Aproveite 10 dicas de gerenciamento financeiro para aumentar suas vendas

Ícone Ideal Marketing

Por:

Publicado: 14 de maio de 2018 | Atualizado: 26 de novembro de 2019.

É importante ter um gerenciamento financeiro bem estruturado e um controle de gastos eficiente para evitar surpresas desagradáveis no fim do mês. A questão é: como usar o planejamento financeiro para vender mais e vencer as barreiras impostas pela crise? Não sabe? Vem com a gente entender melhor!

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

O brasileiro ainda não possui a cultura de controlar as finanças da sua vida pessoal e esse ponto se transforma em uma deficiência no gerenciamento financeiro de uma empresa.

Hoje, além das pessoas que investem na abertura de novas empresas, os empresários mais antigos também precisam se preocupar com as finanças.

Isso porque, em tempos de crise é preciso se planejar economicamente para estar sempre um passo à frente dos empecilhos vindos de um cenário altamente delicado.

Porém, por falta de conhecimento ou até mesmo por teimosia, a maioria dos empreendedores não se preocupam com a saúde financeira da sua empresa e sim com o quanto vão ganhar.

Por isso preparamos este conteúdo a fim de ajudar você a manter um controle melhor do dinheiro que entra e sai da empresa.

Além disso, queremos te mostrar como vender mais e assim conseguir contornar as adversidades de uma crise!

Dá só uma olhada no que você vai encontrar por aqui:

Dedique total atenção às suas finanças estando um passo a frente da crise

gerenciamento financeiro-atenção

Não importa se você é um empresário novo ou um veterano no mundo dos negócios, cuidar da parte financeira da sua empresa é extremamente importante na caminhada do sucesso.

Por isso, cuidar da saúde financeira de um negócio pode ser uma excelente forma de conquistar novos investimentos para o crescimento dele, além de te ajudar a superar instabilidades capazes de gerar ou potencializar crises.

Por isso, vale saber: o gerenciamento financeiro engloba o registro e análise de todas as informações relacionadas ao uso do dinheiro na empresa.

Esse uso pode envolver gastos como compras de materiais, produção, execução dos serviços e despesas em geral, mas também envolve os recebimentos como investimentos em aplicações e o lucro da empresa.

Mas, a primeira coisa a pensar quando for planejar um gerenciamento financeiro eficiente a fim de vencer cenários delicados como crises é a organização!

Isso porque ela é a primeira base de sustentação dos objetivos seguintes.

Por isso, existe todo um preparo nos setores da empresa para que as informações sejam de total conhecimento dos responsáveis e que estejam à disposição sempre que houver necessidade de análise.

Isso é importante quando existe a necessidade de calcular o fluxo de caixa mensal, porque é justamente nessa análise que os empresários descobrem se tiveram lucros ou prejuízos.

Assim, a crise pode ser mais facilmente identificada e controlada se puder contar com análises bem feitas e concretas.

Porém essa questão é relativa e pode variar muito de empresa para empresa. Vamos entender melhor no tópico seguinte!

Nem toda falta de dinheiro no caixa significa prejuízo

É comum um empresário achar que tem lucro ou prejuízo baseado na quantidade de dinheiro restante na conta da empresa. O problema é: não dá para medir lucratividade, prejuízo, ou status de uma crise baseado apenas no extrato da conta.

Nem sempre ter ou não dinheiro no caixa quer dizer que algo de muito certo ou muito errado aconteceu, porque tudo depende de quanto você investiu e se as contas da empresa já foram pagas, por exemplo.

Às vezes, ficar com o caixa zerado significa apenas o seguinte: você teve retorno igual ao valor investido na empresa. Nesse caso, cabe a você manter a crescente de vendas e conseguir fechar o mês positivo.

Isso também se aplica em casos nos quais há dinheiro no caixa. Nem sempre finalizar o mês com dinheiro no caixa significa ter lucro. Às vezes você só esqueceu de pagar uma conta mesmo!

Por isso, vale entender o seguinte: o controle dos gastos e ganhos da sua empresa devem estar diretamente relacionados com os investimentos feitos em ações de vendas.

Com isso, tendo esse tipo de controle e um gerenciamento bem planejado, você consegue equilibrar gastos e entradas, além de estar sempre a frente de uma crise ou se já estiver imerso nela, fica mais fácil se reerguer e encontrar o melhor caminho para vencê-la!

Aprenda a controlar para vender!

gerenciamento financeiro-controle

Com o controle financeiro de um negócio é possível conquistar um respiro maior para fazer investimentos em melhorias na empresa em busca de novas oportunidades.

Assim, organizar o gerenciamento financeiro de uma empresa é tão necessário quanto separar o dinheiro do gás em uma casa simples de família.

Isso porque, controlar os gastos feitos com despesas necessárias e desnecessárias pode ser a chave para a porta do crescimento que você tanto procura.

Por isso é preciso manter-se alerta quanto aos gastos na empresa, porque, às vezes esse dinheiro pode ser investido em ações as quais trarão mais conversão no futuro.

Como, por exemplo, quando você investe em treinamentos direcionados aos colaboradores e eles tem uma performance de vendas muito mais eficaz e produtiva no futuro. Tais são os benefícios de um bom gerenciamento!

De forma geral, o que realmente vale na hora de fazer o gerenciamento financeiro da sua empresa é o cuidado que você tem para organizar e delimitar gastos e entradas, a fim de que o saldo final tenha equilíbrio e esteja de acordo com a realidade do seu negócio.

Por isso, confira nossa seleção com as 10 melhores dicas de como fazer um gerenciamento financeiro saudável e eficiente.

Confira 10 dicas e tenha um gerenciamento financeiro empresarial de sucesso

gerenciamento financeiro-dicas

Nós sabemos que organizar um gerenciamento financeiro não é uma tarefa fácil de ser feita, afinal, nem todo mundo é o Isaac Newton da matemática!

Foi justamente pensando em leitores que buscam formas mais sucintas de manter um gerenciamento financeiro de qualidade que preparamos um top 10 com as melhores dicas para usar no controle financeiro empresarial gratuito da sua empresa.

1. Separe a pessoa física da jurídica

Nunca, em momento nenhum e de maneira alguma misture as finanças pessoais com as da empresa. Essa é uma das premissas do gerenciamento financeiro.

Isso porque esse tipo de mistura com certeza vai gerar conflito financeiro em ambas as contas.

Nós sabemos que muitos empresários começam seus negócios com dinheiro próprio e isso é aceitável até um determinado ponto de crescimento.

Porém, quando a empresa já está “andando com as próprias pernas” você precisa separar a pessoa física da jurídica na hora de montar o gerenciamento financeiro.

Aliás, quer uma dica capaz de te mostrar como tornar essa tarefa mais fácil: defina um pró-labore: sistema de remuneração própria do dono ou sócios da empresa, esse recurso torna mais clara a separação e distinção dos recursos e pagamentos.

Isso não é só importante quando se precisa controlar as finanças.

A Receita Federal também fica de olho nas empresas que não declaram a origem de seus ganhos e isso pode ser um baita problema para você no futuro.

Pois quando se mistura gastos pessoais com empresariais os seus investimentos e lucros perdem a clareza das origens e por isso seu negócio pode ter problemas fiscais, por exemplo.

Agora você já sabe a importância de separar os gastos, certo?

Então vamos conferir a próxima dica quando se pensa em um excelente gerenciamento financeiro!

2. Tenha um planejamento estratégico

Para fazer o controle financeiro empresarial gratuito de uma empresa é preciso fazer um planejamento estratégico.

Isso porque, o planejamento estratégico mensura o quanto o seu negócio pode crescer caso aplique todas as estratégias de investimento necessárias.

Para o gerenciamento financeiro, o planejamento estratégico é uma das etapas mais importantes, afinal, como você pode gastar se não souber o quanto vai lucrar com isso?

Assim, o planejamento estratégico de uma empresa deve priorizar o quanto ela poderá crescer futuramente se investir os ganhos em ações capazes de elevar as vendas.

Como isso é feito:

Coloque no papel os gastos mensais com contas fixas como conta de água, luz, telefone, salário de colaboradores etc e verifique o percentual de lucro recorrente.

Além disso, verifique também quanto está sendo investido de um modo geral e, com a ajuda de colaboradores especializados em análises matemáticas, defina como equilibrar esses gastos e lucros, além de verificar quanto pode ser investido para potencializar as vendas e aumentar a margem de lucros da empresa.

Tá vendo como é interessante usar um bom gerenciamento financeiro?!

3. Organize os documentos e comprovantes

Mantenha os documentos e comprovantes de pagamentos e débitos de contas sempre em um local organizado, porque eles são extremamente importantes no momento de embasar toda a análise do gerenciamento financeiro da sua empresa.

Isso porque, o gerenciamento envolve verificar gastos e entradas antigas, por isso, ter esse tipo de documentação guardada é um ótimo alicerce no momento de fazer a sua gestão financeira atual.

Ou seja, nunca deixe notas fiscais e documentos importantes jogados em qualquer lugar! Tenha um armário especialmente reservado para papéis como esses, porque eles serão usados lá na frente quando você precisar comprovar compras, pagamentos, débitos e coisas do tipo.

Outra opção é contratar um software de emissão de notas que guarde de documentos em nuvem. Assim, não irá correr riscos caso aconteça algo com os comprovantes impressos.

Agora você já sabe: gerenciamento financeiro tem tudo a ver com organização!

4. Mantenha um controle financeiro mensal

Pense sempre em controlar as finanças do seu negócio mês a mês porque isso ajuda a mensurar todos os gastos e ganhos que você tem com ele. Para isso você pode usar planilhas no excel a fim de organizar e separar as suas entradas e saídas mensais.

Aliás, vale saber: o controle financeiro empresarial gratuito mensal permite que os líderes e gestores possam acompanhar os rendimentos da empresa, além de verificar se o plano de negócios está surtindo o efeito esperado.

Assim, é importante acompanhar regularmente os ganhos da empresa, e com o programa para controle financeiro mensal fica mais fácil no fim do ano analisar os ganhos do negócio.

Está ficando cada vez mais claro qual é a importância de ter um bom gerenciamento financeiro? Então vamos à próxima dica!

5. Opte por faturas e boletos online

As faturas e boletos emitidos e pagos online são eficazes no gerenciamento financeiro de uma empresa, pois auxiliam você a economizar espaço com toda a papelada de documentos que citamos acima.

Com a evolução dos pagamentos eletrônicos e o acesso ao internet banking das contas ficou muito mais fácil controlar extratos, boletos e comprovantes online.

Além disso, é simples conseguir organizar esses comprovantes on-line, afinal, você só precisa guardá los em uma máquina segura, ou HD externo e até mesmo na nuvem (Google Drive) e analisá-los depois.

Ou seja, esse recurso é uma grande vantagem!

Isso porque, ao contrário do tópico acima no qual você precisa armazenar um montante de papéis impressos, esse recurso te permite fazer todo o armazenamento no computador.

Com isso, é possível deixar livre seus espaços físicos, e otimizar seu tempo de procura por determinados documentos.

Mas, fique atento: alguns documentos antigos só existem na forma impressa, por isso não deixe de ter algum espaço destinado ao arquivamento deles.

6. Corte todos os gastos desnecessários

Corte de gastos não significa demissão em massa! Nesse caso, gastos desnecessários são compras que você faz que não agregam no bom convívio dentro da empresa e nem são capazes de fazê-la crescer.

Por isso, comece cortando coisas pequenas e verifique se você realmente precisa delas ou se são apenas mais um gasto que você poderia se livrar.

Por exemplo, você pode eliminar seu gasto com agências publicitárias e aproveitar um colaborador de comunicação da própria empresa capaz de realizar suas campanhas de rede. Inclusive esse profissional pode ser o especialista em Relações Públicas.

Além disso, outro bom exemplo de corte de gastos desnecessários é utilizar pagamentos online e evitar o acúmulo de comprovantes e papéis impressos.

Tá vendo como não é difícil contar com o gerenciamento financeiro?

7. Utilize ferramentas de gestão financeira

Use sempre um programa capaz de ajudar no controle financeiro do seu negócio.

Pois, ter um controle no gerenciamento financeiro da sua empresa está diretamente ligado ao acesso dela a ferramentas de gerenciamento financeiro.

Ter um app controle financeiro pode facilitar o seu trabalho diário na organização das finanças. Por isso, não deixe de investir em aplicativos e programas capazes de auxiliar na gestão do setor financeiro.

O Confere, por exemplo, é uma ótima ferramenta para quem trabalha com cartões e tem que controlar os valores recebidos assim como as taxas pagas.
A plataforma do Confere faz conciliação de cartões de crédito, integrando as máquinas de cartão automaticamente e verificando se as taxas e pagamentos estão totalmente corretos, um cuidado que acontece da hora da venda até o extrato bancário.

Uma preocupação a menos para a gestão financeira do seu negócio, não é mesmo?!

8. Evite empréstimos

Em muitos casos, os empréstimos podem ser um grande aliado dos empresários, principalmente se a sua intenção for investir em algo novo.

Mas alguns empresários não sabem lidar com todo esse crédito oferecido pelo banco e metem os pés pelas mãos por não conseguirem controlar os pagamentos do empréstimo.

Por isso, evite ao máximo empréstimos para pagar contas, porque o máximo que pode acontecer é você adquirir uma dívida para pagar dívidas.

O correto é usar crédito bancário a fim de criar algo novo no negócio!

Agora vamos conhecer a penúltima dica quando se quer ter um eficiente gerenciamento financeiro!

9. Mantenha o controle do estoque

Não se esqueça: as suas vendas estão diretamente ligadas ao seu controle de estoque.

É importante ter em mente o seguinte: as suas vendas dependem do quanto você tem de estoque interno e manter um controle disso está diretamente ligado ao gerenciamento financeiro da sua empresa.

10. Considere a ajuda de um especialista em finanças

Como ninguém nasceu sabendo, é interessante considerar a ajuda de um profissional especializado em finanças capaz de auxiliar você nesse controle.

Por mais especialista que você seja no tipo de serviço oferecido, você não é obrigado a saber de tudo sobre finanças empresariais.

O auxílio de um especialista pode ser de grande ajuda dentro do negócio porque libera o gestor a outras atividades as quais ele tem maior conhecimento.

Perfeito!

Listamos as 10 principais dicas e agora você pode ter um gerenciamento financeiro de qualidade e assertivo dentro do seu negócio.

Viu como foi simples aprender sobre gerenciamento?

Usar o planejamento financeiro é pensar no futuro

Depois de saber as dicas para fazer um gerenciamento financeiro, é importante parar para planejar e organizar suas estratégias de crescimento com base no gerenciamento financeiro feito por sua equipe do setor financeiro.

Nenhuma marca se mantém ativa e saudável no mercado sem um gerenciamento financeiro de qualidade.

Mas vale lembrar: mesmo com ferramentas de automação financeira e uma equipe especializada, é importante manter um acompanhamento constante de todos os relatórios financeiros da empresa.

De tempos em tempos, verifique a possibilidade de contratar uma auditoria para validar os dados e melhorar a gestão do seu negócio.

Afinal, é arrumando a casa que você consegue receber novos convidados, ou no seu caso, novos clientes.

Por isso, invista no gerenciamento financeiro e tenha a garantia de que a sua empresa poderá ser a nova Microsoft do mercado. Basta querer e se organizar!

Quer conhecer mais assuntos relacionados a um bom gerenciamento financeiro? Confira os demais artigos do blog Ideal Marketing e se torne especialista no assunto!

Compartilhe nas Redes Sociais!