>>Diferença entre funil de vendas e funil de marketing: saiba qual é e como relacionar essas estratégias para vender mais

Diferença entre funil de vendas e funil de marketing: saiba qual é e como relacionar essas estratégias para vender mais

Publicado: 2 de março de 2020 | Por: | Atualizado: 4 de março de 2020.

Qual a diferença entre funil de vendas e funil de marketing? Será que é importante relacioná-los? A resposta para essas e outras perguntas estão mais perto do que você imagina

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

Muitas empresas não conseguem compreender a diferença entre funil de vendas e funil de marketing, estruturas extremamente importantes para quem deseja vender mais e melhor.

Afinal de contas, quando são bem aplicadas e compreendidas, essas duas estratégias passam a resolver uma série de problemas durante a jornada de compra do consumidor.

E-book - Tipos de conteúdo para cada etapa do funil

Quer entender melhor? Então nos acompanhe, pois as respostas estão logo abaixo neste conteúdo!

O que é funil de marketing?

A diferença entre funil de vendas e funil de marketing só será compreendida em sua totalidade se antes explicarmos o que representa cada estratégia.

Então, para começar: o que é funil de marketing?

Caso você não conheça a função dessa estratégia, precisamos dizer que ela tem como principal responsabilidade atrair visitantes para o site ou blog corporativo da sua empresa, para depois convertê-los em leads.

Mas o que são leads?

Leads são considerados potenciais consumidores dos seus produtos ou serviços.

Para que essa transformação de visitante para lead ocorra, o Marketing precisa se encarregar de fazer com que os visitantes troquem com sua empresa dados de contato.

Para isso, são usados materiais ricos para download e assim por diante.

Inclusive, a estratégia de Inbound Marketing – marketing de atração – também é essencial para potencializar os resultados do seu funil de marketing. Isso porque ela permite dividir os conteúdos e o seu público-alvo em conteúdos e leads de Topo, Meio e Fundo de Funil.

Basicamente, o Topo de Funil concentra a fase de descoberta do problema do consumidor, o qual é nutrido até o Meio de Funil, com o objetivo de fazer com que ele entenda quais são as melhores opções para a resolução do mesmo.

Por fim, o funil de marketing trataria de converter esse comprador para o última etapa do funil, ou seja, o Fundo, considerada a fase de decisão de compra.

Assim como entender o que é funil de marketing é importante, saber o que compõe a jornada de compra do cliente é de muita valia.

Isso porque ela é dividida em 4 etapas:

1. Reconhecimento do problema: o consumidor sabe que provavelmente passa por um problema, mas não consegue reconhecê-lo;
2. Aprendizado: ele descobre que há um problema a ser resolvido e começa suas pesquisas em busca de uma solução;
3. Reconhecimento/Avaliação: assim que o cliente tiver domínio a respeito do assunto, ele começará a avaliar as melhor alternativas como solução;
4. Decisão de compra: com base em toda pesquisa e análise, ele consegue decidir qual produto ou serviço comprar para atender às suas necessidades.

É importante ressaltar que muitas pessoas não passam pelo funil de marketing, pois caem direto na etapa de decisão de compra, mas você precisa considerar todas as realidades se quer de fato ter sucesso, potencializar suas vendas e resultados de modo geral.

E o que é funil de vendas?

Depois de desvendar o que é funil de marketing, chegou a hora de descobrir o que é funil de vendas.

Afinal de contas, você está aqui justamente para descobrir as diferenças entre funil de vendas e funil de marketing, correto?

Brincadeiras à parte, o funil de vendas deve ser estruturada por toda e qualquer tipo de empresa, para que você consiga descobrir em qual estágio de compra o seu cliente se encontra.

Isso porque, caso você não tenha percebido, qualquer consumidor passa por etapas até concluir a compra de um produto ou serviço.

Para que você consiga fazer com que o cliente descubra o que é funil de vendas e em qual estágio ele se encontra, é preciso trabalhar de maneira mais consultiva.

Ou seja, o vendedor deve obrigatoriamente estreitar laços com essa pessoa, a fim de direcioná-la à finalização de uma venda.

E a diferença entre funil de vendas e funil de marketing?

Bom, agora que você sabe o que é funil de vendas e funil de marketing, é hora de entender a diferença entre essas duas estratégias.

Antes de mais nada, acreditamos que tenha ficado muito claro que ambos não são a mesma coisa e cumprem papeis muito distintos.

Enquanto o funil de marketing visa acompanhar toda a jornada de compras do cliente, no intuito de compreender quais estratégias tomar para que ele finalize a compra, o funil de vendas já compreende que o consumidor está pronto para comprar o seu produto ou serviço.

Nos dois casos, o trabalho deve ser contínuo e complementar para que todas as necessidades do cliente sejam contempladas.

Afinal de contas, tanto os departamentos de marketing quanto o de vendas tem o mesmo objetivo: vender a sua mercadoria para um cliente qualificado, ou seja, que entende o perfil do seu empreendimento e vice-versa.

Funil de marketing e funil de vendas: como relacioná-los?

Depois de descobrir o que tem de diferente entre funil de vendas e funil de marketing, você deve estar se perguntando qual é a relação entre as duas estratégias.

Com certeza, no tópico acima deu para notar que ambas as estratégias podem se complementar, apesar de ter objetivos diferentes.

Isso acontece porque o pipeline – nome dado ao funil – trabalha todas as oportunidades que o departamento de marketing criou para que o time de vendas consiga convertê-las em clientes.

De forma mais clara, o marketing se responsabiliza pela atração e conversão do consumidor, que é de puro interesse da equipe de vendas.

E como o marketing faz isso?

Simples: com a nutrição desses leads por meio de conteúdos úteis e relevantes para a sua qualificação.

Logo em seguida o setor de Vendas entra em ação para conseguir fechar negócios, sendo assim, o trabalho é diretamente ligado e complementar.

Portanto, assim que você quiser criar o funil de marketing e funil de vendas, lembre-se de sempre estabelecer metas para os dois times, automatizando ao máximo o monitoramento para que cada vez mais vendas aconteçam.

Agora você já sabe a diferença entre estratégias e está pronto para agir!

Não tem como negar: você já sabe a diferença entre funil de vendas e funil de marketing!

Em um determinado momento, todo e qualquer negócio precisará estabelecer uma relação entre funil de marketing e funil de vendas para que o cliente seja tratado de maneira diferenciada.

Essa maneira diferenciada visa um único objetivo: vender mais e melhor os produtos ou serviços da sua marca.

Sendo assim, não perca mais tempo e crie agora mesmo o seu funil de marketing e funil de vendas!

Além do mais, não esqueça de inovar e aprimorar sempre suas estratégias, então deixamos uma sugestão de leitura para você: Como criar um projeto de inbound marketing de resultado.

Bons negócios!

2020-03-04T17:03:55-03:00

Deixar Um Comentário

Diagnóstico Gratuito do seu Marketing Conheça a Plataforma Ideal Marketing