Início » Marketing » Desperte os sentidos e aprenda agora mesmo o que é marketing sensorial e como ele pode alavancar as suas vendas

Desperte os sentidos e aprenda agora mesmo o que é marketing sensorial e como ele pode alavancar as suas vendas

Publicado: 7 de maio de 2018 | Por: | Atualizado: 3 de julho de 2019.

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

Você já ouviu falar sobre marketing sensorial? Ainda não? Descubra como essa estratégia pode influenciar o consumidor por deixar a sua marca super presente na memória dele aumentando as suas chances de venda e reconhecimento!

No mundo dos negócios, uma empresa que tem como objetivo manter-se no topo precisa se reinventar a todo momento.

Com isso em mente, as equipes de marketing da Inglaterra inventaram uma nova maneira de divulgar as marcas: o marketing sensorial. Vale pontuar que no Brasil essa técnica só ganhou força no fim da década de 1990.

Mas, afinal, o que é isso? Como posso utilizá-lo em meu negócio?

20 Dicas de SEO para Atrair mais Tráfego ao Site da sua Empresa

Não esquenta! Neste conteúdo a gente vai explicar a você tudo o que você precisa saber sobre essa nova estratégia de marketing e como aplicá-la em seu negócio.

Veja a seguir os principais tópicos abordados nesse artigo:

O que é marketing sensorial?

marketing sensorial- o que é

Se ao falar em marketing sensorial você pensou nos cinco sentidos, é sinal de que os seus estão apurados!

O marketing sensorial, também conhecido como brandsense, é uma estratégia a qual busca explorar os cinco sentidos do corpo humano – visão, paladar, olfato, audição e tato – com o objetivo de oferecer ao consumidor uma experiência única, singular!

Essa estratégia tem como principal aliado a tecnologia integrada aos produtos/serviços oferecidos por uma marca.

Por exemplo, a empresa Dunkin Donuts que instalou dispensadores de aroma com o cheiro do seu café em ônibus da cidade. Podemos ver esse como um ótimo case de empresas capazes de aliar tecnologia as características de seus produtos e serviços.

Geralmente essas tecnologias são aplicadas diretamente no ponto de vendas, tentando influenciar o consumidor em sua percepção, avaliação e comportamento de decisão.

Existe uma área voltada ao estudo do comportamento dos consumidores que leva em consideração os estímulos neurológicos conhecida como neuromarketing.

Aliás, você sabe a diferença entre neuromarketing e marketing sensorial? Então vamos descobrir agora mesmo!

Neuromarketing x Marketing Sensorial

O neuromarketing é uma área científica do marketing a qual busca entender o comportamento do consumidor por meio do estudo neurológico.

Com isso, vale saber: o principal objetivo do neuromarketing é identificar e mapear as áreas do cérebro responsáveis pela tomada de decisão de um consumidor.

Com esse tipo de pesquisa, os profissionais de marketing podem apontar e testar quais estratégias produzem um efeito positivo no consumidor, quais delas são mais atrativas.

É nesse contexto que o marketing sensorial deve ser analisado!

Isso porque ele funciona como uma subcategoria dentro do neuromarketing sendo uma forma de abordar essa ciência.

Por isso, no marketing sensorial as marcas promovem experiências visando atingir o subconsciente do consumidor, despertando sensações capazes de o conduzirem a tomar uma decisão.

Quer entender melhor? Veja esse exemplo:

Sabe aquele cheirinho de tuti-fruti da Melissa? Você sente aquele cheiro e associa diretamente à marca, certo?

Se o neuromarketing procura estudar as reações do cérebro no momento da compra, o marketing sensorial busca aplicar as respostas sensoriais para aumentar as chances de vendas.

Legal, não é mesmo?

Agora vamos entender para que serve essa estratégia de marketing.

Melhore o Relacionamento com o Público Criando Uma Persona

Qual a finalidade dessa estratégia?

marketing sensorial-finalidade

No tópico anterior, a gente explicou qual a definição de marketing sensorial e a diferença entre ele e o neuromarketing.

Além disso, já sabemos que as empresas precisam vender algo além de produtos, é necessário vender uma experiência, é aí que entra esse recurso do marketing!

Assim, uma campanha baseada nessa estratégia está focada no aumento das vendas em influenciar decisões de compra, fortalecer a marca, fidelizar clientes e prospectar novos consumidores. Aliás, você pode aproveitar para saber mais sobre como prospectar clientes!

Agora, retomando o nosso tema vale entender: o marketing sensorial tem como principal finalidade criar um elo “emocional” entre marca e cliente.

Como assim emocional?

Existem diversos estudos os quais relacionam uma experiência sensorial a uma memória ou sentimento.

Já aconteceu com você de sentir o cheiro de um perfume e lembrar de uma época específica de sua vida? Pois é!

O marketing sensorial busca ativar esse tipo de memória ou sentimento subconsciente por meio dos estímulos sensoriais.

A Forebrain, uma empresa brasileira especializada no estudo de neuromarketing afirmou que 90% das decisões feitas pelo cérebro são realizadas de forma inconsciente.

Isso significa que investir nesse tipo de ação poderá trazer diversos benefícios para sua empresa.

Veja, a seguir, as principais vantagens de aplicação dessa estratégia.

Benefícios do marketing sensorial para o seu negócio!

marketing sensorial-benefícios

No tópico anterior, destacamos a principal finalidade do marketing sensorial: a criação de elos emocionais entre um consumidor e uma marca.

Ao despertar um elo emocional por meio dos sentidos você poderá incentivar o seu cliente a efetuar uma compra, sem mesmo que ele perceba.

Com isso, vemos que o principal benefício de uma ação de marketing nesse sentido é alavancar as vendas de um produto ou serviço.

Além disso, podemos destacar o fato de esse tipo de ação ter, em geral, um custo bastante baixo.

O marketing auditivo é um exemplo extremamente barato desse tipo de estratégia, a maioria das lojas possuem um sistema de som, sendo assim será preciso apenas escolher uma música a qual se encaixe com seu tipo de negócio.

Mas isso veremos no próximo tópico.

Neste momento o mais importante a entender é: o marketing sensorial pode trazer um aumento significativo de vendas, em geral, por um baixo custo.

Como aplicar essa estratégia em seu negócio

Até aqui discutimos o que é o marketing sensorial, qual sua finalidade e os benefícios de sua aplicação.

Vamos, agora, explicar como aplicá-lo em sua empresa e garantir um crescimento no número de vendas.

Apesar de a maioria das campanhas estarem baseadas no marketing visual, existem diversos tipos de marketing para despertar sensores: marketing auditivo, marketing olfativo, marketing tátil e marketing de paladar.

Como saber qual tipo de estratégia sensorial investir em seu negócio?

Para poder aplicar esse recurso em suas ações de vendas é importante ter em mente os três pilares de sustentação da campanha: os valores da marca, os produtos e serviços oferecidos e o gosto de seu público.

Assim, a escolha da sensação a ser explorada por sua marca deve sempre estar alinhada com os valores de sua empresa e perfil do seu cliente.

Com isso, os produtos e serviços aliados ao gosto de seu público são fatores que podem limitar sua escolha.

Por exemplo, o caso da Melissa – case que veremos melhor mais adiante- a empresa possui um público altamente jovem, logo, precisa apostar em sensores capazes de atender a esse tipo de público, isso com certeza deixa as opções de escolha menores.

Porém existe a opção de apostar em ações universais, isto é, ações sensoriais capazes de se encaixar em qualquer tipo de campanha. A música é um ótimo exemplo.

Diversas marcas utilizam o marketing musical como uma forma de enriquecer a experiência de um consumidor.

Já sabe qual sentido explorar em sua ação de marketing experiencial? Ainda não? Que tal dar uma olhadinha nos cases de sucesso?

Bônus: cases de sucesso

marketing sensorial-cases

Agora que já temos bastante informação sobre o marketing sensorial, está na hora de analisar alguns casos de sucesso.

Por isso preparamos uma lista de ações desse tipo utilizadas por marcas ao redor do mundo.

Dunkin’ Donuts

O caso da marca de rosquinhas – já mencionado ao longo deste conteúdo – é um dos exemplos mais conhecidos de marketing sensorial pelo mundo.

Essa empresa fez uso do marketing olfativo para aumentar as vendas de seus produtos.

A marca instalou um dispensador de aroma em vários ônibus de Seoul, capital da Coréia do Norte.

Esses aromatizadores disparavam o cheiro do café da empresa todas as vezes em que um anúncio da marca era veiculado na rádio interna do ônibus.

Como resultado, a ação rendeu um aumento de 29% das vendas do produto.

Lacoste

Uma das marcas mais famosas de vestuário, a Lacoste, passou a usar o marketing auditivo em suas lojas com o objetivo de oferecer ao cliente uma experiência singular.

Para isso, a empresa elaborou uma trilha sonora que fosse condizente tanto com a identidade da marca, como com sua história, além de levar em consideração seu o perfil do seu público.

O principal objetivo era entregar ao cliente uma experiência completa, original e especial visando à fidelização de seus consumidores.

Seus resultados não foram mensurados, mas as gestões confirmam o sucesso da ação. Confira mais sobre essa e demais informações aqui.

Hotel Marriot

A rede de hotéis Marriott é um ótimo exemplo de ação do marketing sensorial capaz de integrar quase todos os sentidos.

Por meio da utilização dos óculos de realidade aumentada (marketing visual) a cadeia de hotéis transportou virtualmente pessoas até destinos de férias variados.

Além dos óculos a rede usou tecnologia 4D para que esses “viajantes” se sentissem completamente imersos na experiência.

Foram instalados aquecedores no equipamento para simular o sol aquecendo o rosto das pessoas, além de borrifadores de água para imitar a água do mar.

Muito legal, não acha?

Agora que você já teve algumas ideias de aplicação desse recurso chegou a hora de colocá-lo em prática.

Explore os Diferentes Tipos de Conteúdo para Atrair mais Visitantes

Aplique agora mesmo estratégias de marketing sensorial!

Neste artigo tentamos explicar da melhor forma possível qual a definição de marketing sensorial além de destacarmos a diferença entre ele e o neuromarketing.

Apontamos ainda, as finalidades e benefícios da aplicação desse tipo de estratégia em seu negócio.

Isso porque, conforme vimos ao longo deste conteúdo as empresas precisam se atualizar constantemente e se certificar de que estão alinhadas com seu “Brainding“, ou seja, estão presentes na mente do consumidor.

Por isso, essa estratégia é sensacional para você ficar coladinho na memória do seu cliente!

Além disso, demos alguns exemplos a fim de despertar sua criatividade e orientá-lo como aplicar essa estratégia em sua empresa.

Agora é sua vez!

Tenha em vista os pilares mencionados neste artigo, isto é, os valores de sua marca, os produtos comercializados, além do perfil de seu público, para poder escolher qual sentido você pretende explorar em sua ação.

Com esses pilares bem estruturados você já pode aplicar essa modalidade de marketing e garantir o crescimento de suas vendas!

2019-07-03T16:45:52-03:00

Deixar Um Comentário

Diagnóstico Gratuito do seu Marketing