>>O que é Growth Hacking? Revelamos o segredo para o crescimento acelerado da sua empresa

O que é Growth Hacking? Revelamos o segredo para o crescimento acelerado da sua empresa

Publicado: 8 de fevereiro de 2018 | Por: | Atualizado: 29 de agosto de 2019.

O que é Growth Hacking? Se sua empresa não consegue resultados rápidos, é aqui que você deve ficar. A seguir vamos mostrar como esta estratégia de crescimento acelerado pode alavancar os resultados de seu negócio.

Está sem tempo de ler agora? Baixe este conteúdo e acesse offline

Para você ter dimensão do tamanho do sucesso, o Growth Hacking foi utilizado por empresas como Uber e Facebook. O resultado você já sabe, não?

Ele dedica-se a identificar oportunidades com potencial de alavancar o crescimento em todos os aspectos.

As empresas apostam na novidade por objetivos muito claros: crescer de uma forma rápida, conseguir milhões de acessos ao seu material e alavancar suas finanças.

E-book - conheça os pilares de uma landing page persuasiva

Para saber como fazer isso, conheça os conteúdos abordados no conteúdo:

Afinal, o que é Growth Hacking?

Growth Hacking trata-se de um marketing orientado a experimentos, uma das principais razões do grande crescimento de novas startups no mundo. Ele tem como objetivo encontrar oportunidades no mercado e criar estratégias com resultados rápidos para seu negócio.

Este termo é um registro de Sean Ellis, criador do maior portal sobre Growth Hacking do mundo – o GrowthHackers.com. Segundo ele, como apontamos no início, trata-se de um marketing voltado a experimentos em busca de grandes oportunidades.

Trabalhar com a técnica de otimização de textos, SEO, Inbound Marketing, testes A/B, entre outras ações em ambiente digital combinadas, é uma característica da prática.

Entender o que é Growth Hacking vai muito além de sua definição. Você ficará craque em diversas ferramentas!

Mas Sean Ellis ainda tem importância neste tema?

Ellis, além de ser fundador do portal GrowthHackers.com, foi head de marketing do software de acesso remoto LogMeIn, pioneiro no segmento, e também foi o primeiro profissional de marketing do Dropbox, serviço de armazenamento de arquivos em nuvem, fatos que o credenciou como referência no assunto.

Após a passagem por essas empresas, Sean passou a ser conhecido como o profissional capaz de promover o crescimento rápido de startups.

Por isso, a partir de 2010, Sean Ellis, junto com Hiten Shah e Patrick Vlaskovits, começou a prestar consultoria para replicar seus métodos em diversas empresas.

Ao finalizar a consultoria, Sean se deparou com um fato negativo – as startups, mesmo sabendo o que é Growth Hacking e sua importância, não seguiam com o planejamento e paravam de aplicar o método.

Para solucionar esse problema, Sean Ellis passou a recrutar profissionais de marketing a fim de capacitá-los para dar continuidade no trabalho. E assim surgia o profissional Growth Hacker.

Por isso, antes de saber o que é Growth Hacker, existe aquela confusão de imaginar ser uma prática ilegal.

Mas por qual motivo ele opta por funcionários do marketing das empresas? Por ser pessoas com conhecimento de pontos necessários do Growth Hacking, como metodologia de experimentos, tecnologia e psicologia do consumidor, principalmente.

Embora empresas tenham criado cargos de Growth Hacker ou até equipes de Growth Hacking dentro do setor de marketing, este termo é apenas uma forma de pensar, não necessariamente um cargo.

O Growth Hacker tem como objetivo descobrir aberturas no mercado capazes de gerar resultados a fim de beneficiar o crescimento das startups.

Este profissional deve ter conhecimento amplo da jornada de compra, por isso é preferencial trabalhar com alguém do setor de marketing, como apontamos acima.

Mas isso não exclui a possibilidade de um profissional de outra área assumir o posto – desde que tenha a mesma capacidade.

Mas qual é a tradução deste termo?

Growth Hacking, por ser uma expressão, não tem tradução para o português. Portanto, caso você tenha pensado em buscar “growth tradução” no Google, provavelmente não encontrará uma resposta exata.

Ao isolar as palavras, temos o seguinte:

  • Growth – crescimento
  • Hack – brecha, espaço ou retalhar
  • Hacking – ato de localizar e explorar os espaços

Ao tentar descobrir o que é Growth Hacking por meio da tradução livre, é possível chegar a conclusão que esta prática tem o intuito de encontrar lacunas e explorá-las a fim de proporcionar um crescimento acelerado da empresa.

Conheça e não caia em alguns mitos do Growth Hacking

Quando ainda não se sabe o que é Growth Hacking, pode ocorrer um desconforto ao associar o termo “hackers” com a metodologia abordada. Mas tenha calma, você não estará violando nenhuma lei ao aplicar a sua empresa.

Além de acharem que a prática pode ser ilegal, muitos deixam de investir por pensar que exige conhecimento em programação – outro mito.

Algumas aplicações de experimentos exigem experiência em programação, mas não há necessidade Growth Hacker executar a tarefa. A equipe da empresa deve ter algum funcionário habituado com este serviço.

Embora não haja necessidade de saber lidar com programação, para fazer Growth Hacking o profissional deve ser bem informado quanto ao mercado tecnológico.

Um Growth Hacker deve estar atendo às novidades e identificar quais possibilidades são aplicáveis a seu negócio a fim de contribuir com o crescimento da organização.

Entendeu o que é Growth Hacking? Agora coloque em prática!

Growth Hacking é baseado em experimentação de modo científico e os processos podem variar de acordo com as necessidades de cada empresa.

Para iniciar o procedimento, entenda alguns passos importantes a ser seguidos para alcançar o sucesso!

Entenda o funil do Growth Hacking

O Growth Hacking, assim como as vendas, também existe um funil. Trata-se do “funil pirata”, termo criado pelo americano Dave McClure, consultor de algumas startups.

funil pirata - growth hacking

Este funil é dividido em 5 etapas. Veja quais são:

  1. Aquisição: este estágio tem como objetivo reunir práticas com o intuito de atrair e gerar mais clientes para empresa.
  2. Ativação: já nesta etapa o intuito é oferecer a primeira boa experiência ao cliente com seu negócio.
  3. Retenção: aqui o cliente já provou seu produto ou serviço e está satisfeito ao ponto de continuar o consumo.
  4. Receita: neste ponto o cliente deixou de consumir conteúdos gratuitos e fazem parte do faturamento da empresa.
  5. Indicações: a última etapa do funil representa a fase de promoção do seu produto por meio de clientes que tiveram uma boa experiências com seus serviços ou produtos.

Ao estudar o que é Growth Hacking, você notará que, ao contrário do funil de vendas, os estágios do funil pirata não possuem uma divisão exata de cada período.

Entenda: todas a ações do Growth Hacker devem ser a fim de otimizar as etapas apresentadas para, assim, acelerar o crescimento da empresa.

Toda equipe deve saber o que é Growth Hacking e identificar em qual desses estágios está a venda. Com isso o processo de localizar o problema será facilitado para aplicação da ferramenta.

Geração de ideias

gerar ideias - growth hacking

Para melhorar o serviço oferecido ao público-alvo e mantê-lo ativo, você precisa de geração de ideias. Trata-se da primeira etapa no processo de aprendizado sobre o que é Growth Hacking.

Para geração de ideias você tem algumas opções, como pesquisar casos de sucesso, elaborar um benchmarking de empresas referências no mercado, apresentações no SlideShare, fóruns e grupos no LinkedIn com foco no seu âmbito de interesse, etc.

Após coletar todas essas informações, vale realizar um brainstorming. A presença de pessoas de outros setores da empresa também pode ser positivo ao procedimento.

Brainstorming é um método muito benéfico no processo. Esta experiência combina vários pontos de vista levantados e, a partir disso, novas ideias surgem. Afinal, várias pessoas pensam melhor do que apenas uma, certo?

Para todos os estágios do funil pirata do Growth Hacking ficarem perfeitos, é preciso ter várias ideias para cada etapa.

As ideias coletadas devem passar por um processo de seleção com três critérios. Conheça-os a seguir:

  1. Custo e/ou complexidade para implantação
  2. Probabilidade de sucesso do experimentos
  3. Impacto nos resultados da empresa

As ideias mais simples devem ser trabalhadas logo no início, pois, ao entender o que é Growth Hacking, você verá que a probabilidade de assertividade com elas é superior comparada com sugestões mais complexas.

Aprenda a modelar seus experimentos

experimentos - growth hacking

Agora, a ideia selecionada na última fase passa a ser trabalhada como uma hipótese no Growth Hacking.

Experimentos são testes com o intuito de aprovar ou refutar a hipótese em questão. Para realizar o teste, você pode questionar a necessidade de realizar um teste A/B, por exemplo.

Mantenha a calma, vamos explicar esse teste extremamente útil em seu aprendizado sobre o que é Growth Hacking.

Teste A/B são experimentos para fazer em sua página. Muitas vezes, embora o conteúdo seja relevante e quase perfeito, não atinge as conversões esperadas.

O problema deste material pode estar em detalhes como o título ou a call to action, por exemplo. Para ter a certeza do problema, o teste A/B permite deixar duas versões da página no ar. Cada uma com um título ou com a cor do botão de CTA diferente, por exemplo.

Uma das versões é a original, a outra é chamada de experimental. Após deixá-las um período disponíveis na web, veja qual obteve mais sucesso e descarte a outra.

Mas fique atento, não faça mais de uma mudança nas versões, assim você não saberá qual ponto não foi bem recebido pelo usuários e o teste não será tão útil assim.

Junto com os testes, você precisa definir quais pessoas serão responsáveis pelo desenvolvimento e quais ferramentas serão utilizadas.

É importante ressaltar: a escolha do experimento pode exigir um alto investimento, caso não seja aprovado, tempo e recursos serão desperdiçados. Por isso é preferível trabalhar com ideias simples, pois, como já sabemos, o objetivo é comprovar de forma rápida a hipótese.

Faça uma análise dos resultados

Ao finalizar o processo de experimento, analise os resultados e não deixe a satisfação própria interferir na escolha, pois o intuito desta etapa é o aprendizado.

Nem todas hipóteses irão alcançar o número esperado, mas todas merecem atenção para identificar os reais motivos do impacto não ter atingido uma métrica satisfatória. Leve como aprendizado cada uma delas.

Você pensa que a fase de coletar ideias acabou? Ainda não. Na fase de análise dos resultados é possível levantar sugestões para ser registradas na relação de todas as demais desenvolvidas logo no início.

Aplique 8 táticas de Growth Hacking para seu número de clientes aumentar

táticas de growth hacking

Agora, você já sabe muito mais sobre o que é Growth Hacking, vamos listar algumas dicas fundamentais para a continuidade do processo.

1. Captação de e-mails

Embora muitos não acreditem no potencial de e-mails, o número de pessoas ativas nos diz o contrário. Cerca de 85% dos usuários utilizam este método de envio de mensagens em ambiente digital. Ou seja, há inúmeras possibilidades de alavancar seu negócio.

Os números de engajamento de e-mails são impressionantes e podem ajudar na sua estratégia de crescimento. O e-mail tem 4.16% em sua taxa de conversão, na sequência tem o anúncio no Google com 2.64%, seguido das mídias sociais com 0.48%.

O e-mail, ao contrário do Facebook, por exemplo, está muito mais focado em coisas profissionais e pessoais, por isso trata-se de uma ferramenta que não pode ser dispensada em sua estratégia.

2. Aposte em múltiplas Landing Pages

Desenvolver várias landing pages traz bons resultados. Use ofertas/produtos diferentes, mas lembre-se de destacar seus diferenciais.

As landing pages são páginas não navegáveis com um objetivo claro: a conversão do usuário. Por este motivo não há opções de links na página, trata-se de um conteúdo objetivo que procura não tirar o foco do possível consumidor.

Direcione anúncios pagos para sua landing page, não para homepage, assim a chance do usuário tornar-se um lead é muito maior.

A landing page deve ser acessada com facilidade pelo usuário. Por isso é importante que você não a coloque junto com outros links próximos, assim não haverá outras ações para distrair o usuário.

3. Limpeza das landing pages

Como apontamos, a landing page deve ser muito objetiva com o usuário. Restrinja suas opções. É a hora da verdade: ele pode fornecer os dados para conversão ou abandonar o conteúdo. Por isso deve ser um material simples e de fácil entendimento.

4. Invista em pop-up

Outra estratégia para contribuir com a técnica Growth Hacking são os pop-up. Trata-se de janelas que podem aparecer quando o usuário está prestes a fechar a página, por exemplo.

O pop-up pode conter anúncios ou pedidos de e-mail para inserir o usuário na newsletter, por exemplo. Tudo depende de sua estratégia.

5. Conteúdos patrocinados no Facebook

Embora a taxa de cliques em anúncios no Facebook seja pequena, existe uma estratégia capaz de conseguir mais acessos ao seu material e também contribui com o aprendizado quanto ao que é Growth Hacking e como aplicar esta prática.

Não tente vender logo no primeiro contato, as pessoas não estão no Facebook para clicar em anúncios, portanto, aja com leveza, não seja agressivo.

Para isso, enriqueça a timeline do usuário com conteúdo informativo, depois apresente o produto. Assim os resultados serão mais positivos para seu negócio.

6. Inserção de chat em landing e checkout pages

Quando acessamos uma landing page, nem sempre estamos livres das dúvidas. Essas incertezas podem ser a diferença entre o sucesso e o fracasso.

Você, um profissional atento sobre o que é Growth Hacking, deve providenciar um novo experimento com a inserção de um chat a fim de sanar possíveis dúvidas de clientes.

No checkout, uma parte mais delicada do site, os usuários estão próximos de inserir informações, como cartão de crédito, e-mail, etc. Durante este processo, ele pode ter receio de passar algumas informações.

Quando há uma pessoa on-line ao finalizar a venda, o cliente se sente mais seguro e a possibilidade de conversão é muito maior.

7. Aplique retargeting ou remarketing em seu negócio

Você já pesquisou algum produto e, depois de algum tempo, entra em um site que não tem relação com a pesquisa anterior e o produto que deseja é sugerido com anúncios? Aposto que sim.

Por meio do site AdRooL, por exemplo, você escolhe o tipo de anúncio desejado e passa a aplicar em seu negócio. Neste site você irá copiar um código gerado e colar na sua página e, assim, as pessoas que entraram nele passarão receber anúncios em outros sites.

8. Utilize métricas em cada fase do funil

Cada passo do processo do funil de vendas deve ter a medida de conversão. A partir desses números você irá definir quais estratégias devem ser melhoradas para os resultados serem mais satisfatórios.

Para aumentar o número de retenção, por exemplo, você pode apostar em estratégias de reengajamento.

Além disso, as métricas podem apontar um grande número de aquisição, mas com a ativação mínima. Ou seja, você está atraindo usuários não ideais ao seu negócio.

Estas dicas, além de ajudar a entender melhor o que é Growth Hacking, irão auxiliar durante todo o processo de crescimento da empresa.

E-book - Como revolucionar suas vendas com inbound marketing

Não perca tempo, inicie seu Growth Hacking e veja sua empresa crescer

Agora, depois de pesquisar “Growth Hacking o que é” em algum buscador, você nos encontrou e sabe como acelerar o crescimento de sua empresa.

Por acompanhar todo nosso conteúdo, você adquiriu uma visão muito mais ampla sobre o que é Growth Hacking.

Você já sabe a capacidade desta técnica, portanto, invista e encontre oportunidades de mercado com muito mais agilidade e facilidade.

Por ser uma estratégia utilizada por startups de sucesso, não descarte-a e sempre tenha um profissional Growth Hacker em sua empresa, pois, assim, seu crescimento será cada vez maior e você se manterá entre os destaques do mercado.

Afinal, todos temos o mesmo objetivo: crescer nosso empreendimento de uma forma mais rápida e ser referência do setor. Saber o que é Growth Hacking torna isso muito mais fácil.

2019-08-29T09:40:12-03:00

Deixar Um Comentário

Diagnóstico Gratuito do seu Marketing Conheça a Plataforma Ideal Marketing