>>Conheça a história de vida dos maiores empreendedores do Brasil

Conheça a história de vida dos maiores empreendedores do Brasil

Publicado: 16 de julho de 2018 | Por: | Atualizado: 16 de agosto de 2019.

Com os maiores empreendedores do Brasil podemos aprender lições valiosas que não são ensinadas em nenhum outro lugar! Acompanhe essas histórias de vida e tire o melhor delas para você mesmo.

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

Grandes histórias são capazes de nos inspirar a ter grandes ideias. Elas têm o poder de transportar nossa mente a uma nova experiência e nos colocar no lugar do outro tendo ideias que não teríamos de outra forma.

Quando conhecemos a vida de um vencedor, podemos perceber passos em comum e qualidades essenciais ao crescimento pessoal e profissional.

Assim, vamos muito mais além do “diga com quem andas que direi quem és” e chegamos no “diga quem admira e direi onde podes chegar”.

Por isso, separamos essa lista sobre os maiores empreendedores do Brasil com o fim de inspirá-lo e abrir sua mente para novas possibilidades.

E-book - Como crescer sua empresa com marketing digital

Confira só os nomes dessa seleção:

Jorge Paulo Lemann

maiores-empreendedores-do-brasil-Jorge

Jorge Paulo Lemann é com certeza o homem do sonho grande. Não à toa o livro que conta a história da criação de seu império juntamente com seus sócios Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira leva esse nome.

No entanto, ao conhecer a história de Lemann e sua carreira no empreendedorismo podemos ver como esse sonhador se transformou em um verdadeiro realizador, construindo a maior cervejaria do mundo e outros grandes negócios.

Sua história começa no Rio de Janeiro, no ano de 1939. A criança que viria a se tornar um dos maiores empreendedores do Brasil nasce filha de um empresário suíço emigrante da região de Emmental.

Na infância, teve acesso a uma educação privilegiada na Escola Americana do Rio de Janeiro. Mas foi seu esforço o responsável por garantir a vaga na Universidade de Harvard, onde Lemann graduou-se em economia.

Então, Jorge Paulo Lemann muda-se para Genebra, na Suíça, em razão de um estágio no banco Credit Suisse no ano de 1961. Tem ainda outras experiências profissionais em instituições financeiras como a Invesco e a corretora Libra.

Porém, Lemann não faria parte desta lista sobre os maiores empreendedores do Brasil se não tivesse iniciado seu próprio projeto. Isso acontece em 1971, com a compra do banco Garantia.

Com a liderança de Jorge Paulo Lemann e seus sócios, o banco Garantia foi figura de destaque em grandes investidas no mercado brasileiro.

Esse sucesso possibilitou a aquisição das Lojas Americanas no ano de 1982 e a criação da São Carlos Empreendimento apenas sete anos depois.

No mesmo ano, Jorge Paulo Lemann e seus sócios compraram a Brahma e a cerveja seria o verdadeiro combustível para o sucesso.

Em 1999, a fusão com a Antarctica faz surgir a Ambev. Nos anos seguintes ainda aconteceria a fusão com a cervejaria belga Interbrew, a aquisição da Anheuser-Busch e da sul africana SABMiller, resultando na gigante AB Inbev.

Mas seus empreendimentos não se limitavam à cerveja. No ano de 1998, com a venda do banco Garantia, Lemann começou a investir na participação de companhias como a Telemar, Gafisa e América Latina Logística.

Já no ano de 2004, ele e os sócios fundam a 3G Capital por meio da qual adquirem a rede de fast food Burguer King, Restaurant Brands International e a Popeyes.

Alguns anos depois, na parceria com a Berkshire Hathaway, concretizam a compra da ketchup H. J. Heinz Company por 23,2 bilhões de dólares. Mais tarde, acontece a fusão com a Kraft, resultando na KraftHeinz.

Lemann também investe em potencializadoras de startups, na sorveteria Dilleto e em projeto de educação.

Além disso, criou a Fundação Estudar e a Fundação Lemann, por meio das quais fomenta a educação e a criação de líderes comunitários.

Outro fato curioso sobre sua vida é que além de um lugar destacado entre os maiores empreendedores do Brasil, Lemann foi jogador profissional de tênis e pentacampeão brasileiro do esporte.

Todos esses feitos garantiram a Jorge Paulo Lemann a posição de maior influenciador dos jovens da Geração Z ao lado de Steve Jobs, segundo a agência Page Talent.

E-book - Otimize tarefas e faça uma gestão empresarial de qualidade com excel

Marcel Herrmann Telles

maiores-empreendedores-do-brasil-Marcel

O segundo nome nesta nossa lista sobre os maiores empreendedores do Brasil é Marcel Herrmann Telles. Embora já tenha sido citado aqui como sócio de Lemann, esse empresário não é um personagem secundário.

Telles nasceu na década de 50, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se economista pela UFRJ, nos primeiros anos do governo militar.

Durante entrevistas, Telles falou algumas vezes sobre o período conturbado na universidade. Professores sendo presos e alunos desaparecendo.

No entanto, outra realidade chamou atenção do ainda estudante Marcel. Motivado pelo sucesso de alguns colegas, procurou por emprego na bolsa de valores.

Na época, Telles conseguiu uma vaga como conferidor de boletos, da meia noite até às 6 horas da manhã.

Pouco tempo depois, em 1972, troca seu emprego pelo banco Garantia, onde trabalha pela primeira vez com Jorge Paulo Lemann e Carlos Alberto Sicupira, seus futuros sócios.

Pelo seu bom desempenho e trabalho duro, Telles se tornou rapidamente chefe de transações. Mais tarde, foi escolhido para ser líder da cervejaria, dando início ao processo de fusão o qual criaria a Ambev.

Sua crença no sonho grande, sua dedicação e preparo para aproveitar as oportunidades renderam a Telles um bom lucro. Em 2016, a fortuna do empresário chegou a somar 48 bilhões de reais.

Não dá para negar os motivos desse nome aparecer em um dos primeiros lugares quando o assunto é empreendedorismo, não é?

Carlos Alberto Sicupira

maiores-empreendedores-do-brasil-Carlos

Carlos Alberto Veiga Sicupira, prefere ser chamado apenas por Beto Sicupira. É o último integrante do trio de empreendedores responsáveis pela criação da AB Inbev e da 3g Capital.

Carioca, como seus sócios, Beto nasceu em 11 de maio de 1948. Pouco se escreveu sobre a infância e criação desse que é um dos maiores empreendedores do Brasil, a maioria dessas informações talvez só possam ser obtidas em uma conversa com o próprio.

Por outro lado, muito se diz sobre a humildade e simplicidade do empresário. Dizem alguns que chegou até a enviar emails a pessoas que solicitaram empregos ao vê-lo passando na rua.

Fato é que Sicupira começa a trabalhar no banco Garantia no início dos anos 70. Lá conheceu seus sócios de longa data já citados aqui na lista.

O resto da trajetória é a já conhecida por meio do Sonho Grande e também já falada aqui na nossa lista dos maiores empreendedores do Brasil.

Joseph Safra

maiores-empreendedores-do-brasil-Safra

Apesar desta lista tratar sobre os maiores empreendedores do Brasil, a presença desse imigrante árabe se faz muito necessária.

Afinal, apesar de nascido na cidade de Beirute em 1938, Joseph Safra se tornou o maior banqueiro do Brasil e um dos maiores empreendedores do mundo.

No entanto, a história do Banco Safra começa muito antes, quando o pai de Joseph, Jacob, muda-se para o Brasil e funda oficialmente a instituição em 1955.

Joseph e seus irmãos administraram o banco junto ao pai até o ano de 1999, quando Jacob morreu. Apenas 7 anos depois, ele compra a parte de seu irmão Moises pela quantia de 2 bilhões de dólares.

Durante esse tempo, Joseph Safra diversificou seus investimentos, passando pelo setor da celulose e telefonia. Ou seja, falar de empreendedorismo é com ele mesmo!

No ano de 2012, deixa a gestão do Banco Safra nas mãos de seus três filhos Alberto, David e Jacob para se dedicar ao banco suíço Sarasin o qual havia adquirido no mesmo ano.

Sua fortuna somou 22 bilhões de dólares no ano de 2017. Apesar disso, Joseph afirma preferir a vida simples e longe dos holofotes.

Eduardo Saverin

maiores-empreendedores-do-brasil-Eduardo

A lista sobre os maiores empreendedores do Brasil não poderia deixar de contar com essa história já bastante conhecida graças ao filme “A Rede Social”.

Muita calma, não estamos falando de Mark Zuckerberg, mas sim de Eduardo Luiz Saverin, o brasileiro por trás do Facebook.

Paulista por origem, nascido no ano de 1982, Eduardo é filho de uma rica família brasileira. Os empreendimentos diversos de seu pai permitiram uma educação de alto nível em Miami, nos Estados Unidos.

Então, Eduardo ingressou na Universidade de Harvard para cursar Economia. Lá fez parte de alguns clubes e associações ligadas a investimentos.

Enquanto era apenas estudante, se arriscou no mercado de petróleo brasileiro faturando cerca de 300 mil dólares. Concluiu a graduação com honras, demonstrando seu talento fora do comum.

No primeiro ano da faculdade, conheceu Mark Zuckerberg com quem fundaria o Facebook em 2004. Na época, Saverin era diretor financeiro e gerente de negócios da empresa.

Pouco tempo depois, conflitos levaram o brasileiro a processar o Facebook e vice-versa. Todo processo foi resolvido em um acordo não divulgado e Eduardo foi reconhecido como cofundador.

Em 2009, Eduardo Saverin mudou-se para Singapura onde conduz seus negócios como investidor anjo até os dias de hoje. Pouco tempo depois abriu mão de sua cidadania americana, economizando cerca de 700 milhões de dólares em impostos.

Abílio Diniz

maiores-empreendedores-do-brasil-Abílio

Abílio dos Santos Diniz é um nome que não poderia faltar na nossa lista dos maiores empreendedores do Brasil. Afinal, ele é um empresário de destaque não só no nosso país, como em todo América Latina.

Sua história começa na cidade de São Paulo no ano de 1936. Abílio Diniz foi o primeiro filho de um famoso imigrante português de nome Valentim Diniz.

Doze anos depois de seu nascimento, seu pai abriria uma doceria de nome “Pão de Açúcar”. Com o tempo, o negócio foi crescendo até se tornar o maior grupo de varejo do Brasil.

Enquanto isso, Abílio Diniz estudava no colégio Anglo Latino e depois no tradicional Mackenzie. Concluiu sua graduação em Administração de Empresas na Fundação Getúlio Vargas, na década de 56.

Depois disso, Abílio Diniz abriu mão de cursar a pós-graduação conquistada no exterior para junto com seu pai transformar a doceria “Pão de Açúcar” em um supermercado.

No entanto, o sucesso do negócio não fez Abílio abandonar seus estudos. Em 1965, se muda para os Estados Unidos onde estuda Marketing pela Universidade de Ohio e Economia pela Universidade de Columbia.

Nessa mesmo época, Abílio Diniz assumiu a presidência do Pão de Açúcar, cargo ocupado até o ano de 2012 quando foi comprado pelo grupo francês Casino Guichard-Perrachon.

Além disso, Abílio Diniz funda em 2006 a Península Participações, empresa de investimentos privados na qual ocupa a presidência do conselho administrativo.

No ano de 2013, o empreendedor assume a presidência da BRF enquanto a Península Participações adquire uma parte considerável das ações da empresa.

Apenas um ano depois, Abílio Diniz se torna membro do conselho administrativo do grupo Carrefour no Brasil e na França. Mais uma vez a Península Participações estava envolvida adquirindo parte da empresa.

Silvio Santos

maiores-empreendedores-do-brasil-Silvio

Você já ouviu falar em Senor Abravanel? Talvez, não. Mas com toda certeza reconheceria o nome Silvio Santos até dito de trás para frente.

No entanto, aquilo pouco sabido é o seguinte: muito além de sua carreira artística, Silvio Santos é também um empresário de muito sucesso, por isso não poderia deixar de fazer parte da lista dos maiores empreendedores do Brasil.

Afinal, Silvio Santos é dono do Grupo Silvio Santos, no qual estão inclusos a Liderança Capitalização, Jequiti Cosméticos e o SBT.

Porém, a vida de Silvio Santos, ou do Senor Abravanel, nem sempre foi tão afortunada. Nascido no Rio de Janeiro em 1930, ele viveu uma história capaz de inspirar a muitos jovens empreendedores.

Filho de dois imigrantes, ele é o mais velho de cinco irmãos. Estudou na Escola Primária Celestino da Silva e mais tarde na Escola Técnica de Comércio Amaro Cavalcanti onde se forma como técnico contábil.

Ainda jovem Silvio Santos começou a vender plástico de proteção para títulos de eleitor, logo quando o Brasil acabava de sair de uma ditadura, seria apenas o primeiro dos seus trabalhos.

Com 18 anos, ingressa no Exército Brasileiro na Escola de Paraquedistas, na qual se destacava pelo seu bom desempenho.

Silvio Santos também participava de atividades de circo. Seu talento o levou a participar de programas de talentos e, depois, ganhar seu próprio programa de televisão no ano 1962.

Ao mesmo tempo, ele começava a investir em outros negócios. O primeiro deles foi o Baú da Felicidade, comprado de seu amigo Manuel da Nóbrega, que na época vendia literalmente baús cheios de brinquedos pagos em mensalidades.

Na televisão, os programas de Silvio Santos faziam sucesso. Com o dinheiro, o apresentador comprava horários em outras emissoras, uma delas era a TV Paulista.

Algum tempo depois, a Rede Globo realizou a compra da TV Paulista. Silvio ainda continuou com seus horários aos domingos, faturando ao revender espaço aos anunciantes.

Porém, quando a Rede Globo passou por uma reestruturação no início dos anos 1970, Silvio perdeu os horários e quase deixou a emissora. Mas o próprio Roberto Marinho insistiu na permanência do apresentador com um contrato de quatro anos.

Mais tarde, Silvio Santos começa a se apresentar pela TV Tupi, enquanto lutava pelo direito de conquistar seu próprio canal.

Nos anos 1980, Silvio Santos se transfere para a TV Record após a falência da TV Tupi. Lá chegou a ser dono de 50% da emissora.

No ano 1981, finalmente obteve o direito de abrir seu próprio canal de televisão. O sucesso veio logo, aliado a boa capacidade de administração de Silvio.

Os bons resultados e a boa fama de Silvio fizeram ele se arriscar na carreira política, mas seu sucesso estava mesmo no mundo dos grandes empreendedores do Brasil.

Os investimentos de Silvio tiveram sucesso até os anos 2000. A partir de então, o empresário começou a enfrentar várias crises, desde a perda de audiência do SBT até a necessidade de penhorar algumas empresas do grupo.

Por conta disso, o Baú da Felicidade foi vendido à Magazine Luiza e o Banco PanAmericano ao BTG Pactual.

Silvio Santos continua batalhando para superar obstáculos. Por isso, a lista sobre os maiores empreendedores do Brasil não estaria completa sem ele.

E-book - Dicas infalíveis para aumentar as vendas da sua empresa

Agora é sua vez! Se espelhe nos maiores empreendedores do Brasil e escreva sua própria história

Conhecer histórias sobre grandes homens é uma maneira de se inspirar e projetar seu futuro. Assim, a lista sobre os maiores empreendedores do Brasil pode ter te motivado e criado boas ideias.

Afinal, você viu aqui histórias de pessoas como Abílio Diniz, Jorge Paulo Lemann e Silvio Santos. Perfiz completamente diferentes, mas todos de sucesso!

Desde o sucesso empresarial do trio AB Inbev até a grande batalha vivida na vida de Silvio Santos, essas histórias são capazes de tocar os nossos sentimentos nos fazendo mais dedicados e resilientes.

Por isso, mire no sucesso desses homens e siga atrás do que você acredita, mas sem esquecer da importância de cada lição ensinada por eles.

E se quiser conhecer ainda mais histórias sobre empreendedores além de conferir 7 dicas de como vender mais e alavancar seu negócio, continue acompanhando o blog da Ideal Marketing.

2019-08-16T14:48:02-03:00

Deixar Um Comentário

Diagnóstico Gratuito do seu Marketing Conheça a Plataforma Ideal Marketing