Google PageSpeed Insights: descubra o que é e como fazer para melhorar a velocidade do site e páginas web!

Google PageSpeed Insights: descubra o que é e como fazer para melhorar a velocidade do site e páginas web!

Ícone Ideal Marketing

Por:

Publicado: 18 de fevereiro de 2020 | Atualizado: 4 de março de 2020.

“PageSpeed Insights”, você já ouviu falar nisso em algum lugar? Bom, você precisa saber que o Google PageSpeed Insights é essencial para quem quer melhorar seus resultados na web!

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

Para quem aposta em estratégias online, é normal a busca por estratégias, métodos, técnicas e ferramentas que ajudem a potencializar seus resultados.

E é exatamente aí que entra o Google PageSpeed Insights!

Mas você não conhece ele? Bom, digamos que a velocidade das suas páginas web estão prestes a mudar!

Mas para você entender do que estamos falando e como o PageSpeed Insights pode impactar positivamente em seus resultados, confira os tópicos a seguir:

Como funciona o Google Pagespeed Insights?

Bom, se você chegou até aqui é porque quer entender o que o Google PageSpeed Insights é capaz de fazer pelas suas páginas web, certo?

Mas antes de te falar com ele funciona, vamos deixar claro primeiro o que é o PageSpeed Insights.

Se trata de uma ferramenta online do Google que tem como objetivo avaliar a velocidade de carregamento de uma página web.

Ela pode separar o desempenho de dispositivos móveis e de computadores, oferecendo também algumas sugestões práticas para otimizar a velocidade das páginas.

E agora que você já sabe o que é, vamos falar sobre como funciona o Google PageSpeed Insights para que você teste a velocidade do site e de todas as suas páginas web.

E para isso, tudo o que você precisa fazer é acessar o site da ferramenta e colocar a URL para ser analisada.

Isso porque o Google avalia diversos pontos, desde o momento que aparece o primeiro conteúdo na página, seja ele um texto ou uma imagem, e o tempo que a página demora até ficar totalmente interativa.

Após isso, ele dá uma nota de 0 a 100 de acordo com o Guia de Pontuação Lighthouse.

Se você receber uma nota 0 (zero), não se desespere, pois isso geralmente indica um erro na ferramenta.

No fim da análise você é redirecionado para a página de resultados para que você possa consultar uma aba que mostra os dados para o acesso por meio de dispositivos móveis e outra para desktop.

Dessa forma, suas páginas terão duas notas diferentes, uma para o mobile e outra para o desktop. Sendo assim, é possível que as notas sejam bastante distintas, por isso mesmo é fundamental ter visão do que acontece com suas páginas nas duas vertentes.

Assim, você poderá atuar de forma assertiva em cada frente para melhor os resultados do seu negócio, tanto em páginas mobile quanto no desktop para aprimorar a velocidade do site eu você tem.

Como usar o relatório do Google PageSpeed Insights

É simples usar esse relatório, você precisa apenas acessar o link do PageSpeed Insights e digitar sua URL.

Com isso feito, basta começar a corrigir os erros que foram encontrados e estão dificultando a velocidade do site.

E, para isso, a ferramenta oferece sugestões e arquivos mostrando o que está prejudicando a velocidade da página e como lidar com eles para diminuir o tempo de resposta do servidor.

Como alcançar a nota máxima no PageSpeed Insights

Você provavelmente quer saber como aumentar a velocidade do site e chegar ao máximo da sua capacidade com nota 100, não é?

Mas, para isso, é essencial seguir algumas dicas bastante eficazes. E para te ajudar, trouxemos alguns dos itens que costumam ser apontados nos relatórios para que você consiga se precaver e melhorar suas notas.

Comprima suas imagens

As imagens são, geralmente, os elementos que mais pesam no carregamento das suas páginas web.

Por isso, comprimir imagens é fundamental para acelerar velocidade do site. Cancel

Então, você pode usar ferramentas, como o TinyPNG, responsáveis por reduzir o tamanho desses arquivos antes de postá-las em seu blog ou site.

Faça bom uso do cache

Além das imagens, os sites e blogs trabalham também com scripts e fontes, por exemplo. E esses recursos, quando somados, acabam tornando as páginas mais lentas.

Além disso, todos esses elementos podem ficar gravados na memória do navegador por meio do cache.

Porém, ao otimizar seu site, você faz com que o navegador só carregue esses elementos uma vez, mantendo todas as informações na memória do cache.

Para isso, plugins como o W3 Total Cache são ideias para isso, além de oferecer outros recursos para otimizar seu código e facilitando o carregamento e, consequentemente, a velocidade do site.

Aposte no formato de vídeo para conteúdo animado

Outra forma de potencializar o resultado do seu relatório é substituindo conteúdos animados em formato GIF por vídeos.

Isso porque os GIFs grandes demoram mais tempo para carregar nas páginas e sem eles, você pode otimizar até 8,24 segundos do seu carregamento.

Sendo assim, você pode contar com ferramentas gratuitas e simples para conversão de GIFs em vídeos animados, tornando a velocidade do site mais rápida.

Tenha menos código HTML

A otimização do código HTML pode passar despercebida, especialmente se o seu site já existe há algum tempo ou foi feito sem seguir as melhores práticas do Google.

O fato é que a maneira como o código é organizado determina como os servidores vão ler as informações e em quanto tempo elas aparecerão na tela.

Código duplicado ou tags usadas fora de propósito atrapalham. Felizmente, não é preciso rever toda a estrutura de código para fazer as mudanças necessárias.

Existem ferramentas de compressão do HTML que podem fazer esse trabalho de forma automática e sem demora. Algumas delas até funcionam como plugins para CMS.

Evite fazer redirecionamentos múltiplos

No seu site ou blog, talvez você precise usar links para redirecionar o usuário à outras páginas.

Mas quando você usa muitos links de redirecionamento e manda o usuário para uma página que vai enviar ele para outra e depois e por diante.

Dessa forma, a velocidade do site ou blog começa a ficar mais lento, pois o navegador do usuário vai ficar indo de um lugar para o outro até chegar na página final.

Sendo assim, use os links de redirecionamento quando for necessário, não lote suas páginas com eles para não prejudicar a velocidade do site.

Invista em AMP

Outro item que pode melhorar a nota oferecida pelo relatório é o AMP.

AMP significa Accelerated Mobile Pages e é também uma ferramenta do Google que ajuda a garantir que as páginas web sejam carregadas de forma mais rápida em dispositivos móveis.

O objetivo é oferecer uma experiência mobile mais simples, retirando informações desnecessárias que funcionariam melhor nas versões para desktop, melhorando a velocidade do site.

Isso porque é melhor priorizar experiência simples e rápidas do que páginas que demoram para carregar, pois isso prejudica a experiência do seu usuário.

Tenha o Google Pagespeed Insights como aliado dos seus bons resultados!

Viu só?! Não foi tão difícil descobrir como melhorar suas notas com o relatório do Google PageSpeed Insights, não é mesmo?

Mas para isso te falamos primeiro o que é o PageSpeed Insights e como ele funciona.

Agora os seus resultados estão em suas mãos!

Faça o seu relatório, foque nos itens que podem melhorar a velocidade do site e sempre busca por Melhores Técnicas de Marketing Digital para alavancar cada vez mais seus resultados.

Bons negócios!

2020-03-04T17:59:55-03:00

Deixar Um Comentário

Diagnóstico Gratuito do seu Marketing