Entenda o que são vendas recorrentes e como implementá-las no seu negócio

Ícone Ideal Marketing

Por:

Publicado: 11 de abril de 2022 | Atualizado: 11 de abril de 2022.

Vendas recorrentes são modelos de venda de produtos e serviços com pagamentos contínuos. Quer saber mais sobre o assunto? Está no conteúdo ideal!

Já ouviu falar em vendas recorrentes? Esse é o modelo de negócios de produtos ou serviços de pagamento constantes, por assinatura ou mensalidade.

Esse tipo de venda pode tornar o modelo de negócios mais sustentável, de maior previsibilidade e crescimento acelerado.

No entanto, esse tipo de venda também traz diversos desafios e exige esforço e conhecimento na satisfação e retenção de clientes.

Quer entender mais sobre o que é uma venda recorrente, como funcionam, quais as vantagens e desvantagens, como adotar a estratégia e ainda ver exemplos de negócios recorrentes? Então leia o artigo até o fim e tire todas as suas dúvidas!

O que são vendas recorrentes?

o que são vendas recorrentes

Sabia que a maioria das pessoas usa algum serviço com venda recorrente e não sabem disso?

E talvez elas não se deem conta justamente por não conhecerem o que são vendas recorrentes.

Então vamos lá! Venda recorrente é um modelo de negócio comercial em que os produtos ou serviços são vendidos de forma contínua, por meio de planos, assinaturas ou mensalidades.

Ou seja, é uma forma de agendar pagamentos futuros pela prestação de serviços que se repetem ao longo de determinado tempo.

Esse é o caso, por exemplo, de plataformas de streaming, clubes de assinatura, planos de academias e cursos que fazem a cobrança de pagamentos em mensalidades.

As vendas recorrentes também são encontradas em empresas que vendem software como serviço (software as a service, ou SaaS), ou até mesmo o modelo PaaS (Platform as a Service, ou Plataforma como Serviço) e IaaS (Infrastructure as a Service, ou Infraestrutura como Serviço), por exemplo.

Vendas parceladas X Vendas recorrentes

Você pode estar se perguntando se as vendas recorrentes não são simplesmente uma venda parcelada. E a resposta é: não!

Na venda parcelada o produto ou serviço é vendido somente uma vez e o consumidor opta por dividir o pagamento ao longo de vários meses.

Já na venda recorrente, tanto o pagamento do produto ou serviço quanto sua entrega é feita de maneira periódica.

Ou seja, se você assina um plano de academia, por exemplo, por um ano, você tem acesso a ela durante os 12 meses enquanto estiver pagando a assinatura. O pagamento e o uso são recorrentes.

Quais são as vantagens e desafios da venda recorrente?

Uma das principais vantagens que a venda recorrente traz para as empresas diz respeito à saúde financeira delas.

Isso porque o negócio ganha uma receita previsível e um maior potencial de escalabilidade, fazendo com que o planejamento financeiro seja muito mais estratégico.

Além disso, a venda recorrente traz como vantagem a fidelização dos clientes e maior tempo de vida deles na casa.

Afinal, o chamado “lifetime value” (LTV), que é o tempo em que uma pessoa é cliente da sua marca, diz respeito à chance de construir uma relação duradoura entre consumidor e empresa, fazendo com que eles continuem juntos durante muitos anos.

Já no ponto de vista do consumidor, as vendas recorrentes também trazem benefícios. Um deles é ser muito mais prático.

Isso porque os pagamentos recorrentes podem ser feitos a cada mês, trimestre, semestre ou até a cada ano, por débitos automáticos no cartão de crédito do cliente ou via emissão de boletos.

Porém existem também os desafios da venda recorrente.

Um dos desafios é inovar! Isso porque o cliente que já está com sua empresa há muitos anos, vai se tornando mais difícil surpreendê-lo.

O outro ponto é criar um serviço de assinatura atraente, pois para um serviço recorrente ser interessante, ele precisa oferecer uma vantagem maior do que as compras isoladas.

Então se você oferece uma assinatura trimestral na academia, precisa trazer preços mais em conta se comparados à mensalidade, por exemplo.

Mas só isso não cativa tanto o público. Você precisa de um diferencial e para achá-lo é necessário investir tempo em pesquisa de mercado e público, só assim consegue fazer uma oferta interessante e atraente para as pessoas.

Como adotar vendas recorrentes como estratégia de negócio?

como adotar vendas recorrentes

Antes de considerar adotar as vendas recorrentes como modelo de negócio da sua empresa, responda primeiro alguns pontos:

  • Qual a demanda recorrente que irá ofertar?
  • Seu público tem interesse no que você irá oferecer? Eles enxergam benefícios nisso?
  • Qual o seu setor e modelo de negócio?
  • Você tem estrutura para manter este modelo de negócio?
  • Já definiu preços e planos para o seu produto ou serviço?
  • A partir destas respostas, comece a definir o seu LifeTime Value e o CAC (custo por aquisição de cliente) ideal do seu negócio.

Feito isso, foque em oferecer um bom atendimento aos seus clientes, acompanhe suas métricas constantemente e utilize um CRM como ferramenta de vendas para auxiliar todo o processo de vendas.

Assim a chance de ter sucesso com vendas recorrentes aumenta bastante.

Exemplos de negócios recorrentes

exemplos de negócios recorrentes

Para ficar mais claro quais são os modelos de negócios recorrentes que existem, fizemos uma lista para ajudar e exemplificar. Confira abaixo!

Serviços de venda recorrente

  • Serviços de streaming, como Netflix, Amazon Vídeos e Spotify;
  • Plataformas SaaS (Software as a Service), como Ideal Marketing e WordPress;
  • Serviços de cobrança automática de pedágio, como SemParar;
  • Academias que trabalham com assinaturas, como Smartfit e Bluefit;
  • Universidades, escolas de idiomas, colégios e outras empresas educacionais que trabalham com mensalidades;
  • Clínicas de estética e salões de beleza que oferecem planos com pacotes de serviços;
  • Companhias aéreas com clubes de assinatura, como LATAM;
  • Seguradoras, como Porto Seguro e Allianz;
  • Portais de conteúdo e revistas, como Exame e Zupi.

Produtos de venda recorrente

  • Clubes de assinatura, como TAG Livros e Glambox;
  • Pet shops que utilizam vendas recorrentes, como Petlove e Petz;
  • Supermercados e empórios, como Casa Santa Luzia;
  • Floriculturas, como Giuliana Flores;
  • Farmácias que oferecem assinatura de medicamentos, como a Droga Raia e Drogaria São Paulo;
  • Empresas que trabalham com reposição de produtos, como fabricantes de cápsulas de café, como a Nespresso, e lâminas de barbear, como a Home Shave Club.

Agora você sabe tudo sobre venda recorrente!

Se você chegou neste conteúdo querendo saber o que são vendas recorrentes e como implementá-las no seu negócio, agora você tem todas essas informações e muito mais.

Inclusive, sabe que para trabalhar com vendas recorrentes, inovação precisa ser um dos skills da sua empresa, além do atendimento ao cliente ser impecável.

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre marketing, vendas e gestão? Continue acompanhando o blog Ideal Marketing e se inscreva na nossa newsletter.