Análise preditiva: com dados da sua empresa, aprenda a prever o futuro do seu negócio e gere resultados efetivos

Análise preditiva: com dados da sua empresa, aprenda a prever o futuro do seu negócio e gere resultados efetivos

Ícone Ideal Marketing

Por:

Publicado: 15 de maio de 2018 | Atualizado: 9 de janeiro de 2020.

Já ouviu falar sobre análise preditiva? Imagine poder prever o futuro de seus negócios e acertar em todas as decisões das estratégias de marketing de sua empresa. Não é magia, é ciência! Saiba TUDO sobre e gere resultados efetivos em seu negócio.

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

Prever o futuro não é mais coisa de cinema para os profissionais do marketing e vamos te mostrar aqui.

E podemos estudar isso com dizeres de profissionais bem inusitados para este tema: os historiadores.

Afinal, eles sempre nos mostraram a importância de olhar o passado, para compreender o presente e melhorar o futuro.

E é com esse objetivo que a análise preditiva deve ser incorporada nas ações de marketing de sua empresa.

Por isso, molde, agora mesmo, o futuro que você quer para sua empresa a partir da análise de dados.

Quer saber como? Então confira nosso conteúdo.

Abaixo listamos os tópicos deste texto:

O que é análise preditiva?

Análise preditiva

A análise preditiva é a estratégia de marketing que busca unir essa base de dados aos recursos tecnológicos como a mineração de dados, machine learning (aprendizado de máquina), inteligência artificial e estatística.

Trata-se de uma forma de prever possíveis movimentações dentro do seu negócio, como a época do ano em que se vende mais determinado produtos, dias do mês em que os clientes estão com pouco poder financeiro, entre outros pontos determinantes para o sucesso do seu negócio.

Tudo baseado em dados dos anos anteriores.

Já imaginou ter conhecimento de uma crise dentro do seu ramo com 5 ou 6 meses de antecedência? Seria ótimo para poder se preparar e não sofrer consequência tão graves.

Mas análise preditiva não se trata de uma bola de cristal, obviamente.

Para conseguir realizá-la você vai precisar do apoio de ferramentas Big Data Analytics, ou seja, uma forma de melhorar processos e ter insights valiosos das tendências do mercado, como comportamento dos consumidores e suas expectativas.

Como destacamos anteriormente, o estudo do passado é a principal chave na criação de um futuro de excelência.

Mas o que é o passado de uma empresa?

Ora, todo o histórico de transações, faturamento, gastos, enfim, todas as informações relativas à sua empresa fazem parte dos seus dados de marketing.

É a partir dessa base de dados de marketing que você consegue descobrir o passado seja ele recente ou “distante” de sua empresa.

Devido às evoluções tecnológicas esses dados de marketing são cada vez maiores, mais detalhados e precisos.

Estes recursos servem para diagnosticar e identificar padrões com o objetivo de gerar relatórios de desempenho precisos e eficientes.

Análise preditiva é, portanto, a estratégia que busca planejar as ações futuras da empresa a partir do balanço de sua performance, além das tendências externas.

Dessa maneira, você ou a equipe de estratégia da sua empresa pode descobrir onde estão concentradas as dificuldades e elaborar soluções assertivas.

Mas existem outros tipos de análise as quais valem a pena serem mencionadas.

Quais as diferenças entre as análises preditivas, prescritivas, descritivas e diagnósticas?

A análise de dados pode ser comparada às atividades médicas, seu analista de dados será o médico dentro da sua empresa.

Com essa analogia em mente vamos explicar as diferenças entre a análise preditiva, prescritiva, descritiva e diagnóstica.

Análise preditiva

Como vimos acima, a análise preditiva é indicada à previsão de comportamentos (de público e mercado) e resultados possíveis das ações planejadas.

Essa análise busca prever um determinado acontecimento com o intuito de evitá-lo na sequência do seu trabalho.

Para ficar mais claro, vamos a um exemplo.

Imagine que você vai ao médico e ele te pergunta o histórico de doenças da sua família, bem como seu comportamento atual.

Se seus pais tiveram diabetes e você come bastante açúcar, o resultado provável é o desenvolvimento da doença pelo seu organismo.

O mesmo pode ocorrer com sua empresa. A partir de um balanço semestral, por exemplo, você pode direcionar suas estratégias futuras para um caminho mais adequado e ter um desempenho melhor quando comparado ao do último relatório.

Análise prescritiva

A análise prescritiva segue mais ou menos a mesma lógica, porém, em vez de prever um acontecimento, ela tenta antecipar as consequências dele.

Lembra do exemplo da consulta médica? Vamos trabalhar com ele novamente.

Você acabou de descobrir grandes chances de desenvolver diabetes, mas não sabe quais as consequências disso.

Ele te diz: “você vai ter que ficar de olho na sua glicemia, não vai poder abusar de doces etc”.

Isso é uma análise prescritiva, medir as consequências de um acontecimento.

No mundo dos negócios esse tipo de análise de dados faz um panorama dos tipos de produtos que serão mais desejados e o impacto das tendências do mercado em suas vendas.

Análise diagnóstica

Já a análise diagnóstica é focada na relação de causa e consequência verificada num período de tempo. Ela funciona com base na coleta de dados relacionados a determinado tema.

Após a coleta, as informações são cruzadas a fim de compreender quais fatores foram determinantes para o resultado atual e, assim, define quais são as possibilidades para mudar o cenário atual.

Seu principal objetivo é compreender quais fatores influenciaram o resultado presente e, com isso, colher resultados melhores no futuro.

Vamos trazer você para mais próximo do assunto com o exemplo na sequência.

Para poder fazer um diagnóstico, seu médico precisa saber quais são os sintomas, eles representam as causas e as consequências são as doenças.

Dentro das empresas, esse tipo de análise busca compreender quais fatores devem ser ajustados em determinadas ações, com objetivo de alcançar os resultados desejados.

Análise descritiva

Por fim, a análise descritiva está mais interessada no presente da empresa.

Ela procura fazer um relatório cruzando o histórico de dados com informações do atual momento da empresa, com objetivo de tomar decisões imediatas de forma segura.

Em nossa analogia com a medicina, esse seria o trabalho de um médico no pronto-atendimento, o qual está mais preocupado com o estado atual de um paciente.

Mas, mesmo assim, não desconsidera o histórico do mesmo, na tentativa de uma “cura” pontual e eficiente.

Depois de compreender os diferentes tipos de análise, vamos entender quais as razões para realizar uma avaliação de desempenho.

Por qual motivo é preciso realizar avaliação de desempenho?

Analise preditiva - motivo para apostar

Todas as ações as quais tomamos possuem consequências, por isso antes de tomar qualquer decisão precisamos planejar muito bem.

Na sua empresa não pode ser diferente!

Ao aplicar estratégias de análise preditiva você tem a chance de prever os riscos futuros, além de enxergar novas possibilidades de ação.

Além disso, a análise preditiva não serve apenas para ficar de olho na casa, ela também auxilia a uma visão assertiva do mercado, o que pode te deixar um passo à frente da concorrência.

Por exemplo, se você trabalha com a venda de roupas e o inverno está prestes a chegar, mas você ainda tem uma pequena dúvida quanto ao investimento a ser feito nesta estação do ano.

Com o apoio de dados dos anos anteriores você consegue definir qual o valor de investimento mais adequado para o ano atual e, assim, pode ter uma estratégia mais assertiva e estar à frente dos seus concorrentes.

Por isso saber as principais tendências tanto dos concorrentes, como dos consumidores é o melhor caminho para se destacar no mercado. Afinal, são ele que irão ditar o sucesso do seu empreendimento.

Todos nós queremos acertar em nossas decisões. Para conseguir isso em sua empresa é preciso montar uma equipe de inteligência de negócios.

Por isso, invista na análise preditiva de dados e garanta um olhar no futuro.

Quais as vantagens da análise de dados para uma empresa?

Analise de dados - vantagens

Como vimos acima, a análise preditiva tem como principal vantagem poder prever os possíveis rumos de sua empresa, além de te deixar atento ao mercado.

Mas como traduzir isso em benefícios?

Preparamos uma lista com alguns dos principais benefícios de aplicar essa estratégia em seu negócio.

Trace o perfil dos clientes e esteja à frente da concorrência

Por meio das estratégias de análise preditiva de dados sua empresa poderá compreender as tendências do mercado e do seu consumidor.

De que maneira?

A partir dos dados coletados você terá uma compreensão do perfil do seu consumidor e das tendências do mercado, isso irá te ajudar a direcionar seus esforços nas necessidades e vontades do seu consumidor.

Além de saber quais as suas desvantagens em relação a concorrência.

Dessa forma, você poderá criar ações pontuais e efetivas com o intuito de fortalecer a relação com seu cliente.

Se parte dos seus concorrentes não investem em campanhas em ambiente digital, por exemplo, pode ser boa alternativa para superá-los. O mesmo ocorre caso ele não tenha um atendimento presencial de qualidade.

Com a análise preditiva você consegue ficar atento a tudo isso e manter-se sempre à frente da concorrência.

E, acredite, sair um passo à frente é tudo o que você precisa para estar no topo.

Controle seu estoque, atenda às demandas do mercado

Ao aplicar a análise preditiva em sua empresa, existe um benefício externo e interno ao mesmo tempo, como já apontamos.

O benefício interno é a possibilidade de controlar a entrada e saída de produtos com base no comportamento do mercado de acordo com sua análise preditiva.

Já o comportamento do consumidor e elaborar ofertas especiais para um determinado período, são parte dos benefícios externos.

O que isso significa?

Você pode preparar sua empresa com antecipação para atender melhor às demandas do mercado.

Com esse tipo de dado você tem a chance de negociar com fornecedores antes mesmo de haver o crescimento na procura de um determinado produto, garantindo vantagens à “casa” e ao consumidor!

Se você é dono de uma loja de materiais esportivos há 10 anos, por exemplo, que tal pegar os dois últimos anos de Copa do Mundo para saber como atender a demanda de produtos relacionados à Seleção Brasileira?

Seria uma ótima alternativa de manter o estoque com uma quantidade ideal de produtos e, assim, não perder potenciais clientes para a concorrência.

Bem legal, não acha?

Mas depois de tantas informações, você deve estar se perguntando: como fazer análise preditiva em meu negócio?

Não esquenta! Vamos te ensinar como aplicar essa estratégia e turbinar o seu negócio.

Como realizar uma análise preditiva eficiente?

Análise preditiva eficiente

Para a realização de uma análise preditiva você precisa de dados, muitos dados, quanto mais dados você coletar, maiores serão as chances de acertar nas previsões.

A análise preditiva Big Data equivale a fazer uma previsão a partir de padrões fornecidos por um banco de dados muito grande e variável.

Mas para acertar nas suas decisões você precisa estar atento a alguns aspectos.

Dados, muitos dados!

Antes de pensar em começar a fazer sua análise preditiva você precisa ter a certeza de estar coletando informações suficientes para planejar sua estratégia.

Mas fique atento!

Não adianta coletar qualquer dado, eles precisam ter qualidade, ser constantemente atualizados.

Por isso, essa não será uma tarefa tão simples.

E saber o que é Big Data pode ser uma ajuda e tanto para você saber coletar, filtrar e interpretar todos os dados obtidos de relatórios para a sua análise preditiva.

Trata-se de um recurso tecnológico com um grande volume de informações, como o nome já diz. Com esse auxílio você consegue filtrar todos os dados interessantes para sua estratégia e otimizar suas campanhas futuras.

Se quiser saber mais detalhes desse recurso, acesse o link e veja muito mais.

Compreenda suas demandas

Os dados são uma das partes mais essenciais para fazer uma análise preditiva eficiente, porém não basta ter apenas um monte de dados.

É importante entender quais as necessidades de sua empresa em qual ponto ela está errando e acertando.

Por isso, identificar os setores problemáticos em seu negócio ajuda a compreender quais dados são mais relevantes e quais podem ser deixados de lado neste momento – mas nunca descartados!

Com os problemas detectados, os analistas de sua empresa poderão concentrar seus esforços de interpretação criando uma análise preditiva Big Data mais enxuta.

Interprete as informações

Depois de ter coletado muitos dados, detectado os problemas e estruturado as informações chegou o momento de interpretá-las.

É neste ponto que entra a análise de dados propriamente dita.

Nessa etapa você irá buscar todas as irregularidades ou comportamentos padrões a partir de uma base estatística.

Isto é, qual a probabilidade de um comportamento específico acontecer novamente?

Com os gráficos em mãos, as suposições serão baseadas em informações numéricas e não em achismos ou feelings.

Trabalho estatístico

A estatística, como dito, será a base central deste trabalho.

Na análise preditiva, existem duas técnicas conhecidas: Estatística Descritiva e Inferencial.

A primeira condensa e descreve os dados obtidos gerando métricas de tendências e variações.

Com a estatística inferencial, busca-se criar conclusões de um grupo a partir de um amostra, isto é, uma parcela deste grupo. Aqui entra a probabilidade.

O trabalho estatístico é fundamental para uma análise preditiva eficaz e assertiva.

Modelo preditivo

Depois de coletar todas as informações que você precisa, chegou o momento de criar um modelo preditivo.

A partir deste modelo você poderá ter as primeiras ideias em relação ao futuro do seu negócio.

Esse modelo tem como objetivo reunir todas as informações coletadas, aliando-as aos conceitos estatísticos, a fim de transformar tudo isso numa constatação.

A partir desses números você precisa formar um apontamento que seja facilmente identificado num relatório, por exemplo.

Assim, você pode deixar essas informações mais acessíveis aos seus sócios, aos funcionários e mesmo a você.

Monitoramento dos dados

Não adianta fazer uma análise preditiva e deixar os dados de lado, pois o mercado funciona como um organismo vivo, está em constante mudança.

Por isso, monitore constantemente suas amostras, bem como o modelo preditivo elaborado.

Por meio do monitoramento, você tem a chance de reestruturar ou apenas acompanhar os resultados de alguma ação.

Dessa forma você terá uma chance de acerto muito maior!

Bônus: SWOT um exemplo de análise de dados

Analise de dados - SWOT

Já te ensinamos quais os passos para fazer uma análise preditiva dos dados de marketing do seu negócio.

Mas se, mesmo assim, você não sabe como colocá-la em prática trouxemos um exemplo de análise que engloba a preditiva, prescritiva, diagnóstica e descritiva, é a análise SWOT.

A sigla vem das palavras strengths, weaknesses, opportunities e threats, que em português significam: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

Elas podem ser divididas em dois grupos: o ambiente interno e o ambiente externo.

Dentro do ambiente interno se encontram as forças e fraquezas, isto é, quais os pontos sua empresa tem acertado e onde ela precisa melhorar.

Já no ambiente externo estão as oportunidades e ameaças, ou seja, quais os campos que podem ser explorados e a atuação da concorrência.

Veja, este tipo de análise vai englobar ações no presente e no futuro da empresa, baseadas em um histórico de dados.

Esse é o tipo mais completo de análise e pode garantir eficiência na hora de planejar as suas ações de marketing.

Veja nosso conteúdo completo e entenda melhor o que é análise SWOT em nosso blog.

Analise dados e preveja o futuro!

Neste conteúdo ensinamos para você qual o papel e a importância de uma análise preditiva para seu negócio.

Além disso, apontamos as diferenças entre outras análises muito confundidas com a preditivas: prescritiva, diagnóstica e descritiva.

Agora você já não tem mais essas dúvidas e pode até mesmo esclarecer essa questão que ronda a cabeça de pessoas próximas a você.

Certo, de que adianta saber tudo isso e não entender de fato qual o motivos e quais os benefícios de apostar em uma análise preditiva para o seu negócio? Por isso deixamos bem claro cada um deles ao longo no material.

Sem falar em todas as dicas dadas para você desenvolver uma análise preditiva de muita qualidade.

Ah, não esqueça de realizar uma análise SWOT perfeita e ter chances ainda maiores de ter sucesso com seu empreendimento.

Agora o futuro de sua empresa está em suas mãos.

Chega de apostar suas fichas na loteria, use a análise preditiva, seja um vidente, mas não um charlatão.

Basear suas análises em dados estatísticos geram resultado efetivos, por isso planeje e acerte usando a análise de dados!

2020-01-09T09:21:29-03:00

Deixar Um Comentário

Diagnóstico Gratuito do seu Marketing