma televisão modificada.

Por meio do software Gateshead SIS/Tesco a senhora de 72 anos se tornou a primeira pessoa do mundo a realizar uma compra dentro da sua própria casa.

Esse fato aconteceu a mais de 30 anos, portanto o e-commerce não é algo tão novo assim, não é verdade?

Mas tudo começou quando Michael Aldrich apresentou ao mundo o primeiro sistema de compras on-line, uma televisão modificada nomeada VideoTex, em 1979.

A compra de Jane foi realizada pelo VideoTex.

Dois anos após a criação do Videotex, o primeiro sistema de shopping on-line foi instalado, permitindo realizar transações entre empresas, o famoso negócio B2B (business to business, em português empresa para empresa).

Aqui neste infográfico você consegue entender melhor toda a história do e-commerce:

historia o que é ecommerce

Um e-commerce é importante para a sua empresa?

É muito importante, meu amigo! Se você não disponibilizou uma loja virtual para o seu público, você está atrasado em relação a concorrência.

Muitas pessoas passam o dia inteiro trabalhando e não tem tempo de ir até sua loja para fazer uma compra. Já pensou nisso?

Por conta disso, se você não está presente na internet, você está perdendo clientes por não oferecer à essas pessoas, por exemplo, uma loja virtual em que possam realizar suas compras on-line de forma rápida, simples e sem precisar dispor de tempo para ir até lojas físicas.

Ter uma loja virtual é um fator importante e pode trazer resultados muito positivos para sua empresa.

Para isso, você pode contar com a ajuda de agências como a Agência Digital Wnweb,  referência na criação de lojas virtuais na plataforma open-source e gerenciamento de conteúdo.

Mas há quem diga: “comprar pela internet não é seguro” e “os consumidores não tem confiança de realizar esse tipo de negócio ainda”.

Há uns anos atrás isso era uma realidade, mas hoje esse cenário mudou, afinal existem maneiras de tornar os sites seguros, principalmente esses que lidam com informações de pagamento.

Embora ir até a loja física seja a preferência de algumas pessoas, é preciso saber que o e-commerce cresce consideravelmente a cada ano, atingindo cada vez mais consumidores.

O e-commerce teve no primeiro semestre de 2017 um crescimento de 7,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Lojas virtuais do Brasil ganharam mais de R$21 bilhões em calculo realizado pelo Ebit (indicador financeiro).

Outro benefício de uma loja virtual é ser mensurável. Nos últimos três anos, por exemplo, o crescimento foi notável em 2014 foram 24%, em 2015 mais 15% e 8% em 2016.

Outro fator bacana de ter uma loja virtual é que não existe hora para se comprar. Falamos ali em cima que muitas pessoas trabalham por boa parte do dia e não têm tempo de se deslocar até uma loja física.

Então o e-commerce resolve isso, afinal uma loja virtual fica no ar 24h por dia, 365 dias do ano!

Em casa, no trabalho, no trem voltando para casa. Não existe lugar para fazer sua compra on-line.

Mas existe outro ponto positivo a ser destacado. Por exemplo: sua empresa fica ao norte de Salvador e uma pessoa moradora do sul de Curitiba se interessa pelo seu produto.

E agora, como você faz?

Vai perder a chance de fazer negócio? Essa possibilidade não existe.

O frete é uma técnica usada por algumas empresas. Algumas lojas virtuais calculam um valor médio entre a distribuidora e o destino do produto, outras estipulam um valor fixo, e independente se você mora no Oiapoque ou Chuí seu valor será igual.

Outras empresas trabalham com o valor do frete já incluso no produto e a impressão que fica ao consumidor é de estar economizando neste quesito. Ou seja, se você acha que não pagou pelo frete, acredite, você foi tapeado.

fui tapeado - o que é e-commerce

Por esse e outros pontos destacados ficou confirmado que o e-commerce é muito importante para o seu negócio.

Top 5 lojas virtuais nacionais que mais lucraram em 2016

Segundo ranking da SBVC, o qual levanta dados de vendas em e-commerce e marketplaces, vamos mostrar os 5 mais lucrativos:

  • B2W (Americanas e Submarino) R$ 10,520 bilhões;
  • Via Varejo (Ponto Frio e Casas Bahia) R$ 2,906 bilhões;
  • Magazine Luiza R$ 2,671 bilhões;
  • Privalia R$ 2,519 bilhões;
  • Máquina de vendas (Ricardo Eletro) R$ 2,250 bilhões.

A B2W é disparada a líder, com mais de R$10 bilhões de reais em vendas on-line, uma distância muito significativa para a segunda colocada, a Via Varejo, com R$ 2.906 bi.

Juntando o valor arrecadado por essas lojas virtuais, esses e-commerces superam R$ 20 bilhões de reais. Essa quantia representou 1,11% do PIB nacional daquele ano.

Portanto ter uma loja virtual garante retornos incríveis aos negócios.

Obs.: atualmente, o segmento de moda representa o maior número de vendas em e-commerce, porém o mais lucrativo é o segmento de eletrodomésticos.

Como criar loja virtual de sucesso?

o que é e-commerce

Você pode contar com o auxílio de um site muito legal na missão de criar um loja virtual.

É o www.lojavirtual.com.br !

Além de ter um blog com conteúdos completos sobre Marketing, Tecnologia, Empreendedorismo e Vendas, lá você pode criar sua Loja Virtual escolhendo seu ramo com facilidade para triplicar suas vendas.

Então, para conhecer o que é e-commerce por completo, você precisa seguir algumas estratégias para sua loja virtual decolar nas vendas on-line.

As empresas citadas acima, por exemplo, seguiram algumas dicas para chegar onde estão hoje.

o que é e-commerce e como criar um

Segmentar o público

Você pode segmentar seu público, pois ao criar loja virtual, você irá lidar com diversos públicos, então precisa saber como fazer isso.

Uma boa maneira de segmentar é verificando sexo e idade dos visitantes da sua loja virtual.

Depois disso, você precisa saber como mostrar o seu produto para despertar interesse do público presente naquela página.

A partir daí você pode interagir com o cliente, enviando e-mail marketing de produtos interessantes para o usuário, se baseando nas buscas feitas, entre outros.

Caso queira saber mais sobre as técnicas de e-mail marketing para divulgar seu negócio e fidelizar seus clientes, acesse o link!

Descontos especiais

Você pode também oferecer descontos especiais para aqueles que estavam quase concluindo a compra, mas desistiram. Esse é o famoso “abandono de carrinho”.

Descontos atraem os consumidores, pois você está oferecendo um benefício ao público e, com isso, geralmente os carrinhos que foram abandonados, se convertem em vendas on-line.

Essa é uma técnica muito utilizadas para empresas que o e-commerce é a principal fonte de renda.

Aumento do ticket médio

O que isso quer dizer? Quer dizer aumentar o valor médio que cada comprador gasta em seu e-commerce.

Essa ação é essencial para que sua loja virtual cresça cada vez mais, pois cada vez que um consumidor compra em sua loja, consequentemente a confiança vai aumentando.

A confiança é um ponto primordial que todas as empresas buscam conquistar. Afinal, quando seu cliente tem segurança no seu negócio, as chances dele se fidelizar aumentam cada vez mais.

O aumento do ticket médio representa essa fidelidade. Mas como eu faço para aumentar o meu ticket médio?

É simples. Uma das ideias é oferecer ao cliente, após o mesmo realizar uma compra, um produto complementar ao que foi comprado.

Por exemplo, se o seu consumidor comprou um quadro, por que não oferecer um tapete para ele? São produtos complementares, você pode despertar o interesse dele e, assim, aumentar o ticket médio.

Ou então, caso ele tenha comprado uma chuteira, você pode oferecer um cupom de desconto para um meião.

Perceba, nesse exemplo visamos aumentar o ticket médio, e esse aumento pode acontecer por um cupom de desconto, ou seja, existe uma relação entre as maneiras de alavancar as vendas em e-commerce.

As empresas que mais lucraram nos últimos anos, seguiram a risca essas técnicas e hoje estão em um alto patamar.

Agora que sabe o que é e-commerce e quais são seus benefícios, crie uma loja virtual de sucesso!

Mostramos para você o que é e-commerce e que ter um é extremamente importante para o seu negócio, pois dessa maneira você consegue estar disponível para qualquer comprador e o melhor, a qualquer hora.

Outro fator importante é: o uso de e-commerce não para de crescer. Em 2015 foi um faturamento de 47,52 bilhões, em 2016 o número aumentou para 53,4 bilhões. Ou seja, a partir do momento que você sabe o que é e-commerce, começar a investir nessa estratégia é essencial para o seu negócio.

Então não perca mais tempo, se você não tem uma loja virtual, crie agora a sua. Mas caso você já tenha e queira crescer ainda mais, basta seguir as dicas que foram dadas, e as chances do seu negócio ter mais sucesso, vão aumentar ainda mais.

Se você não se contentou em apenas saber o que é e-commerce e quer ver sua loja virtual ter ainda ainda mais sucesso, acompanhe esse material sobre estratégias de marketing para e-commerce e desbanque a concorrência.

2018-10-26T17:56:57+00:00

Deixar Um Comentário