Início » Inbound Marketing » Plano de Inbound Marketing: o que é preciso para iniciar o seu projeto

Plano de Inbound Marketing: o que é preciso para iniciar o seu projeto

Publicado: 10 de abril de 2019 | Por: | Atualizado: 14 de agosto de 2019.

Um plano de Inbound Marketing pode ser o que falta para valorizar a sua marca no mercado. Converta mais clientes com ações que trazem resultado.

E-book - Como revolucionar suas vendas com inbound marketing

Uma boa estratégia de marketing digital sempre foi uma das chaves para fazer com que seu serviço chegue até o cliente atualmente.

Agora considere fazer o contrário acontecer. Sim. Imagine que você investe em estratégias tão focadas e inteligentes que são capazes de fazer o cliente ir espontaneamente até você.

Na prática, isso pode se tornar realidade com o Inbound Marketing, metodologia dentro do próprio Marketing Digital que foca no relacionamento com o potencial cliente de forma progressiva.

Confira o conteúdo a seguir e anote algumas dicas práticas de como iniciar um bom projeto de Inbound Marketing:

Afinal, quais são as vantagens de investir no Inbound Marketing?

Conheça os benefícios de fazer um plano de inbound marketing

Bem, não é novidade que os cliente de hoje em dia não têm mais as mesmas práticas de compra que antes.

Hoje falamos em consumidores cada vez mais críticos e focados em conhecer muito bem a empresa com a qual estão prestes a se relacionar.

Se você ainda não ouviu falar a respeito, saiba que inclusive existe o momento zero da verdade. Um conceito moderno que diz que o cliente antes de ir até a loja (momento um) pesquisa sobre ela na internet para checar sua credibilidade e avaliações de outros consumidores.

Ou seja, não basta apenas focar em publicidade offline é preciso estar por dentro das técnicas que são capazes de dialogar e atrair o consumidor consciente e decisivo da modernidade.

E uma dessas técnicas, inclusive a mais popular, é o Inbound Marketing.

Metodologia que foca no marketing de conteúdo como forma de atrair potenciais clientes por meio da oferta de conteúdos relevantes em seus canais online, de modo a evidenciar sua autoridade no segmento em que atua e, assim, atrair novos consumidores focando na educação do mercado.

Suas principais vantagens são:

  • Posicionar-se como referência no segmento de atuação;
  • Atrair novos consumidores e aumentar a carteira de clientes;
  • Diminuir custos com estratégias massivas e conquistar clientes que entendem a proposta dos seus serviços e veem valor nela, dessa forma, há mais chances de conversão.

O que é preciso para começar a fazer Inbound Marketing?

Descubra como impulsionar o desempenho de marketing e vendas do seu negócio com a plataforma Ideal Marketing

Em primeiro lugar, assim como em qualquer outra estratégia, você precisa estabelecer objetivos e a partir deles traçar o seu planejamento de Inbound Marketing.

O planejamento é uma espécie de mapa que delineará todo o percurso do projeto, não à toa é o primeiro passo.

Dentro do planejamento algumas das suas ações – para inciar o projeto – será criar a sua persona.

Estude o público-alvo do seu negócio e a partir dos dados do perfil levantado, crie o seu cliente ideal; dê um nome, idade, cargo, ocupações etc, essa construção norteará as suas ações seguintes, tipo de comunicação, linguagem e muito mais.

Outra etapa importante é definir os canais nos quais você irá apostar. É crucial que a atração aconteça principalmente por meio dos seus próprios canais, então, se ainda não possui, é hora de criar um blog, por exemplo!

Além das suas páginas particulares, aposte também na oferta de conteúdos por meio das redes sociais e outros canais que façam sentido com os hábitos de acesso da sua persona.

E quanto ao seu funil de vendas?

Lembre-se que o funil de vendas possui três ciclos: atração, nutrição e conversão.

Por isso, na hora de produzir os conteúdos não saia os escrevendo sem nenhum filtro, aliás é aqui o momento no qual mais é preciso focar em estratégia.

Portanto a equipe de redação precisa produzir conteúdos de atração, nutrição e conversão (focando na jornada de compra do consumidor).

Nesse momento, aliás, um fluxo de nutrição será de grande ajuda. O fluxo de nutrição é uma espécie de esqueleto para nortear a sua produção, publicação e envio de conteúdos.

Por exemplo, você terá diretrizes como:

“Os leads na etapa de nutrição, com base em seu perfil, receberão tais tipos de conteúdos para se aprofundarem no assunto e descerem ainda mais no funil de vendas.”

Por fim, indicamos fortemente que considere a automação de marketing como um investimento para otimizar suas ações, análise de resultados e indicar melhorias contínuas.

2019-08-14T13:42:40-03:00

Deixar Um Comentário

Diagnóstico Gratuito do seu Marketing