O que é SaaS: os softwares como serviço em nuvem

Ícone Ideal Marketing

Por:

Publicado: 19 de setembro de 2018 | Atualizado: 5 de julho de 2019.

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

Alguns serviços muito conhecidos já usam o modelo SaaS, o software como serviço em nuvem como meio de distribuição de seu conteúdo. Se você não conhece essa técnica, veja agora o que é Saas e conheça 5 desses softwares que já estão disponíveis e podem servir de exemplo para você e sua empresa!

Para uso pessoal ou profissional, é possível que você já use o SaaS de alguma maneira. Mas a técnica de software como serviço em nuvem tem ganhado cada vez mais espaço e diversas aplicações em mercado Saas.

Esse tipo de técnica tem benefícios para os clientes e para as empresas, mas também é suscetível a alguns problemas.

Então, para você entender melhor o que é SaaS, como funciona e quando você deve usar esse tipo de serviço, nosso conteúdo está dividido nos seguintes tópicos:

E-book Ideal Marketing sobre tudo o que você precisa saber para revolucionar suas vendas com Inbound Marketing.

O que é SaaS?

Saiba o que é SaaS

O nome Saas é sigla para o termo em inglês Software as a Service, ou Software como um serviço.

Isso porque assim como o nome sugere, o SaaS são modelos de fornecimentos de algum software por meio da internet, sem necessidade de algum download ou fidelidade.

O cliente faz uma assinatura, e então como um sistema pré-pago, ele só paga pelo que vai usar, no período que quiser.

Esse pagamento funciona como uma mensalidade, e não um pagamento por aquisição como outros softwares.

O mercado SaaS depende exatamente de espaço em nuvem para o armazenamento de todos esses dados, além é claro de alguma conexão com a internet.

Ah! E para ficar claro, o SaaS não inibe a necessidade de um servidor. Ele é um serviço prestado de maneira totalmente digital, logo precisa do servidor para estar online.

Além disso o software como serviço em nuvem pode parecer simples e fácil, mas é necessário analisar bem quando o mercado SaaS é a melhor opção para seu negócio.

E-book Ideal Marketing para atrair clientes e aumentar o faturamento da empresa

Por que usar o SaaS?

Agora que você já sabe o que é SaaS, pode ser que pense que ele só serve para grandes negócios, ou para hospedagem de grandes arquivos.

Mas não é bem assim. Então vamos entender o que os softwares como serviço em nuvens pode te oferecer.

Como trata-se de um serviço a ser oferecido, o primeiro passo é você ter a necessidade de que algum software seja acessado pelo público.

Quando usar o SaaS?

Bom, talvez soe exatamente o contrário do que pensou, mas os softwares como serviço em nuvem são mais indicados para empresas de pequeno porte.

Pois esse tipo de ação evita o gasto com licenças de softwares, permitindo a circulação do serviço diminuindo os gastos e burocracias.

Vantagens x Desvantagens

Conheça as vantagens e desvantagens do SaaS

Assim como o modelo SaaS pode te ajudar, dependendo da sua necessidade ele pode te atrapalhar. Então veja alguns prós e contras dessa técnica.

Vantagens

O software como serviço em nuvem não vai servir só para te ajudar a economizar verba com licenças.

Além disso ele possui benefícios e vantagens para você e para o usuário de seu serviço. Veja algumas dessas vantagens.

Para você

O SaaS é um jeito mais fácil de garantir uma circulação de dinheiro, já que está sempre recebendo valores.

Diferente dos softwares adquiridos e instalados que o cliente paga só uma vez.

Mesmo que o cliente pagasse um valor maior, a permanência dele pagando um valor menor, não só mantém ele como cliente ativo, como mantém a entrada de dinheiro.

Além disso, a facilidade de mexer em software online é muito mais simples. O mercado SaaS te dá a opção de mexer nos serviços de maneira remota.

Permitindo até regimes de Home Office.

Para o cliente

Para o cliente, o mercado SaaS torna tudo mais atraente. Isso porque além dele tão ter que dispor de um valor mais alto para adquirir seu produto, ele não precisa fazer a instalação.

E como em tempos de era digital, tempo é dinheiro, esse é tipo de coisa que vai atrair clientes.

Além disso a facilidade de acesso ao serviço pode inclusive atrair novos públicos que antes tinham receio do processo de instalação.

A ideia de só pagar pelo que usa também é interessante.

Mas com certeza o fator mais importante é que o software pode ser acessado de qual lugar e dispositivo conectado a internet.

Computadores, tablets e smartphones são meios de interagir com seu software como serviço em nuvem.

Esse é o tipo de benefício que também atrai novos clientes.

Maaaas, como nem tudo são flores. Existem situações em que o SaaS pode ser prejudicial para você e para o cliente.

Desvantagens

É fato que se o SaaS fosse perfeito, todas as empresas e seus serviços já seriam distribuídos assim, então é possível concluir que existem situações em que ele pode não ser o meio certo de veicular seu serviço.

E alguns desses malefícios atingem inclusive os clientes, então pense com cautela.

Para você

Enquanto empresa se sua ideia for arrecadar grande capital de maneira rápida, é possível que a princípio seja melhor investir em softwares de download.

Ainda é possível que você tenha desejo de que os lucros venham por meio de vendas de atualizações.

Além disso, a longo prazo os softwares de download podem ser um serviço com mais funcionalidade já que offline é possível que o cliente tenha um desempenho diferenciado do processamento do software.

Não esquecendo, claro, que se seu software é veiculado via internet, clientes que não possuem esse acesso, ou que não tenham uma boa velocidade de navegação, podem ficar sem o acesso ou sem a agilidade desejada.

Imagine que softwares pesados como editores de vídeos, sejam prejudicados por oscilação na rede. Algum conteúdo do usuário pode ser perdido, e é fato que esse não é seu interesse.

Então não pense somente em sua empresa quando cogitar a opção de mercado SaaS para seu negócio.

Para o cliente

Além da exigência de internet que dificulta o acesso e navegação estável do cliente.

Em caso de quedas do seu servidor, o cliente também perde acesso. Como citado nas desvantagens para empresa, o processamento do software offline pode ser melhor de acordo com as necessidades do cliente.

Veja a Netflix, você pode acessar o serviço dela online e ter acesso a todos os conteúdos, mas ela lançou a opção de realizar downloads em alguns títulos da plataforma.

Isso só é feito pelo aplicativo instalado da empresa, assim mesmo quando estão offline, as pessoas não perdem o acesso ao conteúdo que escolheu para baixar.

Mas agora que você conhece algumas vantagens e desvantagens, já pode pensar se o software como serviço em nuvem serve para sua empresa.

Então, aproveite nosso próximo tópico para se espelhar em alguns exemplos de modelo SaaS.

Conheça 5 empresas que são modelo SaaS

Veja algumas empresas que oferecem seus serviços do modelo SaaS e que talvez você não soubesse.

Dropbox

Conheça o Dropbox, um exemplo de SaaS

O site de armazenamento de dados é um exemplo claro dentro do mercado SaaS já que literalmente vive da “nuvem”.

Até 2015 a empresa já tinha atingido a marca de 500 milhões de usuários.

Detalhe, ele foi lançado em 2008, então em apenas 7 anos a empresa se consolidou e teve inclusive propostas de compra por empresas como a Apple.

Google Apps

Conheça o Google Apps, um exemplo de SaaS

Sabe o Google Documentos, Gmail, Agenda… Então são todos modelo SaaS.

O pacote de aplicativos do Google que chegou ao mercado em 2006, tem o acesso a softwares de edição de texto, planilhas e muitos outros.

Além disso, a empresa também oferece a opção de download de aplicativo para navegação offline.

Pipedrive

Conheça o pipedrive, um exemplo de SaaS

O Pipedrive criou um modelo SaaS para oferecer uma ferramenta desenvolvida para pequenas empresas, com o intuito de ajudá-las a gerenciar processos de vendas.

A empresa cresceu de tal maneira, que em 2015 foi declarada pela The Europas a melhor empresa startup SaaS B2B.

Um exemplo em aproveitamento do software como serviço em nuvem, não é mesmo?

Shopify

Conheça o Shopify, um exemplo de SaaS

A empresa canadense criou um software como serviço em nuvem para lojas e-commerce. O SaaS da empresa disponibiliza desde o domínio, até o design da loja virtual

De acordo com dados da marca são mais de 1 milhão de usuários ativos com mais de 63 bilhões de dólares em vendas dentro da Shopify.

Eles ainda disponibilizam um teste de 14 dias para novos usuários.

Ideal Marketing

Conheça o SaaS da Ideal Marketing

O SaaS da Ideal Marketing é um modelo SaaS com uma ferramenta de automação de Inbound Marketing.

O software oferece tudo que uma empresa pode precisar para aplicar o Inbound em seus negócios, de um planejador de palavras-chave até um criador de pop-ups.

Além do software são oferecidas consultorias e suporte para empresas que forem clientes do serviço.

SaaS: sua chance de espalhar seu conteúdo, com pouco

Agora que você sabe o que é SaaS, os prós e contras dessa técnica e já viu alguns exemplos de software como serviço que estão disponíveis no mercado, pode se espelhar em algum desses.

Além disso, dependendo do seu negócio pode ser até que algum desses SaaS sejam interessantes para sua empresa.

Por isso, pesquise e veja se as necessidades do seu negócio e do seu cliente se enquadram no mercado SaaS.

E se quiser conhecer mais novidades para você e sua empresa continue no Blog Ideal Marketing.

Compartilhe nas Redes Sociais!