Início » SEO » 7 passos de SEO para conseguir tráfego orgânico no seu site e alcançar a primeira página do Google

7 passos de SEO para conseguir tráfego orgânico no seu site e alcançar a primeira página do Google

Publicado: 14 de junho de 2018 | Por: | Atualizado: 14 de agosto de 2019.

Ao gerar tráfego em uma página da web você consegue trazer mais visibilidade e relevância para ela. Para isso, é importante cuidar de algumas técnicas de posicionamento pagas e orgânicas que auxiliam nesse tráfego. Mas não se preocupe, não é tão complicado quanto parece!

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

Hoje em dia dificilmente alguém vai realizar uma compra sem antes fazer uma pesquisa na internet sobre o assunto.

E quando usamos os mecanismos de busca, como o Google, a primeira página dos resultados é onde costumamos encontrar tudo sobre aquele produto ou serviço de nosso interesse.

Mas isso só é possível porque esses motores de busca possuem uma série de critérios para ranquear os melhores resultados e proporcionar uma boa experiência ao usuário.

E-book - 10 práticas para a geração de leads

Por isso, se você quiser aparecer no TOP 10 dos melhores sites em uma pesquisa terá que investir em um conjunto de técnicas de posicionamento, as quais podem ser orgânicas ou pagas.

Dessa forma, ao provar que seu conteúdo é de qualidade e vai proporcionar uma boa experiência ao usuário, o Google vai te recompensar com uma boa posição nos resultados e te ajudar a conseguir mais tráfego para o seu site.

Se você quiser saber TUDO sobre como atrair mais tráfego e aumentar a visibilidade da sua marca, confira o conteúdo a seguir:

Tráfego orgânico x Tráfego pago

Conheça as diferenças entre tráfego orgânico e tráfego pago

Em algum momento, toda empresa vai se deparar com questões de custo-benefício em diferentes processos e com o marketing digital não seria diferente.

Isso porque você pode escolher entre criar táticas para gerar tráfego orgânico ou ainda investir em um tráfego pago.

Hã? Mas o que isso quer dizer? Confira os próximos tópicos e aprenda o que é cada tipo de tráfego e entenda as suas diferenças.

Tráfego orgânico

O tráfego orgânico é a maneira de conseguir mais visitantes por meio das técnicas de posicionamento as quais citamos no início do texto, lembra?

Sendo assim, ele gera mais autoridade para uma URL, pois você acaba se tornando uma referência sobre o conteúdo que oferece no site e isso é um ponto importante para os buscadores.

Outra característica é que o tráfego orgânico exige um investimento financeiro indireto, ou seja, você precisa contratar redatores, ferramentas para manutenção de sites e especialistas para conseguir os melhores resultados no seu posicionamento.

Isso porque aqui o seu foco deve ser priorizar a produção de conteúdo de qualidade e que respeite todos os critérios de seleção, por isso ter uma equipe qualificada é fundamental.

Porém, a única questão que vai “contra” esse modelo é que se você for uma pessoa impaciente fica complicado utilizar essa forma de tráfego.

Isso porque os buscadores levam um certo tempo para indexar, ou seja, ler cada uma das URLs de uma página na web.

Mas espera! Os buscadores não lêem um site pela página inicial como, por exemplo: idealmarketing.com.br/blog/.

Na verdade, eles lêem uma URL específica, por exemplo: idealmarketing.com.br/blog/o-que-e-persona.

No caso do Google, dependendo do tamanho do site e dos conteúdos dentro dele, o tempo para que cada URL seja lida pelo Googlebot (robô do Google), pode variar entre dois a três meses.

Por isso, ao optar por uma metodologia de tráfego orgânico você precisa entender que é necessário ter paciência e persistência para aguardar a indexação de cada página.

Tráfego pago

Como o próprio nome já diz, no tráfego pago você precisa pagar para ter direito a um lugar de destaque e estar visível ao maior número de pessoas possível.

Isso é feito por meio de anúncios criados no Google AdWords, plataforma de anúncios do site de buscas a qual ajuda empresários que não dispõe de muito tempo para esperar os resultados orgânicos aparecerem.

Mas não se esqueça: embora o posicionamento já esteja garantido, o cuidado com a qualidade do conteúdo ainda é muito relevante!

E falando em anúncio pago, se você quiser saber o que é Google AdWords dê uma olhada nesse conteúdo que fizemos sobre o assunto.

Como gerar tráfego orgânico para o seu site em 7 passos

Aprenda a gerar tráfego orgânico para o seu site com esse passo a passo

Como você já conheceu as diferenças entre tráfego orgânico e tráfego pago na web, é hora de dedicar um pouquinho de tempo para aprender formas de aumentar o tráfego orgânico de um site.

Sendo assim, é hora de revisitarmos o conceito de o que é SEO, termo já explicado no blog e o qual já falamos anteriormente aqui quando mencionamos as técnicas de posicionamento.

Isso porque o SEO é a base do tráfego orgânico na web, afinal é respeitando os critérios de análise dos motores de busca que você vai conseguir uma boa posição nos resultados.

Dessa forma, ele é capaz de te ajudar a transformar o conteúdo do seu blog ou site em cliques reais e esses cliques podem se tornar um novo cliente!

Mas chega de blá blá blá, vamos ao passo a passo de como aumentar o tráfego orgânico do seu site!

1. Procure uma boa hospedagem de site

Antes de colocar um site no ar, é preciso avaliar qual domínio seu site terá e o tipo de hospedagem que você deseja adquirir para ele.

Isso porque a hospedagem garante ao Google e aos demais buscadores analisarem o seu site de uma forma mais crítica, pois mostra que você teve um cuidado maior ao garantir a segurança dos dados e a navegabilidade do usuário.

E é justamente na navegabilidade que está nosso primeiro item avaliado para o tráfego orgânico!

Por isso, fique atento a simplicidade e rapidez da sua página ao definir uma hospedagem, afinal ela pode ser a chave de uma URL referência para o Google.

Para conhecer melhor sobre os diferentes tipos de hospedagem de site, dê uma olhada em nosso conteúdo sobre o assunto e tire todas as suas dúvidas.

2. Selecione palavras-chave

Outra forma de obter maior tráfego orgânico para um site é apostando em palavras-chave de relevância.

Mas o que é palavra-chave?

Como já falamos no blog, as palavras-chave são termos de busca utilizados pelos usuários para encontrar algo na web.

Esses são exemplos de termos de busca digitados no Google a fim de encontrar uma determinada informação.

E é importante saber quais são os termos mais procurados na web referentes aos assuntos relacionados do seu nicho de mercado, pois assim você consegue obter um maior número de tráfego orgânico usando palavras-chave.

Prefira usar as palavras-chave de cauda longa

As long tail ou palavras-chave de cauda longa são aquelas que representam uma ideia mais ampla, como hotéis baratos no centro de Londres.

E são justamente elas as mais usadas por quem deseja melhorar seu posicionamento e atrair tráfego orgânico.

Isso porque elas costumam ter um volume de busca menor, mas feito por quem está decidido e a um passo de realizar uma compra.

Dessa forma, você vai atrair um tráfego orgânico de qualidade ao seu site e ainda aumentar as suas vendas!

Além disso, usar um termo desse tipo vai te ajudar a construir autoridade e até melhorar o posicionamento de uma palavra-chave simples, como hotéis baratos, usando o exemplo acima, as quais possuem um volume de busca muito grande.

Ou seja, de um jeito ou de outro o aumento da visibilidade da sua marca está garantida!

3. Crie títulos melhores

Sabe aquela frase: “nunca julgue um livro pela capa”? Pois bem, esqueça dela quando for pensar em tráfego orgânico e os títulos dados aos seus conteúdos!

Isso porque o Google e os usuários levam muito em consideração se esse título passa as informações que você precisa de forma clara e criativa.

Tanto é que em uma página de resultados, o que vemos em destaque de um site? O title e a meta description do conteúdo.

Como assim?!

Calma que a gente explica!

Na ordem, a primeira coisa que o usuário vai ver ao procurar por algo será a página de resultados do buscador, vamos usar o Google como exemplo.

Suponhamos que você digitou uma busca como: Url rastreável.

Essa busca vai gerar uma série de resultados e cada um desses links em azul é uma URL diferente.

Esse texto (o link clicável azul) é chamado de SEO Title.

O SEO Title é a primeira coisa que o usuário vê quando pesquisa um assunto, por isso ela deve ser chamativa e criativa para que induza a pessoa a clicar naquele link.

Depois disso, logo embaixo do texto de SEO Title o usuário vai encontrar a description.

Na Description, o texto precisa complementar a ideia do Title despertando um pouco da curiosidade do leitor para o que você está trabalhando no texto.

Depois que o usuário se interessa pelo conteúdo apresentado na busca e clica no link você precisa engajá-lo no H1.

O H1 é o título da sua página. É como se fosse o título de um texto, no livro, por exemplo.

Nele estão contidas as informações do SEO Title e da Description e você precisa desenvolver a frase para que haja uma compreensão maior do leitor sobre o que você pretende falar.

Bom, para saber mais sobre como criar bons títulos e textos de qualidade, dê uma olhada em nosso conteúdo sobre o que é marketing de conteúdo e seja um expert no assunto.

E-book - Como crescer sua empresa com marketing digital

4. Produza conteúdos de relevância para o site

Produzir bons conteúdos vai muito além de escrever um texto de forma correta!

Isso porque um conteúdo é o conjunto de tudo o que a página oferece, ou seja, além do texto, entra na conta as imagens, links, vídeos e os gráficos.

Então todos esses itens podem enriquecer ainda mais a página de um blog e facilitar o tráfego orgânico simplesmente por oferecerem materiais de mídia diferentes dos demais sites.

Por exemplo, se uma empresa for fazer um post sobre produção de festas infantis, inclua no seu texto o material multimídia relacionado ao assunto.

Dessa forma, ao oferecer um conteúdo rico você consegue ganhar credibilidade com o Google e ainda captar a atenção do visitante conseguido por meio do tráfego orgânico.

5. Aposte no link building

O link building é, com certeza, uma das técnicas de SEO mais utilizadas quando o assunto é gerar tráfego orgânico.

Isso porque o trabalho dos link builders é garantir que a sua empresa seja citada dentro das rede sociais e em outros canais de divulgação na web com mais facilidade.

Além disso, um link builder também ajuda a cuidar da imagem de uma empresa, trabalhando para que as pessoas vejam apenas links bons relacionados ao seu negócio.

Assim, o Google irá perceber o esforço que você tem para deixar tudo ao alcance do seu público-alvo de uma forma mais fácil e te recompensará com um bom posicionamento.

6. Presença nas redes sociais

Além de cuidar da imagem da sua empresa por meio dos links, outra forma de fazer isso é aumentando a presença da sua marca nas redes sociais.

Isso porque de certa forma elas podem até funcionar como um comercial de TV. Quanto mais vezes o público-alvo se deparar com a sua marca, mais ela fixa na mente das pessoas.

E nas redes sociais, uma simples página no Facebook para empresas pode garantir que você tenha um sucesso de divulgação muito maior do que tinha antes.

Se quiser saber mais sobre quais redes sociais utilizar para divulgar sua empresa e gerar mais tráfego, confira nosso conteúdo sobre as redes sociais mais usadas no Brasil.

7. Trabalhe para fazer uma boa divulgação

Da mesma forma que você gera presença na web com ações voltadas para as redes sociais, a divulgação da sua empresa deve acontecer por meio de um conjunto de outras mídias online.

Por isso, abuse das diferentes formas de divulgar sua empresa na web, seja por meio de anúncios pagos em redes sociais, usando vídeos criativos no YouTube, ou até criando um blog para ensinar seus clientes sobre determinado assunto.

Afinal, a divulgação também é uma forma de mostrar ao Google que o seu site é relevante para o usuário e que você se preocupa com a qualidade das informações que está passando.

Assim, as chances de conseguir mais tráfego orgânico são muito maiores do que sem nenhum tipo de divulgação.

Seu cuidado com o SEO é o responsável por gerar tráfego para site

Sucesso com tráfego

Hoje você aprendeu as diferenças entre tráfego orgânico e tráfego pago e como é importante ter as duas definições bem claras atualmente.

Isso porque para gerar tráfego internet e aumentar a visibilidade da sua empresa é necessário cuidar de questões relacionadas a visão que o Google tem do seu site e a experiência do usuário ao entrar na sua página.

Agora, vamos fazer aquela revisão rápida sobre tudo o que vimos sobre tráfego, beleza? Lápis e papel na mão, hein?!

  1. Tráfego pago é diferente de tráfego orgânico e com ele é possível acelerar seus resultados, embora seja mais caro;
  2. Gerar tráfego internet ajuda um site a conquistar potenciais clientes no futuro;
  3. Para aumentar tráfego site é preciso utilizar algumas técnicas de SEO específicas; como o uso de palavras-chave, títulos criativos e bom conteúdo;
  4. Use e abuse do link building para aumentar o tráfego orgânico e o tráfego pago;
  5. Trabalhe bem a divulgação dos seus conteúdos e consiga aumentar tráfego site e esteja presente nas redes sociais.

Anotou tudo? Ótimo!

Agora corra para começar a usar o melhor modelo de tráfego internet para seu site.

Lembre-se: não precisa escolher um ou outro. Dá para trabalhar com o tráfego pago e com o tráfego orgânico em conjunto, assim você obtém resultados mais rápidos e ganha relevância na web.

Se quiser mais dicas, não se esqueça de visitar o blog da Ideal Marketing!

2019-08-14T15:37:53-03:00

Deixar Um Comentário

Diagnóstico Gratuito do seu Marketing