Conheça o MVP e saiba como reduzir custos da sua empresa com o Minimum Viable Product

//Conheça o MVP e saiba como reduzir custos da sua empresa com o Minimum Viable Product

Por: | Publicado: 15 de maio de 2019 | Atualizado: 17 de maio de 2019.

O MVP é o conceito ideal para quem quer tirar uma ideia do papel e conseguir empreender com ela sem muito investimento e perda de tempo. Mas para realizar os testes necessários da sua proposta, é fundamental que você ouça o seu público e o mercado para ser bem-sucedido.

O competitivo mercado exige que empresas organizem as suas ideias para a melhor comercialização de seus produtos ou serviços.

Para ajudar nessa empreitada, foi criada uma metodologia capaz de desenvolver novos produtos sem desperdiçar o seu tempo e o seu dinheiro.

Estamos falando do Mínimo Produto Viável, que também é bastante conhecido dentro do universo do marketing digital como MVP.

Para saber detalhes sobre esse método relativamente novo em todo o mundo, resolvemos criar este conteúdo para evitar que você cometa erros durante a sua trajetória empresarial.

Confira!

O que é MVP?

o que é mvp

Em inglês, MVP significa Minimum Viable Product, que, traduzido para o português, significa Mínimo Produto Viável.

O termo foi criado pelo empreendedor Frank Robinson, se popularizando posteriormente no livro “A Startup Enxuta”, escrito pelo também empresário Eric Ries.

De forma geral, o MVP tem como ideia principal ser a versão mais básica de um produto para que ele possa ser inserido no mercado sem muito investimento de dinheiro e de tempo.

Ou seja, ao inserir uma versão de teste do seu produto ou serviço no mercado, fica mais fácil definir se a proposta de criação faz sentido para a sua empresa e para o seu público-alvo.

E é na metodologia Mínimo Produto Viável que startups e pequenos negócios estão investindo para lançar produtos inovadores para a sociedade.

Por isso, se você tem uma startup ou está pensando em criar um pequeno empreendimento, você não pode deixar de saber o que é MVP e ter uma equipe prática e que saiba como desenvolver e implementar a ideia de um novo projeto no mercado.

A relação entre MVP e startup e pequenos negócios

Empreendedores já estão começando a implementar e a aprender o que é MVP para poder aplicar o Mínimo Produto Viável em novos projetos, que podem ser considerados inovadores para o público de suas startups.

A Apple e o Facebook são grandes exemplos de empresas que se tornaram grandiosas após a utilização do MVP em seu modelo de negócios inicial.

Hoje, a companhia da maçã consegue reter milhares de clientes e convencê-los a disseminar a sua marca para outras pessoas de forma orgânica, ou seja, sem pagar absolutamente nada para eles.

E ela só consegue isso por meio do ótimo gerenciamento de projetos, cujo intuito é o de lançar produtos-teste para os seus consumidores antes mesmo de fazer isso no mercado.

Já o Facebook, que é considerado a maior rede social do mundo, com mais de 2 bilhões de usuários no mundo, também vê no Mínimo Produto Viável uma forma de ser sempre bem sucedido.

Isso porque antes mesmo de se tornar o que é hoje, o Facebook passou por testes com o Facemash, um site criado por Mark Zuckerberg e seus colegas de universidade.

Nele, fotos de estudantes eram postadas para que outros usuários avaliassem quem era o mais bonito e sensual.

E, acredite se quiser, mas essa ideia que precedeu o Facebook era voltado apenas para os estudantes de Harvard.

Depois de acompanharmos esses exemplos, podemos concluir que o objetivo principal da metodologia MVP é otimizar o máximo possível de recursos para ter uma maximização de retorno dos seus investimentos.

Quer fazer da sua startup ou do seu pequeno empreendimento uma nova Apple ou um novo Facebook? Então veja os benefícios do MVP!

Conheça os benefícios do MVP

beneficios do mvp

A imagem acima ilustra o que é MVP, pois mostra que esse teste consegue gerar valor a um produto do momento do seu nascimento até a finalização do mesmo.

Para complementar ainda mais essa explicação, resolvemos separar os principais benefícios que o Mínimo Produto Viável pode trazer para o seu empreendimento. Veja:

Validando as hipóteses

O MVP avalia e valida hipóteses de produtos e serviços que podem ser a nova aposta do mercado.

A partir disso, os resultados podem ser confirmados após a constituição de dados e métricas que são relevantes para o crescimento do seu empreendimento e o possível sucesso daquele produto.

Assim, é importante dizer que o Mínimo Produto Viável é capaz de validar um produto a fim de atender a todas as demandas dos seus clientes e fazer as adaptações necessárias durante essa fase de testes.

Experimentar e aprender

Símbolo de inovação dentro do competitivo mercado, ao lançar um MVP é correto afirmar que você estará se lançando em dois sentidos: no caminho que poderá dar certo e no caminho que poderá dar errado.

Por isso, os feedbacks do mercado são sempre fundamentais para que você aprenda e transforme o seu empreendimento em algo de valor para o seu público-alvo.

E, por sorte, na fase teste o escopo do seu produto pode ser modificado para que o seu empreendimento consiga enxergar quais as mudanças devem ser feitas para alcançar o propósito final.

Valor acelerado

Mesmo que o MVP não representa o produto em sua forma final, essa metodologia precisa trazer consigo todas as funcionalidades da ideia do projeto.

Para compreender melhor o que vai ser priorizado por você durante o escopo no Mínimo Produto Viável, é necessário ter em mente o que vai trazer mais valor com o menor investimento possível.

Assim, um MVP consegue fazer com que você entregue a ideia muito mais rápido com uma tendência maior de valor.

Como dar início a um projeto de MVP com custos reduzidos?

Depois de você descobrir o que é MVP, nós vamos mostrar um simples passo a passo para você dar início ao seu projeto Mínimo Produto Viável. Vem com a gente!

1. Saiba a sua proposta de valor

O mercado precisa ser atraído por uma boa proposta de valor para que a sua empresa consiga lucrar cada vez mais.

Essa proposta de valor é considerada o ponto principal para você ter sucesso com o MVP. Para conseguir encontrá-la, seria interessante você responder as seguintes perguntas:

  1. Por que as pessoas necessitam do meu produto ou serviço?
  2. Que tipos de resoluções o meu produto ou serviço pode oferecer para esse público?
  3. De que forma o meu produto ou serviço será utilizado?
  4. Qual é o valor que o meu produto ou serviço tem?
  5. Por que o público vai preferir o meu produto e não o da concorrência?

Com essas perguntas respondidas, você vai conseguir oferecer aos seus clientes um produto de qualidade e que atenda as suas necessidades.

2. Saiba quem são os seus clientes ideais

A primeira visão da ideia pensada pode ser criada a partir do perfil semi-fictício dos seus clientes ideais, ou seja, das suas personas.

Conhecer os dados demográficos, seus gostos, hábitos e preferências dessas pessoas por meio de pesquisas pode ser fundamental para o melhor direcionamento do seu produto ou serviço.

Para saber melhor a respeito dessa técnica, veja como criar persona e investir em estratégias direcionadas.

3. Quanto tempo o MVP vai durar?

Como foi mostrado o Minimo Produto Viavel é somente o teste do seu produto ou serviço e isso significa que é necessário estipular um tempo para a realização desse teste.

O recomendado é que você não determine um tempo curto demais, pois as respostas certas não podem ser suficientes.

Por outro lado, estender demais o MVP não pode ser uma boa ideia, já que o lançamento do seu produto ou serviço no mercado pode ser diretamente afetado.

4. Qual é a resposta do seu mercado?

Compreender o interesse do seu mercado após o desenvolvimento de um MVP também é de extrema importância, pois essa resposta ajuda você a justificar o investimento feito.

O teste alpha, por exemplo, é uma excelente forma de validar a ideia proposta, já que consiste no lançamento do seu produto para um público totalmente controlado.

Há também o teste beta, que divulga o seu MVP para o público de forma mais generalizada.

Para saber qual dos dois testes aplicar, é preciso que você entenda realmente o nível de receptividade do seu público, além de aprender quais são os pontos que devem ser melhorados para o aumento de resultados.

5. Faça uma interpretação

Como dissemos no tópico anterior, os feedbacks do seu Mínimo Produto Viável são extremamente relevantes para constatar os erros e acertos da fase teste do seu produto ou serviço.

Mesmo que a resposta do seu público seja realmente importante, o que vale aqui é pegar os feedbacks dados pelo mercado para traçar melhor o seu modelo de negócio.

Ou seja, antes mesmo de fazer um investimento pesado, avalie a quantidade de testes que precisam ser feitos para priorizar aquele que vai fazer mais sentido para a sua proposta.

Já sabe o que é MVP? Então faça já o seu teste para alavancar o seu negócio!

Agora que você já sabe o que é MVP e também como iniciar o seu projeto-teste, chegou o momento de fazer o investimento naquela ideia que você deseja muito que saia do papel.

Mesmo que o conceito de o que é MVP seja quase que inteiramente voltado para startups e pequenos negócios, essa metodologia pode ser usada em todos os tipos de projetos.

Porém, há ainda algumas dificuldades que os empreendedores precisam enfrentar durante toda essa fase de teste, como é o caso de eliminarmos alguns aspectos que achamos fundamentais, mas que, na verdade, não vão ter nenhuma funcionalidade.

Sendo assim, se você quer aprender muito além do MVP, saiba como reduzir custos com o Inbound Marketing.

2019-05-17T11:56:15-03:00

Deixar Um Comentário

Diagnóstico gratuito do seu marketing

Descubra agora como está o Marketing Digital do seu negócio e como aumentar seu potencial de vendas

Quero um diagnóstico