Como elaborar um fluxo de nutrição de leads: aumente sua base de possíveis clientes

//Como elaborar um fluxo de nutrição de leads: aumente sua base de possíveis clientes

Por: | Publicado: 13 de dezembro de 2018 | Atualizado: 13 de dezembro de 2018.

Saber como elaborar um fluxo de nutrição de leads que realmente traz resultados é um desafio que pode aumentar as vendas do seu negócio de forma surpreendente. Se relacionar com os possíveis clientes por meio de uma estratégia inteligente é a chave que pode estar faltando para levar a sua empresa ao topo do sucesso.

Imagine que você tem um excelente canal na internet, como site ou blog, representante da sua empresa.

O número de visitas e interação com os conteúdos expostos são excelentes, mas as vendas continuam estagnadas e a sua base de leads não se desenvolve.

Parece que algo está errado, não? É como se alguma peça da engrenagem não estivesse funcionando como deveria e por isso o resultado final – objetivo macro – não é alcançado.

Muitas empresas, desde grandes à pequenas, já entenderam a necessidade do relacionamento com o cliente por meio de uma estratégia que deve começar desde o momento em que ele acessa seus canais.

Essa técnica deve funcionar continuamente, de forma planejada, de modo a tornar um simples visitante em um cliente real.

Por isso, vamos falar sobre o que é a nutrição de leads e como ela pode ser o diferencial das suas vendas.

Confira!

O que é e qual a importância da nutrição de leads

Bem, você já sabe o que é lead, certo?

Esses consumidores em potencial são o principal motivo pelo qual as estratégias de marketing e vendas são tão necessárias.

Sem eles os negócios não se desenvolveriam e, portanto, merecem máxima atenção por meio de uma nutrição e relacionamento de qualidade.

Isso quer dizer que a sua empresa precisa oferecer canais de comunicação abertos, otimizados e personalizados, sem se limitar apenas ao e-mail marketing, para facilitar a troca de informações e conquistar espaço para dialogar com o lead.

A nutrição de leads nada mais é que a ação de oferecer aos possíveis clientes conteúdos e diversos materiais informativos, relevantes, os quais agreguem valor ao conhecimento deles e solucionem possíveis dúvidas, dores ou lacunas.

Esse fluxo de nutrição é crucial para as empresas que desejam ser referência no mercado, pois além de aumentar a propensão de compra de cada potencial cliente, ainda estará educando o mercado de forma engajadora.

E para isso é crucial se atentar ao seguinte: a nutrição leva em consideração o comportamento do consumidor, por exemplo, como ele age na jornada de compras.

Isso porque é observando o seu comportamento que a empresa poderá criar conteúdos personalizados de acordo com o perfil do público, segmentar os interesses etc.

Como fazer um fluxo de nutrição de leads

Agora que você já entendeu o que é nutrição de leads. Vejamos como elaborar um fluxo para que essa nutrição aconteça da forma mais eficiente possível.

Planejamento sempre em primeiro lugar

Assim como qualquer coisa na vida, o planejamento é um dos principais elementos que define o sucesso de um objetivo.

Isso porque sair pondo a mão na massa, sem um norte, sem estratégia, sem preparação, é o pior erro que alguém pode cometer.

Por isso, o primeiro passo para construir o seu fluxo de nutrição de leads é planejá-lo.

Defina metas realistas, prazos etc. Quantas conversões você quer alcançar depois de um mês que o fluxo estiver implementado? E a longo prazo?

Além disso, aqui também é o momento de estabelecer alguns pontos importantes que nortearão o seu fluxo de nutrição de leads:

  • O que definirá um lead preparado para a conversão;
  • O que ele precisa dominar? Qual tipo de perfil será considerado como lead quente ou frio?;
  • Quais critérios serão avaliados para determinar se o lead está preparado para ser atendido pela equipe de vendas?

Caso você ainda não tenha definido a sua persona, esse é o momento. Ter em mente qual é o perfil do seu cliente ideal ajudará a responder às questões acima.

Construa sua base de leads: capture dados e segmente

Aqui começamos uma parte mais prática.

Chegou a hora de captar os dados dos seus leads, fazer com que eles deixem de ser apenas visitantes para entrarem efetivamente na sua base de possíveis clientes.

Você pode usar landing pages e formulários contidos diretamente no próprio blog, newsletter etc.

Além disso, se a sua persona for muito presente nas redes sociais, não ignore o potencial de captação de dados que existe nelas.

Dica importante: seus formulários ou qualquer outro instrumento para captação devem solicitar o mínimo de informações possíveis, apenas as mais relevantes para as equipes de marketing e vendas.

Quanto mais extenso e desnecessário for o formulário, maiores são as chances do usuário desistir dele.

Depois de ir alimentando e desenvolvendo a sua base, o próximo passo é a segmentação de leads!

Essa é a etapa que definirá quais tipos de conteúdo serão enviados a cada um.

Segmente seus leads de acordo com informações importantes, que sejam capazes de traduzir o quão próximo do negócio e da venda ele está.

Normalmente cargo e segmento de atuação do visitante são pontos chave a serem analisados.

Prepare um conteúdo de máxima qualidade para seus possíveis clientes

Agora é o momento de determinar e produzir os conteúdos que nutrirão seus leads.

Ofereça materiais de extrema qualidade, demonstrando que a marca é autoridade no mercado e tem muito conhecimento para oferecer sobre temas importantes.

Materiais ricos como ebooks, whitepapers, vídeos, webinars, infográficos etc podem ser produzidos de acordo com a preferência da sua persona, é claro.

Defina o cronograma de envio dos materiais de nutrição de leads

Um dos elementos chave para que o seu fluxo de nutrição de leads dê certo é ter um cronograma estratégico de envios.

Afinal você não quer ser aquela empresa chata que o consumidor chega a bloquear o domínio para não receber mais emails, certo?

Sempre considerando o perfil da sua persona, estabeleça a linha do tempo para envio de e-mail ou de qualquer outro material.

Aliás, não se prenda só ao e-mail marketing, redes sociais também podem ser um excelente canal.

Retomando… depois que o visitante deixou os dados em algum de seus formulários, você pode no mesmo momento enviar um e-mail de boas-vindas, ou apresentando algum benefício dele ter se cadastrado em seu fluxo de nutrição.

Três dias depois, por exemplo, você pode enviar novidades do mercado.

É claro que esses são apenas exemplos. O que deverá ditar a periodicidade ideal é o perfil do cliente.

Meça os resultados e faça ajustes se necessário.

Se o planejamento é o primeiro passo de um bom projeto, a avaliação de resultados é o último, e igualmente importante.

De acordo com as métricas e objetivos estabelecidos na primeira etapa, verifique se o fluxo de nutrição de leads está funcionando como o esperado.

Observe se os visitantes estão realmente sendo convertidos ou se há alguma falha no meio do caminho que deve ser reajustada.

Seus leads já podem ser nutridos da melhor maneira possível

Hoje você aprendeu o que é nutrição de leads e como ela é um dos diferenciais que tornam suas vendas, para o consumidor, mais que um contato comercial, e sim um processo de conhecimento, educação e interação relevante com a marca.

Além disso, apresentamos algumas dicas simples para que você implemente o fluxo de nutrição de leads no seu negócio de forma funcional e capaz de gerar resultados efetivos.

Por isso revisitamos mais uma vez aqui no blog e regra de começar sempre pelo planejamento, depois construir a sua base de leads por meio da captação de dados e sem se esqueça da segmentação. Afinal é ela que dará o norte para a sua criação e disparo de conteúdos.

Falando em conteúdo, lembre-se da necessidade de elaborar materiais relevantes, que sejam capazes de demonstrar ao possível cliente o quanto a sua marca é referência no assunto.

Por fim, trace a linha do tempo dos disparos de interação com o lead. Isto é, após a captação de dados, depois de quanto tempo a equipe de relacionamento fará a primeira abordagem, e a segunda?

E como um bom estrategista, não deve de medir os resultados, checar como vai a eficácia do processo e faça ajustes, se necessário.

O aumento das suas vendas pode estar mais perto do que você imagina.

Agora é com você!

2018-12-13T17:46:56+00:00

Deixar Um Comentário