Blog Ideal Marketing

O que são dados comportamentais e como são aplicados no marketing

dados comportamentais

Dados comportamentais são um excelente recurso quando usados da forma certa em estratégias de marketing. Entenda mais sobre o que são, de onde vem e como podem ser aplicados no seu negócio.

Todo bom empresário entende que o principal ativo de sua empresa são os clientes, certo? Só que para conquistá-los é necessário entender a fundo o seu comportamento.

E sabe o que é imbatível para entender o comportamento das pessoas? Dados!

Dados são fundamentais desde a hora de criar as estratégias de marketing até o sucesso final das empresas. Principalmente hoje, com o crescimento latente do marketing digital.

Pensando nisso, criamos este conteúdo completo para você que quer entender sobre dados comportamentais em marketing. Como coletá-los, como analisá-los, como usar esses dados para ter sucesso e como as empresas se beneficiam disso. Confira!

O que são dados comportamentais de marketing?

o que sao dados comportamentais

Dados comportamentais de marketing são informações essenciais sobre as atividades que um usuário apresenta em ambiente digital. Em específico, falamos a respeito das campanhas, ações e estratégias de marketing.

Eles são ótimos para deixar claro o hábito de compra de um cliente, por exemplo.

E tais dados são coletados toda vez que um cliente faz uma compra ou quando clica em CTA, faz uma inscrição em uma landing page e por aí vai.

Por que coletar esses dados?

É coletando esses dados comportamentais de marketing que as empresas conseguem acompanhar as ações dos clientes e passa a entender quais são os fatores que impactam na compra deles a partir de seu perfil comportamental de compra dele.

Coletar dados sobre o consumidor é importante para entender como ele toma decisões e por que compra seus produtos. Isso ajuda os profissionais de marketing a criar uma experiência de compra mais satisfatória.

Dessa forma é possível entender os 3 estágios de compra e aprimorá-los. São eles:

  1. Aquisição, que é quando os consumidores decidem quais produtos/serviços comprar e onde adquiri-los;
  2. Engajamento, que determina quais são os canais que ele usa para isso e as promoções que os atraem;
  3. Retenção, que é o processo de agradar os clientes e convertê-los em defensores da sua marca, ou seja, fidelizá-los ao negócio.

Como coletar estes dados comportamentais em marketing?

Para coletar estes dados você pode apostar em um CRM, uma plataforma de automação de marketing e pixels do Facebook, por exemplo.

Isso porque essas ferramentas te ajudam a monitorar as atividades de intenção dos clientes. Assim se torna possível tentar prever quais produtos eles estão considerando comprar, o que interesse para eles.

Você ainda pode investir em enquetes, que são ótimas ferramentas de pesquisa, pois coletam a opinião do público, além de participar de fóruns e grupos de redes sociais.

Tudo isso vai passando um panorama do cliente na internet e serve de grande estudo para as empresas.

E como analisar estes dados?

Uma vez que você conseguir coletar os dados, o próximo passo é analisá-los.

Para isso, existem diversos softwares que conseguem processar um grande volume de dados, além de gerar relatórios e dashboards interativos.

Também existem ferramentas e plataformas que fazem essa função, como o Google Analytics, além da parte analítica de cada rede social, por exemplo, tal como os insight do Instagram, os pixels do Facebook e assim por diante.

Ao analisar os dados, várias decisões podem ser tomadas de forma rápida e assertiva. Isso ajuda as empresas a manter as suas campanhas, ações e estratégias atualizadas e relevantes para seus clientes.

Como os dados trazem sucesso para suas estratégias em marketing?

Com os dados comportamentais em marketing, é possível criar experiências de compra melhores e mais personalizadas para os clientes. 

Isso porque os dados guiam as estratégias para aprimorá-las e deixá-las mais alinhadas com os objetivos do negócio. 

Então, analise os dados, sua interpretação deles é fundamental para o sucesso do seu negócio. 

Como as empresas se beneficiam destes dados?

Cada empresa se beneficia de alguma forma com os dados comportamentais em marketing.

A Apple, por exemplo, aproveitava os dados de downloads de músicas e compras em aplicativo para ter sucesso na criação de novas experiências personalizadas para o cliente.

Já a Amazon é forte na recomendação de produtos para os clientes por meio da análise das atividades de compras e navegação deles. A empresa analisa os dados por uma plataforma de inteligência artificial de código aberto, conhecida como DSSTNE (pronuncia-se “destino” em inglês).

Nela a empresa pode não apenas recomendar os produtos, mas também decidir em que ordem apresentá-los. A empresa continua a otimizar o sistema DSSTNE para promover itens menos populares, mas mais lucrativos, como parte de suas recomendações.

Já a Netflix usa os dados para impulsionar o sistema de recomendações com base em milhões de telespectadores. De acordo com Neil Hunt, ex-diretor de produto da Netflix, o sistema de recomendação ainda ajuda a empresa a economizar US$1 bilhão por ano.

Agora você sabe o poder dos dados comportamentais em marketing para a sua empresa!

Agora que você sabe o que são dados comportamentais em marketing, está na hora de começar a analisar e interpretar essas informações para aprimorar suas estratégias, campanhas e ações.

São os dados que vão guiar seu sucesso, desde que você saiba compreendê-los.

Então não perca tempo, aposte em um software ou plataforma que te ajude a colher e analisar tais dados para melhor direcionar seu marketing.

E se você gostou do conteúdo e quer saber mais sobre marketing, vendas e gestão também, continue acompanhando o blog Ideal Marketing e se inscreva na nossa newsletter.

Sair da versão mobile